Micronutrientes e exercício físico

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Micronutrientes e exercício físico por Mind Map: Micronutrientes  e exercício físico

1. Inclui hipertensão, doenças cardiometabólica, artrite e certos tipos de câncer

2. Considerado o melhor combustível para o exercício físico

2.1. De pois de queimar o carboidratos que possuímos no nosso organismo, logo após começa a ser usadas as reservas de gorduras

2.2. Deve ser consumido 25% a 30% do valor calórico diário em forma de lipídio

3. Não pode ocorrer sem uma orientação nutricional, tendo em vista a variação de biotipos musculares

4. Favorece no desempenho esportivo por facilitar a absorção de cálcio pelo corpo que proporciona ao atleta maior força muscular

5. Lipídio

6. O que são micronutrientes

6.1. São os minerais e as vitaminas

6.2. O organismo precisa dos micronutrientes em quantidade menor se comparado ao macronutriente

6.2.1. Sua função

6.2.2. Facilitar as reações químicas que ocorrem no corpo

6.3. As vítimas

6.3.1. São essenciais para o funcionamento do metabolismo e regulação da função celular

7. Necessidade de suplementação

7.1. A suplementação esportiva potencializa o desempenho dos atletas

7.1.1. Auxiliando na recuperação dos músculos de micro-lesões causadas durante os treinos ou campeonatos.

7.1.2. Intensificam fatores como o aumento de disposição e reposição de vitaminas e minerais.

8. Nutrientes que são importantes no exercício físico

8.1. Carboidratos

8.1.1. Tem o poder de fornecer energia para a célula trabalhar

8.1.2. Consumo de 50% a 60% de valor calórico diário em forma de carboidratos e assim, ter reservas de energia para execução de exercício físico.

8.2. Proteína

8.2.1. São os principais compostos das células, hormônio e sistema imunológico

8.2.2. Consumo diário deve alcançar de 10% a 15% do valor calórico total.

8.3. Aminoácidos

8.3.1. Que forma a proteína

8.3.2. Ajuda no ganha de massa muscular, mas quando utilizados individualmente geram resultados contrário,

8.4. Vitaminas e minerais

8.4.1. Em quantidades pequenas, conseguem desempenhar suas funções. Mas suas deficiências interferem no desempenho do atleta, assim como em excesso.

9. Consequências das carências para o atleta

9.1. Aumenta o risco de várias doenças crônicas e inflamatórias

9.2. Vitamina D

9.2.1. Ajuda na recuperação dos músculos

9.2.2. Ajuda na saúde esquelética e extraesquelética i