Estresse oxidativo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Estresse oxidativo por Mind Map: Estresse oxidativo

1. Etiologia

1.1. Fisiológico

1.1.1. Metabolismo aeróbico

1.1.2. Metabolismo mitocondrial

1.1.3. Mecanismos de defesa

1.1.4. Ativação de genes

1.1.5. Fertilização do óvulo

1.2. Patológico

1.2.1. Inflamação

1.2.2. Atividade física exaustiva

1.2.3. Radioatividade

1.2.4. Poluição

1.2.5. Doenças crônicas

1.2.6. Perfil de consumo alimentar

2. Antioxidantes

2.1. Sistema não enzimático

2.1.1. Endógeno

2.1.1.1. Co-Q10

2.1.1.2. Glutationa

2.1.1.3. Ácido úrico

2.1.1.4. Albumina

2.1.2. Exógeno

2.1.2.1. Vitamina A

2.1.2.2. Vitamina E

2.1.2.3. Vitamina C

2.1.2.4. Selênio

2.1.2.5. Zinco

2.1.2.6. Cobre

2.1.2.7. Fitoquímicos

2.2. Sistema enzimático

2.2.1. Superóxido Dismutase

2.2.2. Catalase

2.2.3. Glutationa Peroxidase

2.2.4. Glutationa Redutase

2.3. Sistema de defesa antioxidante

2.3.1. Prevenção

2.3.2. Varredores

2.3.3. Reparo

3. Nutricionismo

3.1. Definição

3.1.1. Alimento em segundo plano

3.1.2. Foco no nutriente

3.2. Estresse oxidativo X Doenças crônicas

3.2.1. Antioxidantes Exógenos

3.2.1.1. Ação negativa

3.2.1.1.1. Auxiliar na progressão da doença

3.2.1.1.2. Aumentar o estresse

3.2.1.2. Ação positiva

3.2.1.2.1. Diminuir o estresse

3.2.1.2.2. Prevenir o desenvolvimento de doenças

4. DCNT

4.1. Desenvolvimento X Estresse oxidativo

4.1.1. Câncer

4.1.2. Obesidade

4.1.3. DPOC

4.1.4. Doenças cardiovasculares

4.1.5. Diabetes

4.1.6. Síndrome metabólica

5. Definição

5.1. Desequilíbrio

5.1.1. Pró oxidantes

5.1.2. Antioxidantes

5.2. Injúria Celular

5.2.1. Oxidação

5.2.2. Reatividade

5.3. Espécies Reativas

5.3.1. Oxigênio

5.3.2. Nitrogênio

5.3.3. Radicais livres

6. Fatores moduladores

6.1. Dieta

6.2. Atividade Física

6.3. Bebidas alcoólicas

6.4. Tabaco

6.5. Xenobióticos

6.6. Radiação

6.7. Metais pesados

6.8. Qualidade do sono

6.9. Estresse