DESAFIOS DA LOGÍSTICA NA AMÉRICA LATINA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
DESAFIOS DA LOGÍSTICA NA AMÉRICA LATINA por Mind Map: DESAFIOS DA LOGÍSTICA NA AMÉRICA LATINA

1. A importância da infraestrutura

1.1. Uma boa infraestrutura é essencial para o crescimento econômico;

1.2. O objetivo é melhorar a eficiência e o escoamento da produção brasileira e garantir a segurança dos usuários;

1.3. Ter prioridade no investimento das ferrovias, rodovias, portos, aeroportos e hidrovias;

2. Desafios da América Latina em relação ao infraestrutura

2.1. Portos congestionados;

2.2. Falta de capacidade ferroviária e estradas ruins;

2.3. Dificuldades de transportar mercadorias entre os países da América Latina;

2.4. A falta de investimento em outros modais tem feito com que o transporte rodoviário seja o mais utilizado na América Latina, o que contribui para que os custos de transporte na região fiquem acima da média mundial;

2.5. O baixo investimento na infraestrutura rodoviária ao longo do tempo reflete no baixo percentual de estradas pavimentadas na América Latina;

2.6. Na América Latina, o deslocamento de uma carga é mais lento e complexo. As normas em vigor impedem que um caminhão trafegue em vários países

3. Infraestrutura não adequada

3.1. Afeta a distribuição no mercado interno;

3.2. Prejudica também a competitividade dos produtos a serem exportados;

3.3. o acesso às principais cidades e aos principais portos prejudicadas;

3.4. Alguns trechos não há capacidade para que os trilhos suportem o peso dos trens quando estão com ocupação máxima.

4. Privatização dos portos e ferrovias na América Latina

4.1. Pouquíssimas as conexões ferroviárias existentes entre os países;

4.2. Aumento de produtividade em vários terminais;

4.3. Nos portos do continente a dificuldade nos acessos terrestres;

5. Aspectos institucionais e regulatórios

5.1. Também atrapalham a fluidez e o desenvolvimento do transporte e do comércio na América Latina;

5.2. Cada país opera de forma única.

5.3. Políticas aduaneiras no continente são muito voláteis e mudam com frequência,

5.4. Exemplos

5.4.1. A pratica de corrupção, ou seja os pagamentos informais;

5.4.2. Barreira à entrada de fornecedores internacionais;

5.4.3. Transbordos e custos extras na operações nas fronteiras;

5.4.4. Gestão de riscos com características diferentes nos países;

5.4.5. Problemas com segurança, como roubos de equipamentos, carga e acidentes.

6. Fato

6.1. Uma infraestrutura inadequada, associada a deficiências institucionais e regulatórias, faz com que o custo logístico dos países na América Latina seja maior do que em mercados mais desenvolvidos

6.2. É preciso que ocorra um trabalho conjunto entre os países da América Latina para eliminar ou minimizar as questões burocráticas, que dificultam a circulação de mercadorias no continente.

6.3. Transitar entre os países de forma mais fácil contribuirá para alavancar o comércio interno e facilitar o escoamento da exportação