Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) por Mind Map: Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)

1. Princípios

1.1. 1.Consiste em uma concepção de desenvolvimento e organização dos problemas dos pacientes de modo que se obtenha um caminho para o tratamento;

1.2. 2.Demanda interesse e compreensão para que o paciente se sinta reconhecido e acolhido;

1.3. 3.Enfatiza a terapia como um trabalho em equipe;

1.4. 4. Ela organiza os objetivos e orienta a ordem dos problemas em que serão trabalhados;

1.5. 5. Da ênfase no presente, nos problemas atuais;

1.6. 6. Orienta o paciente a ser o seu “próprio terapeuta”;

1.7. 7. Ela propõe-se a um tratamento por um tempo limitado;

1.8. 8. As sessões são organizadas conduzindo o paciente a compreender o que está acontecendo no decorrer da terapia;

1.9. 9. A TCC dispõe-se a ensinar os pacientes a reconhecer, analisar e lidar com seus pensamentos e crenças disfuncionais, possibilitando a reestruturação cognitiva;

1.10. 10. A TCC usa técnicas variadas para alteração do pensamento, do humor e do comportamento dos pacientes.

2. Emoções e comportamentos são influenciados pelos pensamentos sobre determinados eventos

2.1. É a forma como os eventos são pensados que determinam a maneira como o indivíduo se sente e se comporta.

3. Pensamentos automáticos

3.1. São conteúdos espontâneos e se originam em nossa mente a partir de acontecimentos do dia a dia

3.1.1. Ex: toda vez que entrar em um carro ter o pensamento de que ocorrerá um acidente.

4. Crenças intermediárias

4.1. Condizem com o segundo nível de pensamento e simbolizam ideias ou entendimentos mais profundos que os pensamentos automáticos e ocorrem sob a forma de suposições ou regras

4.1.1. Ex: Se eu não sei apresentar um trabalho, então não sou bom o suficiente.

5. Crenças centrais

5.1. Representariam o nível mais profundo da estrutura cognitiva e concebidas por ideias absolutistas, rígidas e globais que um sujeito tem sobre si mesmo.

5.1.1. Ex: "Sou fracassado", "Sou inútil".

6. Conceitualização cognitiva

6.1. Guia o terapeuta ao longo do tratamento

6.2. Terapeuta e paciente modificam colaborativamente a formulação cognitiva

6.3. Auxilia na escolha das metas que serão trabalhadas e das intervenções terapêuticas que serão realizadas