Behaviorismo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Behaviorismo por Mind Map: Behaviorismo

1. Condicionamento Clássico

1.1. A espécie animal responde aos estímulos do ambiente

1.1.1. a partir de estímulos neutros, modificando

2. Surgiu no século XX

3. Origem

3.1. Termo em Inglês (behaviour) que significa comportamento

4. Conceitos

4.1. Como um qualificador de ciência, o termo "metodológico" foi primeiramente utilizado por B. F. Skinner, em 1945, para se referir a proposta de ciência do comportamento dos positivistas lógicos, ou neopositivistas, que tiveram grande influência nas ideias dos behavioristas norte-americanos da primeira metade do século XX. No artigo "The operational analysis of psychological termo" (Análise operacional de termos psicólogicos), por exemplo, embora não constem referências diretas ao autor, as críticas de Skinner se referiam possivelmente às considerações de Stanley Smith Stevens, em seu artigo "Psychology and the science of science[9]" de 1939.

5. Objeto de estudo

5.1. Comportamento humano ou animal de forma direta observado através de suas ações e ambiente

5.1.1. Baseia-se através de observações e experimentação

6. Influências

6.1. John B. Watson

6.1.1. Behaviorismo Classico

6.1.1.1. Behaviorismo Radical

6.1.1.1.1. Behaviorismo Classico

7. Ivan P. Pavlov

7.1. Precursor do Behaviorismo

7.1.1. Observava o compor tamento através de estímulo - resposta.

7.1.1.1. Experimento - Cão de Pavlov

8. John B. Watson

8.1. Condicionamento Clássico: “O cão de Pavlov”

8.1.1. Nele o autor defende que a psicologia não deveria estudar processos internos da mente, mas sim o comportamento, pois este é visível e, portanto, passível de observação por uma ciência positivista. Nesta época vigorava o modelo behaviorista de S-R, ou seja, de resposta a um estímulo, motor gerador do comportamento humano. Watson é conhecido como o pai do Behaviorismo Metodológico ou Clássico, que crê ser possível prever e controlar toda a conduta humana, com base no estudo do meio em que o indivíduo vive e nas teorias do russo Ivan Pavlov sobre o condicionamento – a conhecida experiência com o cachorro, que saliva ao ver comida, mas também ao mínimo sinal, som ou gesto que lembre a chegada de sua refeição.

8.1.1.1. Oposição ao Behaviorismo Radical de Skinner

9. B. F. Skinner

9.1. O reforço para Skinner consiste em qualquer evento que aumenta a probabilidade da ocorrência de um determinado comportamento. Vejamos um exemplo: Quando uma criança chora (comportamento operante) e este choro traz como consequência a presença da mãe ou o colo da mãe, estas consequências (a mãe ou o colo) são consideradas reforços e como tal retroagem sobre o comportamento aumentando sua frequência. Vejamos agora como isso funciona na escola: o aluno fica conversando durante a aula (comportamento operante) e o professor lhe dá atenção (reforço), estará condicionando este aluno a falar.

9.1.1. a aula (comportamento operante) e o professor lhe dá atenção (reforço), estará condicionando este aluno a falar. Em função do que foi exposto pode-se compreender o primeiro princípio do condicionamento operante: todos aqueles comportamentos que os alunos emitem e que pretendemos mantê-los devemos então reforçá-los