O Materialismo Histórico: A Dialética Material

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
O Materialismo Histórico: A Dialética Material por Mind Map: O Materialismo Histórico: A Dialética Material

1. Não acreditava que o último estágio da sociedade era o capitalismo, já que este, tinha como essência a exploração do trabalhador e deterioração das condições de vida da maior parte das pessoas, beneficiando apenas um pequeno setor. Sendo assim um sistema tão prejudicial, não poderia ser o último estágio da sociedade. Portanto seria necessário criar um novo meio, como a sociedade deveria se organizar, derrubando o capitalismo e criando outro que libertasse os trabalhadores de toda a exploração e no qual as pessoas pudessem desenvolver plenamente sua humanidade

2. Idealismo Dialético

3. A Filosofia Hegel defendia que a Natureza e a sociedade são expressões da atividade do Espírito, cuja afirmação progressiva seria a história. Argumentava que o ser humano, aos poucos, poderia conscientizar-se de que as coisas, os acontecimentos e seus pensamentos eram expressões do movimento ou da dialética do Espírito.

4. Karl Marx, nasceu na Alemanha no ano de 1818 e morreu em 1883. Estudou direito e especializou-se em filosofia alemã e desenvolveu o conceito de materialismo histórico.

4.1. Par

5. O QUE É: No Materialismo Histórico, conceito criado por Karl Marx e Friedrich Engels, a realidade mesmo sendo dinâmica, não seria a expressão de nenhum Espírito ou de nenhuma força infinita, como pensava o filósofo Hegel. As coisas presentes na natureza ou na sociedade teriam origem na realidade material, ou seja a condição humana seria determinada pelas atividades materiais desenvolvidas pelos homens em sociedade, por seu trabalho , pela forma como os bens são produzidos e distribuídos, pelas relações que os indivíduos estabelecem entre si e pelo modo como se comunicam.

6. CRIADORES: Karl Marx e Friedrich Engels

7. Friedrich Engels, nasceu em 1820 na Alemanha região da Renânia, e morreu no ano de 1895.Estudou na Universidade de Berlim, dedicou-se à filosofia, ao jornalismo e à militância política, defendendo as ideias comunistas.

8. ERA CRITICADA: Filosofia Hegel