Industrialização brasileira: a Era Vargas

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Industrialização brasileira: a Era Vargas por Mind Map: Industrialização brasileira: a Era Vargas

1. Contexto sociopolítico

1.1. Grande Depressão

1.2. Redução das importações de café brasileiro

1.3. Oligarquias cafeeiras enfraquecidas

1.4. Governo Vargas

1.4.1. Formado por setores do mercado interno e o emergente empresariado industrial Paulista

1.4.2. Classe media e altas ascenderam ao poder

1.4.3. Novo rumo de desenvolvimento

1.4.3.1. - dependência externa e + industrialização

2. Um novo modelo de desenvolvimento

2.1. Projeto Nacionalista e Desenvolvimentalista, economia de arquipélago

2.1.1. Substituição de importações

2.1.1.1. Queda nas importações estrangeiras

2.1.1.1.1. - Entrada de moeda estrangeira

2.1.1.1.2. Cenário seguro de investimentos internos de produtos procurados pela classe alta

2.1.1.2. Politica alfandegaria protecionista

2.1.1.2.1. Desvalorização Cambial e proibição de setos itens

2.1.2. Intervenção estatal

2.1.3. Legislação trabalhista

2.1.3.1. Padronização salarial

2.1.3.1.1. Direitos trabalhistas

2.1.3.1.2. Migração para as cidades

2.1.4. Financiamento Estatal

2.1.4.1. Investimento de industriais de bens não duráveis

2.1.4.1.1. Têxtil

2.1.4.1.2. Alimentícia

2.1.4.2. Industria de base

2.1.5. Acumulação urbano-industrial em São Paulo

2.1.5.1. Infraestrutura de transporte

2.1.5.1.1. Ferroviária

2.1.5.1.2. Porto de Santos

2.1.5.2. Denso sistema bancário

2.1.5.3. Mercado de Consumo

2.1.6. Estatais

2.1.6.1. CNS

2.1.6.2. CVRD

2.1.6.3. Petrobras

2.1.6.4. Eletrobras

2.1.6.5. BNDES

3. Mecanismos políticos e reações populares no Brasil

3.1. Paternalismo

3.1.1. Atividade assistencial de políticos que visam a futuras eleições

3.1.2. Voto secreto, legislação trabalhista, industria nacional e aproximação das massas populares

3.1.3. DIP

3.2. Autoritarismo

3.2.1. Estado Novo

3.3. Populismo

3.3.1. Políticos que enfatizam em seus discursos um viés social, mostrando interesse em projetos sociais que busquem melhora a vida de camadas populares

4. Organização socioespacial do período

4.1. Gradação da Economia de Arquipélago

4.1.1. Integração das regiões economicamente desenvolvidas

4.1.2. Substituição do modelo ferroviário por rodoviário

4.2. Economia de aglomeração em São Paulo

4.2.1. Concentração de indústrias

4.2.2. Exercito industrial reserva

4.2.2.1. Mão de obra em excesso