Meio ambiente e Consumo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Meio ambiente e Consumo por Mind Map: Meio ambiente e Consumo

1. O ato de consumo em si não é um problema. O consumo é necessário à vida e à sobrevivência de toda e qualquer espécie. O problema é quando o consumo de bens e serviços acontece de forma exagerada, levando à exploração excessiva dos recursos naturais e interferindo no equilíbrio estabelecido do planeta.

1.1. Relatórios de respeitadas organizações ambientais defendem que nós, seres humanos, já estamos consumindo mais do que a capacidade do planeta de se regenerar, alterando o equilíbrio da Terra.

2. CONSUMO × CONSUMISMO

2.1. O consumo está ligado ao ato da compra, pela necessidade. O consumismo é adquirir algo que NÃO precisa exageradamente e constantemente.

3. Crescimento populacional

3.1. Outro fator que contribuinte é o crescimento acelerado da população mundial. No século XVIII (durante a revolução industrial) éramos cerca de 750 milhões de habitantes. Hoje, somos 7,6 bilhões de seres humanos na Terra. E segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a população mundial deve chegar a 8,6 bilhões de habitantes até 2030.

4. A suposta felicidade trazida pela aquisição de bens é pueril, transitória e acaba por nos levar a um círculo vicioso sem fim de compra-felicidade-frustração-compra-felicidade-frustração…

4.1. São bilhões de pessoas que em algum momento perderam a racionalidade do ato de comprar e passaram a fazer deste o (des)caminho para a felicidade. Mas não é possível negar a natureza humana e somente seremos felizes quando alcançarmos alguns dos reais valores de nossa existência: amor, amizade, paz, serenidade, alegria de viver.

5. Devastação do Meio Ambiente

5.1. Consumo desigual

5.1.1. Enquanto uns consomem muito mais do que suas necessidades básicas, outros sofrem com a falta de recursos. De acordo com o mesmo relatório do WWI (2010), um estudo do ecologista Stephen Pacala, da Universidade de Princeton, sobre a emissão de gás carbônico na atmosfera, revela que as 500 milhões de pessoas mais ricas do planeta (7% da população mundial) são responsáveis pela emissão de 50% do gás carbônico, enquanto três bilhões de pessoas mais pobres são responsáveis por apenas 6% das emissões deste gás.

5.2. Segundo o relatório Planeta Vivo (WWF, 2008), a população mundial já consome 30% a mais do que o planeta consegue repor. Hoje extraímos anualmente 60 bilhões de toneladas de recursos naturais. 50% a mais do que extraíamos 30 anos atrás. No Brasil em 2018 nosso País produziu cerca de 79 milhões de toneladas de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos). 51% matéria orgânica 49% materiais de todo tipo.

5.2.1. Essa quantidade monumental de lixo provoca um grande impacto socioambiental, especialmente se considerarmos que a maioria das cidades brasileiras não possui um depósito adequado para o mesmo.

6. CONSEQUÊNCIAS

6.1. Todos nós – Sociedade, Governo e Empresas – somos responsáveis por tudo isso. Mas, cada um destes atores possuem responsabilidades diferentes neste processo. O jornalista André Trigueiro discorreu em uma palestra no TEDx Sudeste em 2010. Com uma linguagem eloquente e provocativa, ele nos leva a refletir sobre o fato de todos os dias levarmos para nossas casas “pequenos pedaços da natureza”. Segundo ele, “sem o consumo consciente não há salvação, não há solução para a humanidade.

7. Extração de recursos

7.1. Segundo o relatório Planeta Vivo (WWF, 2008), a população mundial já consome 30% a mais do que o planeta consegue repor. Hoje extraímos anualmente 60 bilhões de toneladas de recursos naturais. 50% a mais do que extraíamos 30 anos atrás. No Brasil em 2018 nosso País produziu cerca de 79 milhões de toneladas de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos). 51% matéria orgânica 49% materiais de todo tipo.

7.1.1. Essa quantidade monumental de lixo provoca um grande impacto socioambiental, especialmente se considerarmos que a maioria das cidades brasileiras não possui um depósito adequado para o mesmo.