SISTEMA CARDIOVASCULAR

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
SISTEMA CARDIOVASCULAR por Mind Map: SISTEMA CARDIOVASCULAR

1. Rede de vasos sanguíneos pelos quais o sangue circula através de todo o corpo, impulsionado pela contração rítmica do coração.

1.1. FUNÇÕES

1.1.1. Transporte de nutrientes

1.1.2. Transporte de calor

1.1.3. Defesa

1.1.4. Transporte e remoção de excretas

1.1.5. Transporte de gases O² e CO²

1.1.6. Coagulação

1.2. FREQUÊNCIA CARDÍACA

1.2.1. Número de contrações do músculo cardíaco / unidade de tempo, muda conforme idade, estado emocional, atividade física, etc.

1.2.2. REPOUSO - 60 a 80 bpm ATIVIDADE INTENSA - 200 bpm

2. VASOS SANGUÍNEOS

2.1. I. Túnica Externa: tecido conjuntivo fibroso II. Túnica Média: fibras elásticas e musculatura lisa III. Túnica Interna: tecido epitelial uniestratificado

2.2. VEIAS

2.2.1. Paredes mais finas e camada muscular menos desenvolvida

2.2.2. Menor pressão sanguínea, tem válvulas internas

2.3. ARTÉRIAS

2.3.1. Paredes mais espessas e camada muscular bem desenvolvida

2.3.2. Maior pressão sanguínea, não tem válvulas internas

2.4. VÊNULAS, ARTERÍOLAS E CAPILARES

3. CIRCULAÇÃO

3.1. PULMONAR

3.1.1. Sangue POBRE em O² é enviado do coração ao pulmão pela artéria pulmonar para ser reoxigenado

3.2. SISTÊMICA

3.2.1. Sangue rico em O² é levado do coração para o corpo todo e o sangue pobre em O² de volta para o coração

4. CORAÇÃO

4.1. Órgão oco do tamanho de um punho fechado, contrai involuntariamente através de impulsos elétricos

4.2. 2 cavidades atriais 2 cavidades ventriculares

4.3. VASOS DA BASE CARDÍACA

4.3.1. Veias cavas superior e inferior

4.3.2. Arco da artéria aorta

4.3.3. Veias pulmonares

4.3.4. Artéria tronco pulmonar

4.4. VÁLVULAS CARDÍACAS

4.4.1. Válvula tricúspide e mitral (DIÁSTOLE)

4.4.2. Válvula pulmonar e aórtica (SÍSTOLE)

5. ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA DO CORAÇÃO

5.1. Nodo Sinoatrial, Nodo Atrioventricular, Feixe Atrioventricular, Fibras de Purkinje

5.2. 1.Excitação cardíaca começa no Nó Sinoatrial (N.A) e se espalha pelos atrios por meio das junções comunicantes e das vias internodais.

5.3. 2.Os Átrios D e E se contraem ao mesmo tempo. A corrente elétrica chega ao Nó Atrioventricular (A.V).

5.4. 3.Se propaga pelo Feixe de His e por seus Ramos Direito e esquerdo ao longo do Septo Interventricular até o Ápice do Coração.

5.5. 4. No Ápice, as Fibras de Purkinje conduzem os Potenciais de Ação em direção as paredes Ventriculares, contraíndo-as.

6. MOVIMENTOS CARDÍACOS

6.1. contração dos ÁTRIOS e depois VENTRÍCULOS (dois lados se contraem ao mesmo tempo e de modo controlado)

6.2. DIÁSTOLE: Contração dos Ventrículos SÍSTOLE: Relaxamento dos Ventrículos

7. CICLOS CARDÍACOS

7.1. 1. Abertura valva atrioventricular

7.2. 2. Enchimento ventricular rápido

7.3. 3. Enchimento ventricular lento

7.4. 4. Contração atrial

7.5. 5. Fechamento valva atrioventricular

7.6. 6. Contração isovolumétrica

7.7. 7. Abertura valvas semilunares

7.8. 8. Ejeção ventricular rápida

7.9. 9. Ejeção ventricular lenta

7.10. 10.Fechamento valvas semilunares

7.11. 11.Dilatação isovolumétrica

8. CONTRAÇÃO MUSCULAR

8.1. 1.DESPOLARIZAÇÃO

8.1.1. Abertura dos canais de Na+ -> Membrana fica mais excitável (positiva ) -> Canais de Na+ se inativam rapidamente.

8.2. 2. PLATÔ

8.2.1. Fechamento do canais de Na+ -> Abertura dos canais de Ca++ -> Efluxo de Ca++ do retículo sarcoplasmático para o citoplasma -: Ca++ estimula o deslizamento dos miofilamentos.

8.3. 3. REPOLARIZAÇÃO

8.3.1. Reabsorção do Ca++ pelo retículo sarcoplasmático -> Abertura dos canais de K+ -> Efluxo (saída) de K+ -> Membrana volta a negativar até chegar no Potencial de Repouso

9. ELETROCARDIOGRAMA

9.1. Registro composto dos Potenciais de Ação produzidos pelas fibras musculares cardíacas durante cada batimento

9.2. Onda P – Despolarização ATRIAL

9.3. Complexo QRS – Despolarização VENTRICULAR

9.4. Onda T – Repolarização VENTRICULAR