Origem da gestão de processos de negócios

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Origem da gestão de processos de negócios por Mind Map: Origem da gestão de processos de negócios

1. o que é

1.1. É uma filosofia gerencial que consiste, essencialmente, na quebra do paradigma funcional, propondo uma visão interfuncional de como os processos ponta a ponta podem ser mais bem-gerenciados, a fim de eliminar os efeitos dos conflitos internos

1.2. Busca aumentar a eficiência, entregar valor ao cliente e gerar retorno sobre os investimentos de maneira centrada nos processos e em consonância com as estratégias empresariais estabelecidas

2. tipos de processo

2.1. Processos Primários: é um processo tipicamente interfuncional ponta a ponta e até interorganizacional, que agrega valor diretamente para o cliente

2.2. Processos de Suporte: entregam valor para outros processos e não diretamente para os clientes

2.3. Processos de Gerenciamento: têm o propósito de medir, monitorar, controlar atividades e administrar o presente e o futuro do negócio

2.4. A análise dos processos nas empresas implica a identificação de suas diversas dimensões, tais como fluxo, sequências das atividades, esperas e duração do ciclo, dados e informações, pessoas envolvidas e dependências entre as partes

3. hierarquia de processos

3.1. Fundamental para identificação dos processos essenciais e análise sistêmica das organizações

3.2. A existência de uma hierarquia entre processos ocorre através da divisão em subprocessos, atividades e tarefas

3.2.1. O subprocesso é uma parte do macroprocesso que desempenha um objetivo específico dentro do processo principal. Cada subprocesso é constituído por um determinado número de atividades que podem ou não fazer parte de um mesmo departamento. Cada atividade é constituída por um determinado número de tarefas que indicam como um trabalho deve ser executado.

4. Business Process Management – BPM (Gestão de Processos de Negócios)

4.1. A abordagem administrativa para a gestão por processos está fundamentada na Teoria Geral dos Sistemas – TGS

4.1.1. A teoria geral de sistemas busca produzir teorias e formulações conceituais que possam criar condições de aplicação na realidade empírica

4.1.2. Os pressupostos básicos da teoria geral de sistemas são: Existe uma nítida tendência para a integração entre as ciências naturais e sociais; Essa integração parece orientar-se rumo a uma teoria dos sistemas; Essa teoria de sistemas pode ser uma maneira mais abrangente de estudar os campos não físicos do conhecimento científico, especialmente as ciências sociais; Essa teoria de sistemas, ao desenvolver princípios unificadores que atravessam verticalmente os universos particulares das diversas ciências envolvidas, aproxima-nos do objetivo da unidade da ciência; Isso pode levar a uma integração muito necessária da educação científica.