A Química das águas naturais

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
A Química das águas naturais por Mind Map: A Química das águas naturais

1. Demanda de oxigênio

1.1. Oxigênio molecular dissolviod (OD) é um principal agente oxidante.

1.1.1. Oxigênação ocorre através do processo de aeração, quanto maior movimento, maior sua taxa de aeração.

1.1.1.1. Muito OD na água não significa, necessariamente, que aquele meio é saudável.

1.2. Matéria orgânica é oxidada pelo OD.

1.3. Determinação da demanda de oxigênio

1.3.1. Método de Wincler

1.3.2. Método eletrométirico - oxímetro

2. Demanda bioquímica de oxigênio (DBO)

2.1. Quantidade de oxigênio consumido por microoganismo para degradar a matéria orgânica presente na água.

2.2. O cálculo de DBO é realizado em 5 dias, a 20°C de incubação, com medição de OD no início, após os cinco dias, é medido novamente o OD, a diferença da medição inicial e final, é o DBO da amostra.

3. Poluição Térmica

3.1. Ocorre qunado a água é aquecida artificalmente. Geralmente a água aquecida vem de usinas nucleares; apresenta menor quantidade de OD, e isso se dever porque a solubilidade de um gás em um líquido diminui à medida que a temperatura aumenta.

4. Decomposição de matéria orgânica

4.1. Aeróbica

4.1.1. Oxigênio dissolvido no meio por bactérias aeróbicas

4.2. Anaeróbica

4.2.1. Sem oxigênio dissolvido no meio; bactérias anaeróbicas. Geralmente encontramos esses meios em águas estagnadas como fundos de lagos e pântanos.

4.3. Matéria ôrganica decomposta pode gerar metano; Os biodigestores são equipamentos que auxiliam na transformação do gás carbonico em metano

4.4. Hidratos de Metano

4.4.1. São sólidos formados a partir da combinação de moléculas de água, na forma de cristais de gelo, que aprisionam gases. Em condições alta pressão e baixa temperatura.

5. Compostos de enxofre na água

5.1. São protudos da decomposição de proteínas, e essas proteínas são formadas por aminoácidos, quando há a quebra dessas proteínas e liberação desses aminoácidos, e esses subprodutos podem conter enxofre, caracterizado pelo péssimo odor.

6. Demanda química de oxigênio (DQO)

6.1. Tem um processo mais rápido que a DBO; Em seu processo, é medido a quantidade de oxigênio dissolvido na oxidação de matéria orgânica, mas dessa vez, por um agente químico.

6.1.1. Aumento da concentração de DQO se deve a despejos de origem industrial, isso por geralmente ser uma matéria difícil de ser consumida naturalmente.

6.2. Pode ser feita em até duas horas de teste, dependendo de cada situação.

7. Compostos de nitrogênio na água

7.1. Nitrificação

7.1.1. Formação de nitratos e nitritos as partir de compostos de nitrogênio na forma de amônia e amônio.

7.2. Desnitrificação

7.2.1. É o processo inverso da nitrificação. É a conversão do nitrito e do nitrato em gases, onde esses gases vão para a atmosfera, fazem sua ficção, formando amônia e amônio, seguindo o ciclo.

7.3. Processo de Haber-Bosch

7.3.1. Criado a princípio para a criação de explosivos na segunda guerra mundial. Consistia basicamente na fixação do nitrogênio para a produção de fertilizantes, aumentando a produção de alimentos e atendendo as necessidades da época.

8. Excesso de nitrado

8.1. Processo de eutrofização de águas, causando crescimento em massa de plantas e algas, por excesso de nutrientes, nitrogênio (forma de nitrato) e fósforo, por exemplo.

8.2. Metehemoglobinemia infantil ou animal "Doença do bebê azul". NO3 e transformada em NO2 na disgestão, onde este vai até a corrente sanguínea, e oxida e hemoglobina, formando a metehemoglobina bloqueando o transporte de oxigênio.

8.3. Formação de nitrosaminas. Compostos carcinogênicos, mutagênicas e teratogênicos. Chegam até as pessoas através de alimentos em conserva, que geratlemente contém nitrito de sódio.