Sistema gastrointestinal do idoso (Principais alterações)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Sistema gastrointestinal do idoso (Principais alterações) por Mind Map: Sistema gastrointestinal do idoso (Principais alterações)

1. Língua

1.1. Atrofia ou perda das papilas gustativas;

1.2. Língua saburrosa (ocasionada pelo acúmulo de restos alimentares, bactérias e células mortas no dorso da língua.

2. Glândulas salivares

2.1. Xerostomia (boca seca);

2.2. Aumento da sua viscosidade;

2.3. Perda da sensação de texturas dos alimentos;

2.4. Dificuldade de processamento do bolo alimentar.

3. Esôfago

3.1. Diminuição da pressão do esfíncter (maior incidência de refluxo);

3.2. Redução do movimento peristáltico;

3.3. Engasgo, disfagia, sensação de retenção de alimento na garganta.

4. Pâncreas

4.1. Os níveis de insulina no sangue aumentam, mas a sensibilidade ao hormônio diminui, levando a diabetes tipo 2 e intolerância à glicose;

4.2. Discreta redução na produção de lipase e bicarbonato;

4.3. Propensão a doença biliar e cálculos biliares.

5. Fígado

5.1. Alteração da metabolização de drogas e nutrientes;

5.2. Redução do fluxo sanguíneo hepático em torno de 35% levando a redução na excreção de substâncias tóxicas;

5.3. Diminuição da velocidade de regeneração;

5.4. Redução de síntese e degradação de proteínas;

5.5. Redução da secreção de albumina em até 20% e de colesterol.

6. Intestino delgado

6.1. Redução de vilosidades intestinais e possível diminuição na absorção de algumas vitaminas.

6.2. Predisposição a diarreia e osteopenia e também um pequeno declínio da função imunológica intestinal;

6.3. Aumento do tempo de trânsito intestinal, que pode levar a constipação.

7. Intestino grosso

7.1. Diminuição da percepção anorretal;

7.2. Perda do tônus da parede muscular;

7.3. Peristaltismo lento com maior chance de constipação.

8. Vesícula Biliar

8.1. Aparecimento de cálculos biliares (colecistite).

9. Reto e Ânus

9.1. Alterações da musculatura do esfíncter anal, com espessamento e redução de força muscular;

9.2. Propensão à incontinência fecal ;

9.3. Constipação intestinal frequente pode causar hemorroida e fissura anal.