Doença genética Síndrome de manx

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Doença genética Síndrome de manx por Mind Map: Doença genética Síndrome de manx

1. . A ausência de cauda nos gatos Manx resulta de uma mutação que dá origem a um gene letal recessivo(aa).

2. Segundo as previsões mendelianas de expressões genéticas. O acasalamento de dois gatos Manx (Aa) heterozigóticos, resultam numa relação fenotípica de dois heterozigóticos gatos Manx(Aa), um homozigótico dominante(AA) que seria o gato normal com cauda e um homozigótico recessivo(aa) que falece prematuramente.

3. O exemplo da síndrome de Manx segundos as leis mendelinas são classificadas como um padrão de doenças hereditárias que por sua vez são um conjunto de doenças genéticas caracterizadas por transmitir-se de geração em geração, (não podendo pular gerações) isto é de pais a filhos, na descendência e que se pode ou não manifestar em algum momento de suas vidas.

4. A- alelo dominante (fenótipo normal, com cauda) a- alelo recessivo (fenótipo sem cauda) Aa - 50% indivíduos heterozigóticos (gatos Manx) AA - 25% indivíduos homozigóticos dominantes (gatos normais, com cauda) aa - 25% indivíduos homozigóticos recessivos (não viáveis - morte prematura)

5. Característica dessa doença genética hereditária: O Manx é um gato arredondado com cabeça redonda, olhos redondos, arredondamento na base dos bigodes e base da calda redonda. As orelhas formam um formato de diamante quando vistas por trás. A extremidade traseira do Manx é mais alta do que a dianteira, que fica aparente quando ele está de pé e são competamentes sem cauda.

6. O gene dominante é aquele que determina uma característica e que se expressa com uma predominância.

7. O gene recessivo é um gene cuja característica não aparece expressa.

8. Brenda Vicente Da Silva - 202103009394