Maturação Sexual na Adolescência

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Maturação Sexual na Adolescência por Mind Map: Maturação Sexual na Adolescência

1. Estrógeno

1.1. Responsável pelo desenvolvimento dos caracteres sexuais femininos, controle do ciclo menstrual e desenvolvimento do útero

1.2. Produzido em pequenas quantidades pelos testículos tendo importantes funções no sistema reprodutor masculino

1.2.1. modulação da libido, função erétil e produção de espermatozoides, além de contribuir para a saúde cardiovascular e óssea.

1.3. Controle do ciclo menstrual;

1.4. Desenvolvimento do útero;

1.5. Alargamento dos quadris;

1.6. Estimulação do desenvolvimento da vulva;

1.7. Lubrificação da vagina;

1.8. Hidratação da pele e aumento da produção de colágeno;

1.9. Controle do estado de humor.

1.10. Melhora do fluxo sanguíneo cerebral, da conexão entre os neurônios e da memória;

2. Testosterona

2.1. A testosterona é responsável pelo desenvolvimento das características sexuais secundárias, que estimulam o desenvolvimento masculino (incluindo características que não fazem parte do sistema reprodutor)

2.2. Aumento do tamanho do escroto e dos testículos

2.3. Alongamento do pênis (ao redor dos 11½ a 13 anos de idade)

2.4. Aumento das vesículas seminais e da glândula da próstata

2.5. Crescimento de pelos pubianos

2.6. Crescimento de pelos na face e nas axilas

2.7. A ejaculação torna-se possível

2.8. Crescimento de músculos

2.9. Produzido em pequena quantidade em mulheres.

3. Hormônio do Crescimento

3.1. A ação desse hormônio contribui para o aumento da estatura dos jovens durante a puberdade.

3.2. A sua ausência, ou mesmo baixa secreção, retarda o crescimento, chegando até mesmo a impedir o desenvolvimento do esqueleto dos indivíduos.

3.3. Atua principalmente sobre as epífises, regiões cartilaginosas da estrutura óssea com potencial de distensão, estimulando a multiplicação das células por divisão mitótica.

3.4. alterações drásticas de sua síntese causam sérios danos ao organismo. Na infância, quando em excesso, provoca o gigantismo, sendo a sua falta determinando o nanismo e, como consequência, retardo mental.

4. Vitamina D

4.1. Regular a absorção de cálcio e fósforo pelo organismo, mantém o cérebro funcionando, fortifica ossos, dentes e músculos.

4.2. Fortalece o sistema imunológico

5. FSH

5.1. O hormônio folículo-estimulante (FSH) estimula a secreção de estrogênio, responsável pelo desenvolvimento e maturação dos folículos ovarianos. É o FSH que regula o crescimento, desenvolvimento, puberdade, reprodução e secreção de hormônios sexuais pelos testículos e ovários.

5.2. No homem, o FSH tem a função de estimular a produção de espermatozoides, e os níveis costumam ser estáveis. Já no corpo feminino, a concentração do hormônio passa por variações durante o ciclo menstrual, mantendo-se mais alta nos períodos que antecedem a ovulação.

6. LH

6.1. Nos meninos, o LH e o FSH estimulam a produção de testosterona pelos testículos.

6.2. O LH e o FSH atuam nos ovários das meninas, estimulando a produção de estradiol e progesterona.

7. Progesterona

7.1. A progesterona é um hormônio produzido pelas células do corpo lúteo do útero, sendo responsável por regular o ciclo menstrual da mulher.

7.2. Outra função desse hormônio é a preparação do útero para a gestação.