Cidades e metropolização: as teorias econômicas e as regiões metropolitanas

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Cidades e metropolização: as teorias econômicas e as regiões metropolitanas por Mind Map: Cidades e metropolização: as teorias econômicas e as regiões  metropolitanas

1. Atividades econômicas: a partir de conceitos e variáveis que sema benéficas a essa atividade.

1.1. Economia Regional e Urbana: estuda as Teorias de Localização - Evidenciar as variáveis para implantação de determinada atividade.

1.1.1. Indústria: setor dinâmico - influência nas demais atividades do país.

2. A partir da década de 50, século XX: a intensificação do processo de industrialização e a migração do campo para a cidade, aumentar a população urbana nas cidades do país.

2.1. Brasil século XXI mais de 80% da população reside em área urbana

3. As cidades brasileiras não estavam preparadas para o Êxodo Rural

3.1. A falta de planejamento resultou em grandes desigualdades econômicas e sociais.

3.2. As cidades passaram por intensa urbanização: famílias em busca de educação, saúde e segurança.

3.3. Industrialização tardia no Brasil.

3.4. êxodo Rural ocorreu de forma mais intensa entre as décadas de 60 e 80.

3.5. Industrialização tardia no Brasil.

4. Regiões Metropolitanas: surgiram para organizar as atividades econômicas.

4.1. Porém atualmente estão se formando regiões metropolitanas a partir de cidades médias.

4.1.1. O que demonstra a desconcentração social e econômica dos Estados.

4.2. Após a criação das regiões metropolitanas elas são industrializadas pelo Poder Público.

4.2.1. No Brasil iniciou na Constituição de 1967,

4.2.2. A primeira iniciativa de institucionalização de uma região metropolitana no Brasil foi tomada pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul, no ano de 1968, o qual estabeleceu a Região Metropolitana de Porto Alegre

5. Ciência econômica - Economia Regional e Urbana - Movimentações Territoriais (econômicas e sociais)

5.1. Regiões Metropolitanas; Aglomerações Urbanas; Polos Regionais.

6. Urbanização desordenada: aumenta a pobreza e a falta de emprego.

6.1. Urbanização se consolida no Brasil somente no final do Século XIX e nas primeiras décadas do Século XX.

7. Teorias de Localização: Custos de transporte influenciam a decisão locacional. O local de instalação pode minimizar os custos do transporte de matérias-primas (fonte) e de distribuição de bens produzidos (para o mercado consumidor).

8. Teoria dos Polos de Crescimento: crítica as análises da teoria de localização. Perroux emprega o conceito matemático de espaço abstrato, para analisar relações econômicas, as quais têm origem nas atividades humanas e nas relações que os seres possuem entre si. . (GUBERT et al., 2014).

8.1. Três tipos de regiões econômicas: A região plano, que reúne diversas regiões que tenham o mesmo planejamento de desenvolvimento. A região polarizada, que possui atrativos para as áreas ao seu redor, por causa de suas transações comerciais, transformando-se em um polo. A região homogênea, que é representada por áreas contínuas, que possuem atributos que as aproximam umas das outras.

8.2. O objetivo de sua teoria é verificar por quais motivos algumas empresas e regiões crescem mais do que a média das outras

9. Rio Grande do Sul: Primeiro estado a institucionalizar região metropolitana de Porto Alegre.

9.1. 1968: início da implementação 1973: efetiva institucionalização.

9.2. Na década de 60 a população da capital Porto Alegre ultrapassa 600 mil habitantes

9.3. 1970: Grupo Executivo da Região Metropolitana de Porto Alegre (GERM) que tinha como objetivo executar um planejamento integrado, além de habilitar os governos federais, estaduais e municipais

9.4. Em 1973 era composta por 14 municípios, já em 2012 contava com 34 municípios.

10. Início dos anos 90 haviam 9 regiões metropolitanas no país. 1988 a Constituição deu autonomia para os estados se organizarem e criarem novas regiões metropolitanas.

10.1. 1994: aumento significativo na criação das novas regiões metropolitanas.

11. CAXIAS DO SUL: Polo de Informática.

11.1. 2002 Polo de Moda da Serra Gaúcha

11.2. 2004: Termo de Cooperação, visando o desenvolvimento e crescimento.

11.3. O Polo Moveleiro da Serra Gaúcha abrange diversos municípios da região e tem como cidade-polo o Município de Bento Gonçalves

11.3.1. Bento Gonçalves também é cidade polo da vitivinicultura da Serra gaúcha e abrange diversos municípios da região

12. Vantagens e desvantagens das regiões metropolitanas

12.1. Alto grau de industrialização - desenvolvimento

12.2. Atrativos populacionais que intensificam as migrações.

12.2.1. Grande número de habitantes - falta de serviços básicos para atender a população.

12.3. Desenvolvimento x acumulo de problemas.

12.4. Deficiência nos serviços básicos (água, esgoto e infraestrutura urbana), índices altos de pobreza, problemas ambientais e de segurança.

12.5. Não possuem critérios para a criação de novas regiões. o que acarreta em criações precoces e sem planejamento.