BEHAVIORISMO

Behaviorismo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
BEHAVIORISMO por Mind Map: BEHAVIORISMO

1. BEHAVIORISMO METODOLÓGICO: John B. Watson, baseando-se nos estudos de Pavlov sobre condicionamento, defendia que a psicologia, como ciência, deveria guiar-se unicamente pelo comportamento observável.

1.1. COMPORTAMENTO OBSERVÁVEL: Para Watson é um fenômeno observável, passível de mensuração e concordância entre todos os observadores. Esse comportamento surge a partir de um estimulo presente no ambiente externo ao indivíduo, ou seja, os estímulos ambientais são as causas dos comportamentos

1.2. BEHAVIORISTA METODOLÓGICO: Watson se negava ao mentalismo e introspeccionismo, descartava os estudos relacionados à mente, pensamento e emoções. Se baseava através de observação e experimentação.

1.3. PEQUENO ALBERT: Se tratava de um experimento de CONDICIONAMENTO CLÁSSICO, onde juntamente com Rosalie Rayner, Watson expôs a uma criança de nove meses, um rato de laboratório, a princípio a criança brincava com o rato sem apresentar medo. Porém, todas as vezes que o rato era dado a criança, Watson batia com um martelo, assustando-a. Ao longo do experimento, Albert associou o barulho com o rato, demonstrando medo ao vê-lo, sem ao menos escutar o barulho. A criança, apresentou ansiedade e angústia ao fim do experimento, problemas que ela não tinha anteriormente.

2. CONDICIONAMENTO CLÁSSICO: Surgiu a partir de Ivan Pavlov, fisiologista russo. Se tratava de um um processo que descreve a gênese e a modificação de alguns comportamentos com base nos efeitos do binômio estímulo-resposta sobre o sistema nervoso central dos seres vivos.

2.1. O CÃO DE PAVLOV: O experimento se tratava de um cão que salivava ao ver a comida, ou qualquer sinal que sugerisse a chegada da refeição. Pavlov fez com que o cão associasse alguns mecanismos a comida, um destes foi o som de um sino.

3. O QUE É ? Teoria e método de investigação psicológica que procura examinar do modo mais objetivo o comportamento humano e dos animais, com ênfase nos fatos objetivos (estímulos e reações), sem fazer recurso à introspecção.

4. BEHAVIORISMO RADICAL: Iniciou-se com Frederick Skinner, opondo-se ao BEHAVIORISMO METODOLÓGICO. Essa abordagem, afirmava que o COMPORTAMENTO OBSERVÁVEL era uma externalização de processos mentais não visíveis.

4.1. CONDICIONAMENTO OPERANTE: Skinner foi um dos maiores contribuintes para formação desta metodologia, que consiste no aprendizado que ocorre através de reforços (positivos ou negativos) e punições. O objetivo é entender a relação entre os comportamentos de um animal ao seu ambiente.

4.1.1. REFORÇO POSITIVO: quando algo bom é adicionado, ou seja, o indivíduo é recompensado por determinado comportamento, por exemplo alimento cai na caixa, para ensinar um novo comportamento.

4.1.2. REFORÇO NEGATIVO: quando algo ruim é removido, por exemplo, uma corrente elétrica é interrompida, para ensinar um novo comportamento

4.1.3. PUNIÇAO: Quando algo ruim é adicionado, por exemplo, multa de trânsito, para ensinar a parar um comportamento.

4.2. CAIXA DE SKINNER: O experimento consistia em colocar um rato dentro de uma caixa fechada com uma alavanca, que ao passo que o rato interagisse com a barra, ativava um mecanismo que oferecia ao animal algumas recompensas como água, alimento ou luz, e em alguns modelos, emitia choques