Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
PSICOLOGIA por Mind Map: PSICOLOGIA

1. MOTIVOS DO USO: Suporte social é formado por um grupo de pessoas que se comunicam por texto. A realização sexual através da internet é possível por ser mais fácil de realizar as fantasias das pessoas. Criação de persona é o modo de alguém se comportar na internet de forma diferente de como age na vida real.

2. TERAPIA METACOGNITIVA: alterar a relação do indivíduo com seus pensamentos disfuncionais ao invés de alterar o conteúdo deles.

3. MINDFULNESS: Técnica da atenção plena, promoção de saúde baseada no treino atencional e aceitação psicológica.

4. TERAPIA DE ACEITAÇÃO E COMPROMISSO: Tem como objetivo identificar o sofrimento decorrente da reação das coisas que não podemos mudar, para abrir espaço para novas formas de lidar com elas.

5. TERAPIAS CONTEXTUAIS

5.1. SÃO AS TÉCNICAS UTILIZADAS PARA AJUDAR O INDIVIDUO A PERCEBER A RELAÇÃO ENTRE SEUS EVENTOS PRIVADOS E PÚBLICOS. PROMOVENDO A SAÚDE SENDO AS MUDANÇAS EM PROCESSOS.

5.1.1. TERAPIA COMPORTAMENTAL DIALÉTICA: A importância de contemplar a necessidade de mudança e de validação da experiência psíquica individual.

5.1.2. TERAPIA FOCADA NA COMPAIXÃO: é a técnica que foca em treinamento da mente compassiva com o objetivo de regular emoções.

6. O QUE É SER PSICÓLOGO?

6.1. Ser psicólogo é poder cuidar bem de quem precisa e ajudá-lo a melhorar sua saúde mental.

7. TRANSTORNOS POR USO DE SUBSTÂNCIA

7.1. O tratamento é um desafio por ter baixa adesão e os resultados são baixos.

7.2. São utilizados simultaneamente diversos tratamentos como o farmacológico com acompanhamento psicológico

7.3. A avaliação tem como objetivo desenvolver um vinculo terapêutico, compreender a extensão e as consequências do uso, a motivação para o tratamento e etc.

7.4. Ao final da avaliação é oferecido o feedback para o paciente, o diagnóstico e o programa para tratamento indicado.

8. DEPENDÊNCIA DE INTERNET

8.1. Os dependentes da internet fazem o uso por 38,5 horas por semana e não desejam diminuir o uso.

8.2. O tempo de utilização da internet influencia na qualidade de vida.

8.3. As redes sociais provocam interferência nas relações sociais e isso é prejudicial.

8.4. NOMOFOBIA é a angustia relacionada a falta de contato com o mundo virtual. E pode gerar outros agravos como PHUBBING que é o ato de se afastar do que é real e focar no virtual. CIBERCONDRIA pesquisar na internet por sintomas e doenças para identificar patologia. DEPRESSÃO FACEBOOK é a necessidade de provocar atenção e inveja em outros.

8.5. As intervenções são focadas em controlar e diminuir o uso da internet e restabelecer o contato presencial e o uso do tempo livre em outras atividades.

9. SINTOMAS SOMÁTICOS

9.1. Quando alguém apresenta sintomas que não são identificados em exames laboratoriais significando que pode haver uma origem psicológica

9.2. TRANSTORNO DE SOMATIZAÇÃO: são sensações gastrointestinais não produzidas de forma intencional.

9.3. TRANSTORNO SOMATOFORME DIFERENCIADO: as queixas somáticas múltiplas não podem ser identificadas no transtorno de somatização.

9.4. TRANSTORNO HIPOCONDRÍACO: preocupação persistente em ter um ou mais transtornos físicos sérios e progressivos.

9.5. TRANSTORNO AUTONÔMICO SOMATOFORME: sintomas que aparentam ser decorrentes de um distúrbio orgânico.

9.6. TRANSTORNO DOLOROSO SOMATOFORME PERSISTENTE: dor grave, persistente e angustiante relacionada a conflitos emocionais e a problemas psicossociais.

9.7. BODILY DISTRESS DISORDER: presença de sintomas corporais que provocam angustia no indivíduo.

10. PSICOSE

10.1. Transtorno do espectro da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos com as seguintes características clínicas: delírios, alucinações, desorganização do pensamento, comportamento desorganizado e sintomas negativos.

10.2. Na avaliação não é utilizado uso diretivo de entrevista, tentando não focar nos delírios e sim no que o paciente deseja falar.