Novas orientações epistemológicas

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Novas orientações epistemológicas por Mind Map: Novas orientações epistemológicas

1. Karl Popper

1.1. Rejeitou o relato tradicional observacionalista-indutivista do método científico.

1.2. Propôs o falseamento empírico como critério para distinguir o trabalho científico do não-científico.

1.3. Usa a refutabilidade como critério para definir o que é, e o que não é ciência.

1.4. Qualquer afirmação científica baseada em observação jamais poderá ser considerada uma verdade absoluta ou definitiva.

2. Thomas Kuhn

2.1. A ciência é um tipo de atividade que consiste em resolver problemas dentro de uma unidade metodológica chamada paradigma.

2.2. Defende que a ciência funciona a partir de revoluções que ocorrem quando paradigmas velhos são substituídos por novos após períodos de acúmulo de conhecimento.

3. Paul Feyerabend

3.1. Acredita que não existe um método científico universal porque a ciência é um empreendimento anárquico.

3.2. O avanço da ciência se dá ao violar as regras metodológicas impostas.

3.3. As teorias devem sempre ser vistas como aproximações e jamais como definições.

3.4. Não se pode atingir a verdade, apenas se aproximar dela.

3.5. Para ele tudo era válido como ciência, pois nenhum regramento seria capaz de delimitar um fenômeno anárquico que funciona através da quebra de regras.

4. Luiz Filipe Braga - 3º Ano