Problemas Craniofaciais

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Problemas Craniofaciais por Mind Map: Problemas Craniofaciais

1. -

2. -

3. Agenesia parcil

3.1. A agenesia é a falta de pelo menos um dente, excluindo os terceiros molares (sisos).

3.2. A agenesia do corpo caloso (ACC) é uma enfermidade congênita que pode ocorrer durante o primeiro trimestre de gestação e é influenciada por uma anormalidade migratória do telencéfalo. Trata-se de uma patologia incomum, que pode ser parcial ou total.

3.2.1. Agenesia Oligodontia: refere-se à falta de seis ou mais dentes, excluindo terceiros molares.

3.2.1.1. Agenesia Anodontia: corresponde a ausência total dos dentes permanentes

3.3. O termo hipodontia é usado para descrever agenesias de um a seis dentes, excluído os terceiros molares, oligodontia para a ausência de mais de seis dentes e anodontia para a ausência completa de dentes.

4. O gene é um segmento de uma molécula de DNA (ácido desoxirribonucleico) responsável pelas características herdadas geneticamente. Cada gene é composto por uma sequência específica de DNA (as letras A, T, C e G) que contém uma “receita” para produzir uma proteína que desempenha uma função no organismo.

5. -

6. -

7. Sistema dental

7.1. Esmalte: tecido mineralizado que recebe a coroa anatômica. É produzido pelos ameloblastos. O esmalte não é uma estrutura estática, pois ele perde e ganha minerais.

7.1.1. -

7.1.2. -

7.2. -

7.3. -

7.4. Cemento: é um tecido duro é composto que cobre toda a raiz do frente desde o do dente até o ápice.

7.4.1. -

7.5. Periodonto: tem a principal função de proteger e fixar o dente no seu alvéolo acompanhando os movimentos dos dentes através de suas fibras colágenas.

7.5.1. -

7.6. Polpa do dente: é um tecido conjuntivo frouxo que se caracteriza pela grande abundância de água, cerca de 90,0g%

7.6.1. -

8. Gene são peliotrópicos, pois são capazes de influenciar muitas características morfológicas. Dessa forma, uma mutação deletéria, apesar de produzir um único efeito ao nível molecular, pode resultar em uma síndrome repleta de anomalias morfológicas.

8.1. -

8.2. Cada uma das anomalias congênitas específicas discutidas aqui normalmente pode estar associada a muitas síndromes genéticas diferentes, algumas das quais recebem nomes específicos (p. ex., síndrome de Treacher Collins). Por causa da grande quantidade de síndromes, as discussões focalizam as diferentes manifestações estruturais.

8.3. A causa genética da síndrome de Richieri-Costa Pereira, uma rara doença que provoca anomalias craniofaciais e defeitos na formação das mãos e dos pés, acaba de ser determinada. A alteração se caracteriza pelo excesso de repetições de um trecho do gene rico nos nucleotídeos C (citosina) e G (guanina), duas das quatro bases nitrogenadas que formam o DNA.