Os Meios de Comunicação - As extensões do Homem

Create a To-Do list for your upcoming tasks

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Os Meios de Comunicação - As extensões do Homem por Mind Map: Os Meios de Comunicação - As extensões do Homem

1. Aldeia global

1.1. • Toda a evolução tecnológica estivesse caminhando no sentido de formar uma aldeia, em que a qualquer distância seja possível a comunicação direta. As formas de comunicação da aldeia são essencialmente bidirecionais e entre dois indivíduos. Somente com a invenção do tele móvel e da internet é que o conceito se começa a concretizar. O princípio que preside a este conceito é o de um mundo interligado, com estreitas relações econômicas, políticas e sociais. A ideia de global é verdadeiramente ampla, uma notícia em determinado lugar do mundo pode repercutir para todos os países e ter influências econômicas, culturais e sociais . Podemos então dizer que o isolamento cada vez maior das pessoas no mundo globalizado se deve à internet, pois por meio dela nós temos a sensação de estarmos nos relacionando com o mundo (pessoas, informações, consumo, etc.) mas na verdade estamos no ambiente isolado e individualizado de nossas residências

2. Tese central

2.1. Evolução das mídias, linguagem e classificação dos meios

2.1.1. Compreender o que se passou na evolução do homem em seu esforço em desenvolver-se e adaptar o mundo às suas necessidades criando tecnologias que lhe aprimoraram os sentidos e o poder de formar culturas. Entender os efeitos que as tecnologias desenvolvidas pelo homem tinham sobre os aspectos sociais e psicológicos.

2.2. Meios quentes e meios frios

2.2.1. Classifica os meios de comunicação como quentes ou frios. • Os quentes são os meios que prolongam um de nossos sentidos e possuem alta saturação de dados ("alta definição"). Estes meios nos oferecem um excesso de informação sem precisar de intervenção dos demais sentidos humanos. • Os meios frios requerem um maior engajamento do espectador, fazendo-o usar vários sentidos simultaneamente. Menos informação é disponibilizada ("baixa saturação") e é necessário a intervenção dos demais sentidos para preencher os vazios deixados pelo meio.

2.3. O Meio é a Massagem

2.3.1. • O meio ou o canal em que a mensagem é transmitida interfere muito mais no impacto dela, do que o próprio conteúdo, conforme ele mesmo havia teorizado. Pois, com a mudança desta última palavra, o título teria quatro leituras possíveis: message (mensagem), mess age (era da bagunça), massage (massagem) e mass age (era da massa).

3. Expressão

3.1. Os meios de comunicação como extensão do ser humano

3.1.1. O autor defende a ideia de que todos os meios são extensões dos sentidos humanos (chamado por ele de "prótese técnica"). Meio é definido por McLuhan como toda forma de interação social e as formas pelas quais se estabelecem relações de poder, ora por dependência, ora por cooperação e ora por dominação. Essas formas de extensões são simbióticas e nos explicam a transformação da sociedade frente às novas tecnologias que mudou nossa percepção de espaço e de tempo. O papel e a caneta são extensões do sentido da memória (que hoje já evoluíram para os palmtops., a roda seria extensão dos nossos pés e da habilidade de locomoção e o telefone seria a ampliação da nossa fala.