Bibliotecas, Arquivos e Museus Digitais

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Bibliotecas, Arquivos e Museus Digitais por Mind Map: Bibliotecas, Arquivos e Museus Digitais

1. Administrativos

1.1. todas as ferramentas e dados necessários para a preservação da informação digital, controle de acesso a essa informação e controle de localização e mobilidade de sites e endereços na internet como um todo.

2. Estruturais

2.1. Importantes para definir a forma, tamanho e cor das fontes, a localização de figuras, sons, tabelas etc., entre outros aspectos da apresentação de um documento digital.

3. Descritivos

3.1. Descrevem o recurso: “etiquetas” colocadas antes de dados relevantes (exemplo: autor, título, assunto)

4. Documentação, objeto e memória digital

4.1. Mundo Digital

4.2. Definição de Arquivo, Museu e Biblioteca

4.2.1. Biblioteca: "[...] um lugar que define o conhecimento partilhado por uma comunidade e que conserva a sua memória histórica." (Lyman, 1994).

4.2.2. Arquivo: é o conjunto de documentos produzidos e recebidos por uma entidade coletiva, pública ou privada, família ou pessoa, no desempenho de suas atividades, independente da natureza dos suportes materiais, conservados por seus criadores e para seu próprio uso, sendo transferido à instituição arquivística competente em razão de seu valor arquivístico.

4.2.3. Museu: são casas que guardam e apresentam sonhos, sentimentos, pensamentos e intuições que ganham corpo através de imagens, cores, sons e formas. São pontes, portas e janelas que ligam e desligam mundos, tempos, culturas e pessoas diferentes.

4.3. Documento digital? Eletrônico?

4.4. Era Virtual

4.5. O Futuro dos Livros??

4.5.1. A muito ainda o que se discutir e estudar, mas o que se vê é uma interação entre o digital e o físico, grupos acreditam que o livro irá acabar e outros acreditam que haverá os dois.

5. Bibliotecas no contexto digital

5.1. Biblioteca Eletrônica

5.1.1. “Uma coleção organizada e administrada de informações numa variedade de meios (textos, imagem fixa, imagem em movimento, som, ou suas combinações, porém todos em formato digital.” (OPPENHEIM, 1997)

5.2. Biblioteca Virtual

5.2.1. Biblioteca virtual é o conceito de virtualização das bibliotecas tradicionais. Basicamente, se refere à ideia de uma biblioteca intangível, ou seja, um serviço de informação sem infra-estrutura física que oferece materiais exclusivamente em formato digital.

5.3. Biblioteca Híbrida

5.3.1. O termo “biblioteca híbrida” começou a ser utilizado em 1998 em função da variedade de fontes de informações disponibilizadas em rede que provocaram mudanças na estrutura bem como na prestação de serviços (BLATTMANN, 2001, P. 103).

5.4. Biblioteca Digital

5.4.1. “Uma Biblioteca Digital (BD) pode ser vista como uma instituição (podendo ser virtual), que realiza a coleta sistemática, gerencia e preserva conteúdos digitais, além de oferecer funcionalidades sobre estes conteúdos aos seus usuários, funcionalidades estas de qualidades mensuráveis e de acordo com políticas bem definidas”. (Pontes; Lima; 2013)

5.5. Biblioteca on-line

5.5.1. A biblioteca deixa de ser um tranquilo depósito de livros para tornar-se o ponto focal de pesquisa variada, acessada a qualquer hora por usuários virtuais de vários lugares do mundo (LEVACOV, 1997, p.126).

5.6. Repositórios Institucionais

5.6.1. são coleções que capturam e preservam a produção intelectual de uma ou mais universidades ou comunidades.

5.7. Museu Virtual

5.7.1. O museu virtual é um espaço virtual de mediação e de relação do patrimônio com os utilizadores. É um museu paralelo e complementar que privilegia a comunicação como forma de envolver e dar a conhecer determinado patrimônio.( HENRIQUES,2004)

6. Digitalização/preservação e aspectos legais

6.1. Preservação Digital

6.2. Direitos Autorais

6.3. Rede Brasileira de Serviços de Preservação Digital – Rede CARINIANA

6.4. Os 10 mandamentos da preservação digital

6.4.1. 1. Manterás uma política de preservação

6.4.2. 2. Não dependerás de hardware específico

6.4.3. 3. Não dependerás de software específico

6.4.4. 4. Não confiarás em sistemas gerenciadores como única forma de acesso ao documento digital

6.4.5. 5. Migrarás seus documentos de suporte e formato periodicamente

6.4.6. 6. Replicarás os documentos em locais fisicamente separados

6.4.7. 7. Não confiarás cegamente no suporte de armazenamento

6.4.8. 8. Não deixarás de fazer backup e cópias de segurança

6.4.9. 9. Não preservarás lixo digital

7. Organização da informação

7.1. Metadados

7.1.1. Dados associados a um sistema informação ou a um objeto de informação para fins de descrição, administração, requisitos legais, funcionalidade técnica, utilização e uso e preservação (DCMI - Dublin Core Metadata Initiative)

7.1.2. Os metadados facilitam gerenciar e recuperar informação, esteja na forma eletrônica (páginas web, documentos digitais, imagens, áudio, etc.) ou não eletrônica.

7.2. Interoperabilidade

7.2.1. capacidade de as bibliotecas digitais trocarem e compartilharem documentos, consultas e serviços