Organização e Tratamento da Informação

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Organização e Tratamento da Informação por Mind Map: Organização e Tratamento da Informação

1. Representação da Informação

1.1. É um sistema de relação entre signos e significados, através da utilização da linguagem para a representação de informações documentais.

2. Indexação

2.1. Linguagens de Indexação

2.1.1. São linguagens artificiais que servem para representar adequadamente o conteúdo de um documento.

2.2. Etapas

2.2.1. 1 - Leitura do texto

2.2.2. 2 - Análise de Assunto: identificação e seleção de conceitos do documento.

2.2.3. 3 - Tradução: tradução dos conceitos por meio de linguagens documentárias

2.3. Análise de Assunto

2.3.1. Processo de extrair conceitos que traduzam a essência de um documento.

2.3.1.1. Etapas:

2.3.1.1.1. 1 - Compreensão do conteúdo do documento

2.3.1.1.2. 2 - Identificação do conceito que representa este conteúdo

2.3.1.1.3. 3 - Seleção dos conceitos válidos para recuperação

3. Catalogação

3.1. Registro de um conjunto de informações sobre um determinado documento em um banco de dados que permitirá que ele seja localizado pelo usuário.

4. Metadado

4.1. São dados sobre dados, ou seja, informações sobre um determinado conteúdo, utilizados para facilitar o entendimento, uso e gerenciamento de dados.

5. Classificação

5.1. Classificação Bibliográfica

5.1.1. Objetivos

5.1.1.1. Sistematizar documentos segundo os assuntos de que tratam ou a sua natureza:

5.1.1.1.1. para ordenar os documentos nas estantes ou arquivos

5.1.1.1.2. a partir de diferentes princípios

5.1.1.1.3. para ordenar as referências nas bibliografias ou nas fichas dos catálogos

5.1.2. Abrangência

5.1.2.1. Classificações Gerais (ou enciclopédicas):

5.1.2.1.1. Sistematizam todo o conhecimento humano: CDD, CDU, Bliss, Cutter, Colon Classification, etc.;

5.1.2.2. Classificações Especializadas:

5.1.2.2.1. Sistematizam conhecimentos de um domínio específico: Classification for Medical Libraries, United Classification for the Construction Industry (Uniclass), etc.

5.1.3. Estrutura

5.1.3.1. 1 - Enumerativo:

5.1.3.1.1. Apresentam todas as combinações de assuntos possíveis, e seus respectivos símbolos, prontos: Classificação da Biblioteca do Congresso e Classificação de Rider

5.1.3.2. 2 - Semi‐enumerativo:

5.1.3.2.1. Apresentam símbolos prontos para alguns assuntos e permitem a síntese para assuntos compostos: CDD / Brown / CDU (semi‐facetado) / Bliss (semi‐facetado)

5.1.3.3. 3 - Analítico‐sintético:

5.1.3.3.1. Apresentam símbolos para os assuntos simples, deixando livre a combinação de símbolos para os assuntos compostos: Classificação de Dois Pontos (Colon Classification).

5.2. CDD e CDU

5.2.1. CDD

5.2.1.1. Características

5.2.1.1.1. Organiza todo o conhecimento em apenas dez classes, que apresentam divisões e subdivisões.

5.2.1.1.2. Utiliza recursos mnemônicos que consistem na repetição freqüente de esquemas-padrão, que ajudam a fixar na memória a estrutura do sistema.

5.2.1.1.3. Adota a notação simples ou pura, de números arábicos trabalhados em frações decimais, cuja base é constituída por 9 dígitos.

5.2.1.2. Incorporação de características ao Sistema de Dewey para enriquece-lo.

5.2.1.2.1. As principais modificações em relação estrutura do Dewey foram os corte dos zeros finais, a colocação de ponto após cada grupo de três algarismos e o uso de sinais gráficos na composição da notação.

5.2.2. CDU

5.2.2.1. Objetivo

5.2.2.1.1. O objetivo da CDU foi o de compilar o Repertório Bibliográfico Universal, que pretendia criar um índice classificado que abrangeria todas as informações publicadas no mundo.

5.2.2.2. Criadores

5.2.2.2.1. Paul Otlet

5.2.2.2.2. La Fontaine

5.2.2.3. Características

5.2.2.3.1. Mono‐hierárquica

5.2.2.3.2. Exaustiva e específica

5.2.2.3.3. Sistema decimal

5.2.2.3.4. Linguagem universal e Enciclopedica

5.2.2.3.5. Analítico‐sintética

5.2.2.4. Princípios Fundamentais

5.2.2.4.1. Linguagem artificial: criada a priori, com notações estabelecidas antes da análise nos documentos, com notações inalteráveis para representar um assunto.

5.2.2.4.2. Linguagem pré‐coordenada: são as notações prontas para assuntos compostos.

5.2.2.4.3. Linguagem normalizada: é aquela sempre preocupada em estar de acordo com as instruções de organismos de normalização nacionais e internacionais.

5.2.2.5. Edições

5.2.2.5.1. Tipos

5.2.2.5.2. Edição Arquivo Mestre

5.2.2.5.3. Edição mais Completa

5.2.2.6. Responsáveis pela manutenção e atualização

5.2.2.6.1. Mundo

5.2.2.6.2. Brasil

5.2.2.7. Tipo de uso mais adaptável

5.2.2.7.1. A CDU é utilizada em vários tipos de unidades de informação e seu uso melhor se adapta às UI especializadas, devido a possibilidade de aplicar especificidade de assunto ao usar sinais que indicam relação entre eles, e também pelo uso das tabelas.