Acumulação Primitiva de Capital - APC

Plan your website and create the next important tasks for get your project rolling

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Acumulação Primitiva de Capital - APC por Mind Map: Acumulação Primitiva de Capital - APC

1. Arrendatários Capitalistas

1.1. Processo Lento.

1.2. Baillif.

1.3. Metayer.

1.4. Relação com o Landlord.

1.5. Revolução Agrícola.

1.6. Usurpação das pastagens comunais.

1.7. Aumento do preço dos produtos agrícolas.

1.8. Arrendatários de Capital.

2. Expropriação Camponesa

2.1. Camponeses Livres e Economicamente Autônomos.

2.2. Usufruto das Terras Comunais.

2.3. Inserção de proletários livres como passáros no mercado de trabalho.

2.4. Dissolução dos Séquitos Feudais.

2.5. Guerras Feudais.

2.6. Habitações dos Camponeses foram destruídas.

2.7. Cidades Caíram.

2.8. A classe trabalhadora inglesa caiu sem transição.

2.9. Transformação das Terras em Pastagens.

2.10. União de senhores de terra e arrendatários.

2.11. A Reforma

2.12. Roubo colossal dos bens da Igreja.

2.13. Pauperismo e imposto para os pobres.

2.14. Abolição da constituição feudal do solo.

2.15. A vida se tornou mais difícil.

2.16. Clearing of Estates.

2.17. Gaélicos Expulsos e Exterminados.

2.18. Gaélicos substituídos por ovelhas.

2.19. Gaélicos Expulsos pela Segunda vez.

3. Tendência Histórica da Acumulação

3.1. Dissolução da Propriedade Privada Baseada no próprio Trabalho.

3.2. Pequena Empresa.

3.3. Exploração do Capitalista.

3.4. Centralização dos Capitais.

3.5. Magnatas do Capital, Usurpação e Monopólio.

3.6. Propriedade privada do Capitalista X Propriedade privada Individual.

4. Conceito

4.1. Precede a Acumulação Capitalista.

4.2. Pobreza da Grande Massa e Riqueza de poucos.

4.3. Possuidores de dinheiro, meios de produção e meios de subsistência X Trabalhadores Livres.

4.4. Processo Histórico de separação entre produtor e meio de produção.

4.5. Constitui a pré-história do capital e do modo de produção.

4.6. Grandes massas são arrancadas do seu meio de subsistência e lançadas no mercado de trabalho.

5. Repercussão da Revolução Agricola

5.1. Providência.

5.2. Proletariado Industrial.

5.3. Fusos e Teares.

5.4. Grandes Manufaturas.

5.5. Criação de Mercado Interno pela Expropriação.

5.6. Trabalhadores Assalariados.

5.7. Artigos de Manufatura.

5.8. Separação dos meios de produção.

5.9. Destruição da indústria subsidiária rural.

5.10. Separação entre manufatura e agricultura.

5.11. Destruição do ofício doméstico rural.

5.12. Destruição progressiva do campesinato.

6. Gênese do Capitalista Industrial

6.1. Capital Usurário e Capital Comercial.

6.2. Capitalista.

6.3. Viveiros Industriais.

6.4. Guerras, Conquistas e Transformações.

6.5. Holanda.

6.6. Companhia das Índias Orientais.

6.7. Tratamento dos Nativos.

6.8. Concentração de Capital.

6.9. Supremacia Comercial X Supremacia Industrial.

6.10. Utilização do Poder do Estado.

6.11. Credito Público.

6.12. Comércio Marítimo.

6.13. Guerras Comerciais.

6.14. Dívida Pública.

6.15. Sistema Internacional de Crédito.

6.16. Regime Fiscal.

6.17. Supertributação.

6.18. Sistema Protecionista.

6.19. Escravidão Infantil na Inglaterra.

6.20. Economia Escravista.

7. Legislação Sanguinária

7.1. Marginalização e criminalização da vagabundagem.

7.2. Punições da Vagabundagem.

7.3. Marcas no Corpo.

7.4. Tarifa Legal de Salários.

7.5. Estatuto dos Aprendizes.

7.6. Regulação Legal do Salário.