Transtornos de aprendizagem

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Transtornos de aprendizagem por Mind Map: Transtornos de aprendizagem

1. Afetam 5 a 17% da população

2. Associados ao mau desempenho escolar

3. Dislexia

3.1. Representa 80% dos TA

3.2. Prevalência maior em meninos: 1,5:1

3.3. Descoberta geralmente durante a alfabetização

3.4. Fatores associados

3.4.1. Fatores genéticos

3.4.1.1. Fortemente modulado por fatores ambientais: má nutrição, negligência, abuso infantil

3.4.1.2. História familiar: fator de risco

3.5. Sinais característicos

3.5.1. Velocidade de leitura

3.5.2. Leitura e escrita, muitas vezes, incompreensíveis. Não compreensão da leitura

3.5.3. Dificuldade em identificação de letras. Confusões de letras de grafia ou sons semelhantes

3.5.4. Difiuldade em aprender letra-som. Isso leva a inversões de sílabas ou palavras (sol/los), substituições de palavras com estrutura semelhante; supressão ou adição de letras ou de sílabas (marinha/marina); repetição de sílabas ou palavras

3.5.5. Difiuldade de identifiar e realizar rimas após 4 anos. Fragmentação incorreta na escrita (pu leina pis cina/ pulei na piscina)

3.5.6. Confusão em relações têmporo-espaciais, esquema corporal e lateralidade (não reconhece direito e esquerdo em si próprio aos 6 anos).Escrita em espelho após 6 ou 7 anos

3.5.7. Antecedente familiar de transtorno de défiit de atenção/ hiperatividade (TDA/H) e/ou TA

4. Discalculia

4.1. Representa cerca de 6% dos TA

4.2. Ocorre igualmente em ambos os gêneros

4.3. Condições que podem estar associadas

4.3.1. Epilepsia

4.3.2. Síndrome de Turner

4.3.3. TDAH

4.3.4. Síndrome alcoólica fetal

4.3.5. Fenilcetonúria

4.4. Sinais principais

4.4.1. Erro na escrita dos números

4.4.2. Dificuldade com sinais operacionais

4.4.3. Dificuldade em montar a conta

4.4.4. Dificuldade na ordenação e espaçamento dos números

4.4.5. Dificuldade para ler número multidígitos

4.4.6. Dificuldade em somas simples

4.5. Diagnóstico

4.5.1. Identificar uma dificuldade real e persistente nos conceitos matemáticos e excluir outros fatores que possam ser a causa dessa dificuldade (ex.: ensino inadequado, alterações na atenção, ansiedade, etc.)

5. TDAH

6. Transtornos de expressão escrita

6.1. Representa 8 a 15% dos TA

6.2. Condições que podem estar associadas

6.2.1. Alterações motoras

6.2.2. Alterações da percepção espacial

6.2.3. Alterações de linguagem

6.2.4. Alterações de memória e atenção

6.3. Disgrafia

6.3.1. Comum associação com transtorno dedesenvolvimento de coordenação (TDC)

6.3.2. Sinais principais

6.3.2.1. Traçado de letra ilegível

6.3.2.2. Dificuldade para escrever

6.3.2.3. Mistura de letras (maiúsculas/minúsculas, forma/cursiva)

6.3.2.4. Traçado de letra incompleto

6.3.2.5. Difiuldade visomotora (cópia) e visoespacial.

6.4. Disortografia

6.4.1. Sinais principais

6.4.1.1. Substituição, omissão e inversão de letras. Ex.: “todos” por “totos” / “Chuva forte” por “chuva fote”

6.4.1.2. Alteração na segmentação das palavras. Ex.: “Está embaixo da cama” por “Está em baixo da cama”

6.4.1.3. Persistência do apoio da oralidade na escrita

6.4.1.4. Dificuldade na produção de texto.

6.4.2. Diagnóstico: excluir alterações intelectuais, sensoriais, neurológicas, motoras e afetivas.

7. Tratamento

7.1. Acompanhamento psicopedagógico

7.2. Intervenção educacional de acordo com a necessidade de cada criança

7.3. Orientação familiar

7.4. Estimular atividades de leitura, escrita, memória, atenção, raciocínio

7.5. Treinar a fluência na leitura, aquisição de vocabulário e compreensão

7.6. Acomodação: Tempo de leitura extra, uso de gravadores, evitar questões de múltipla escolha, etc.

7.7. Tratamentos alternativos, como exercícios oculares ou terapia comportamental visual, não devem ser recomendados quando não há motivos reais para isso.