TI-ESR Método Birth (Projetos Efetivos) Felipe Nascimento 25/08/2017

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
TI-ESR Método Birth (Projetos Efetivos) Felipe Nascimento 25/08/2017 por Mind Map: TI-ESR Método Birth (Projetos Efetivos)  Felipe Nascimento 25/08/2017

1. Fase 1 (Imersão)

1.1. a. Mapear o problema

1.1.1. 1. Começar pelo fim ( o que será entregue e o que não será entregue)

1.1.2. 2. Criar perguntas (questionários)

1.1.2.1. Entrevistar possíveis usuários

1.1.2.2. Entrevistar especialistas

1.1.2.3. Entrevistar stakeholders

1.1.3. 3. Descobrir o público alvo (persona)

1.1.3.1. Agrupar o padrão de comportamento dos usuários(cliente)

1.1.4. 4. Agrupar os principais problemas em grupos de afinidade

1.1.4.1. Deve ser encontradas similaridades nos diversos problemas levantados. Isso ajudará na possível solução a ser construída

1.1.5. Objetivo: expressar a voz do cliente, desconstruir o produto atual(caso exista), definir as métricas de sucesso e agrupar os principais problemas por segmento.

1.2. b. Decisão e Protótipo(esboço)

1.2.1. 1. Cada participante deve escrever suas ideias e soluções(individualmente) e apresentá-las ao grupo

1.2.2. 2. As ideias irão rodar(passar de um para outro) e a cada passagem cada participante irá complementar a ideia do outro com alguma sugestão

1.2.2.1. Não cabe juízo de qualidade neste momento. Não se pode julgar a ideia do outro

1.2.3. 3. Todas as ideias serão consideradas e mostradas (post it no quadro ou realtimeboard.com)

1.2.4. 4. Escolher a melhor ideia e mais viável para aplicação

1.2.4.1. Nesta etapa usaremos o quadro "em cruz" Viável x Valor para o usuário

1.2.4.2. As ideias/soluções selecionadas serão as que estiverem no quadrante de + Viável e + Valor para o usuário

1.2.5. 5. Esboçar a ideia selecionada

1.2.5.1. Pode ser uma apresentação conceitual em slides

1.2.5.2. Pode ser um trabalho visual (tela de aplicativo ou software). Só o desenho, sem implementação

1.2.5.3. Maquete para apoiar na dinâmica da apresentação

1.2.5.4. Esquete, encenando os diferentes cenários

1.2.6. 6. Criar um protótipo

1.2.6.1. Validar o esboço

1.2.6.2. Verificar a viabilidade técnica e financeira

1.2.7. 7. Realinhar a solução

1.2.7.1. Após a apresentação da solução será necessário analisar os feedbacks e adicioná-los na solução

1.2.8. Objetivo: Selecionar a ideia que será aplicada no projeto. Definição do escopo

1.3. Esta fase consiste no debate inicial sobre o problema recebido. Levantamento de problemas e soluções e definição do escopo

2. Fase 2 (Kickoff)

2.1. a. Criar grupo de Projeto

2.1.1. 1. Um gerente

2.1.1.1. Responsável pelo acompanhamento e pela documentação de todo o projeto

2.1.2. 2. Um responsável técnico

2.1.2.1. Responsável pela tecnologia aplicada na solução. Deve auxiliar o "gerente" na documentação do projeto no que couber

2.1.2.2. Comandar os testes e pilotos

2.1.3. 3. Um crítico

2.1.3.1. Responsável por analisar as fases do projeto, verificar cada entrega e cada demanda, reportando ao responsável quando necessário.

2.1.3.2. Responsável por criar um relatório crítico (foco no que pode dar errado)

2.1.4. 4. Um otimista

2.1.4.1. Responsável por olhar o mercado e novas soluções que podem ser aplicadas na solução

2.1.4.2. O olhar positivo sobre o projeto deve ser constante, porém pode ser opositor quando o projeto não estiver inovando

2.1.4.3. Responsável pelo "nível de inovação do projeto"

2.1.5. 5. Equipe

2.1.5.1. Pessoas que executarão as tarefas levantadas no projeto

2.2. b. Termo de Abertura do Projeto

2.2.1. 1. Criar o documento

2.2.1.1. Usar informações da fase anterior

2.2.1.2. Responsabilidade do Gerente com apoio dos outros papeis

2.2.2. 2. Levar o documento para análise do patrocinador

2.2.3. 3. Receber o documento assinado (acordo do patrocinador)

2.2.4. Objetivo: Aprovação do escopo por parte do patrocinador do projeto

2.3. c. EAP

2.3.1. 1. Identificar as entregas macro (grandes)

2.3.2. 2. Decompor as entregas em pequenas tarefas, atividades e fases

2.3.3. 3. Dar valor para as tarefas e data de entrega

2.3.3.1. Pré-cronograma

2.3.4. 4. Fechar o cronograma do projeto com base nas entregas macro

2.4. d. Reunião de kickoff

2.4.1. 1. Juntar todas as partes interessadas e a equipe do projeto

2.4.2. 2. Apresentar o escopo (TAP)

2.4.3. 3. Apresentar o não-escopo (TAP)

2.4.4. 4. Apresentar a EAP

2.4.5. 5. Apresentar o Cronograma

2.4.5.1. de tarefas

2.4.5.2. de entregas (marcos)

2.5. Objetivo: Alinhar as expectativas de todos. Formalizar os papeis da equipe. Validar o cronograma e as entregas. Dar início, oficialmente, ao projeto

3. Fase 3 (Acompanhamento)

3.1. a. Rotina de acompanhamento

3.1.1. Acompanhar cecklists

3.1.2. Cobrar antes do cronograma atrasar

3.1.3. Foco nos indicadores (marcos)

3.1.3.1. Reuniões periódicas (dia, semana)

3.1.4. Controle de atividades via TRELLO

3.1.4.1. A EAP deve ser traduzida em um trello

3.1.4.2. O trabalho ficará visível, 100% do tempo, para toda a equipe e interessados

3.2. b. Indicadores

3.2.1. 1. Operacionais

3.2.1.1. São aqueles medidos durante o ciclo de vida de um projeto.

3.2.1.2. Cumprimento da EAP dentro do cronograma

3.2.2. 2. Efetividade

3.2.2.1. Estes indicadores medem os resultados dos objetivos propostos em um determinando período de tempo, após a produção dos resultados dos projetos.

3.2.3. 3. Impacto

3.2.3.1. O alvo dos indicadores de impacto é o objetivo geral do projeto, ou seja, eles medem se, de fato, o projeto conquistou seu propósito central.

3.3. O objetivo desta fase é acompanhar os indicadores do projeto. Verificar o andamento e ajustar o cronograma conforme necessidade

4. Fase 4 (Entrega)

4.1. a. Lições aprendidas

4.1.1. Documentação em plataforma confiável (hoje Wiki)

4.1.2. Consolidar todas as lições obtidas durante o projeto

4.2. b. Reunião/apresentação de entrega

4.2.1. Apresentar os resultados, implementação, testes iniciais e o piloto(se houver)

4.3. c. Termo de Encerramento/Aceite do Projeto

4.3.1. Documento detalhando o que foi feito no projeto

4.4. d. Aceitação da entrega

4.4.1. Oficialização do aceite pelo patrocinador(cliente) do projeto indicando que todos os requisitos e especificações do produto, serviço ou resultado foram atendidos

4.4.2. Patrocinador irá assinar(se concordar com as entregas) o Termo de Aceite

4.5. e. Feedback com a equipe (reavaliar as melhores práticas do método de projeto)

4.5.1. Fazer uma retrospectiva

4.5.2. Reunião interna de fechamento do projeto

4.5.3. Ler as melhores práticas(preenchida em todas as fases)

4.5.4. Adaptar e atualizar o modelo conforme a necessidade

4.6. Esta fase visa o encerramento oficial do projeto

5. Receber problema

5.1. Nesta fase inicial o problema será levantado, seja internamente ou externamente. Deverá ser criado imediatamente um "Quadro" no Trello com o esqueleto padrão.