Bruna Caricati - Minha Experiência Conciliando Trabalho Remoto, Turismo e Estudo de Línguas

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Bruna Caricati - Minha Experiência Conciliando Trabalho Remoto, Turismo e Estudo de Línguas por Mind Map: Bruna Caricati - Minha Experiência Conciliando Trabalho Remoto, Turismo e Estudo de Línguas

1. Primeiras perguntas

1.1. Posso trabalhar remotamente no meu trabalho?

1.2. Devo ser freelance ou procurar um trabalho fixo?

1.3. Você realmente quer trabalhar e viajar?

1.4. Você está preparado para deixar o que tem pra trás?

1.5. O que você quer alcançar com a vida de nômade digital?

2. Destinos

2.1. Espanha

2.1.1. Morou com a família em 2010

2.2. Guiana Francesa

2.2.1. Trabalho de conclusão de curso em 2012

2.3. Inglaterra

2.3.1. Intercâmbio em Londres

2.3.1.1. Início de trabalhos freelance

2.3.1.1.1. Contatos e boas relações com ex-chefes

2.3.2. Estudo da língua inglesa

2.4. Itália

2.4.1. Estudo da língua italiana

2.4.2. Freelance

2.4.2.1. Matéria sobre lugares diferentes durante as viagens

2.5. Bélgica

2.5.1. Estudo da língua francesa

2.5.2. Freelance

2.6. Uruguai

2.6.1. Turismo + Freelance

3. Habilidades

3.1. Jornalista por formação

3.2. Freelance

3.2.1. Sites para busca de trabalhos

3.2.1.1. UpWork

3.2.1.2. Freelancerworldwide

4. Dicas de Economia

4.1. Antes da viagem

4.1.1. Se planeje com um ano de antecedência

4.1.2. Faça bicos antes da viagem

4.2. Durante sua estadia em outra cidade

4.2.1. Administração rígida

4.2.1.1. Mas sem se privar de tudo

4.2.2. Compras semanais

4.2.3. Procure promoções na cidade

4.2.3.1. TimeOut

4.2.4. Consulte sites de turismo sobre o local

4.2.4.1. Lugares gratuitos ou mais baratos depois de certo horário

4.2.5. Compre passes de transporte público mensais

4.2.5.1. É mais barato que semanal ou diário

4.2.6. Peça na sua escola sobre carteira de estudante

4.2.7. Instituições que ofereçam cursos gratuitos

4.2.7.1. UIMP, Espanha

4.2.7.1.1. Oferece cursos gratuitos ou bolsas

4.2.7.2. FENAC, Madri

4.2.7.2.1. A Bruna fez um curso de fotografia gratuito nesta instituição

4.2.8. Taxas de saque em ATM

4.2.8.1. É possível encontrar ATMs que não cobrem taxas

4.2.9. Aproveite a comida de rua

4.2.9.1. Lugares com Camdem Town em Londres cortam o valor pela metade depois das 17hs

4.2.10. Divida o aluguel da casa

5. Administração de tempo

5.1. Descubra quando você rende mais

5.1.1. Procure criar uma rotina

5.1.1.1. Se você rende mais de manhã, trabalhe nesse período e use a tarde para passear ou estudar

5.2. Reserve seus finais de semana para turismo

6. Conclusões

6.1. Qualidade de vida é fundamental

6.1.1. Você pode viver em lugares diferentes e fazendo o que gosta

6.2. Viver viajando não precisa ser caro

6.2.1. Sites com o WWOOF e Worldpackers oferecem estadia gratuita em troca de trabalho em fazendas orgânicas, hostes etc.

6.3. Todas as culturas são interessantes

6.3.1. Você vai perceber que as pessoas têm estilos de vida e de trabalho diferentes do seu e vai aprender muito com isso

6.4. Para ser um bom nômade digital:

6.4.1. Seja versátil

6.4.1.1. Faça cursos variados e busque especializações em diferentes áreas

6.4.1.2. Pesquise maneiras de transformar o trabalho que você já faz em remoto

6.4.2. Trabalhe sua divulgação

6.4.2.1. Faça site, perfil no Linkedin, página no Facebook e divulgue seu trabalho como freelance.

6.5. Super dica:

6.5.1. Curso online e pago que a Bruna fez e indica

6.5.1.1. https://www.udemy.com/seth-godin-freelancer-course/