A LINGUAGEM EM BAKHTIN: PONTOS E PESPONTOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
A LINGUAGEM EM BAKHTIN: PONTOS E PESPONTOS por Mind Map: A LINGUAGEM EM BAKHTIN: PONTOS E PESPONTOS

1. PLURILINGUISMO

2. Concepção da linguagem na teoria dialógica do discurso.

3. DIALOGISMO

4. No Dicionário: arte de dialogar.

5. No Dicionário: utilização de várias línguas.

6. O discurso para Bakhtin: "a língua em sua integridade concreta e viva e não a língua como objeto específico da linguística."

7. "o princípio dialógico traz em seu escopo uma abordagem da “não finalização” e do “vir-a-ser”, configurando, com isso, um princípio da “inconclusividade”, da preservação da heterogeneidade, da diferença, da alteridade." (BAKHTIN, 1997 [1929]).

8. Teoria baseada em análises obtidas através de relações dialógicas, no plano do discurso, e não por análises de cunho linguístico, no “sentido rigoroso do termo."

9. “as relações dialógicas são absolutamente impossíveis sem relação lógica e concreto-semântica, mas são irredutíveis a estas e têm especificidade própria” BAKHTIN, 1997 [1929]

10. "a concepção de linguagem, a partir do enfoque dialógico, configura-se como uma recusa a qualquer forma fechada de tratar das questões da língua, pois sendo o dialogismo constitutivo, a “interação” com o outro é um pressuposto."

11. Ao considerar a linguagem como discurso, é inerente reconhecer sua "dialogicidade interna".

12. "a linguagem deve ser considerada como um fenômeno que se institui na tensão entre um projeto discursivo de um sujeito e as coerções próprias de uma dada esfera de interação verbal."

13. Bakhtin é o precursor de uma teoria enunciativo-discursiva que considera a linguagem como atividade, instituída em um processo concreto em que o signo se instaura ideológico e dialogicamente.

14. O enunciado é, por conseguinte, um signo ideológico, dialógico, único, irrepetível e instaura-se diferentemente em cada interação

15. a concepção de linguagem desenvolvida na teoria bakhtiniana prima pela dialogicidade, pela dinamicidade

16. O enunciado tem caráter inconcluso.

17. A questão principal gira em torno do caráter dinâmico da língua/linguagem, que não se constitui unitariamente, mas sim como uma arquitetura de vozes discursivas/sociais

18. Concepção de linguagem na teoria dialógica do discurso.

19. característica da linguagem de ser “plural” rompe com a hegemonia de qualquer “linguagem única da verdade” ou da “língua oficial” em dada sociedade

20. configura-se como uma proposta de deslocamento dos estudos estritamente literários para os estudos discursivo-literários

21. A linguagem, assim, está em movimento, ou seja, há uma orquestração discursiva que a constitui

22. o plurilingüismo configura-se como uma interação entre línguas sociais

23. Todavia, é importante observar que a estratificação não determina um isolamento, pois sempre a linguagem será dialógica, isto é, ressoarão outros discursos (vozes) em sua tessitura. Essa é uma característica fundamental da concepção do plurilingüismo em Bakhtin

24. CONCEITOS IMPORTANTES