Mapa Conceitual

Plan your projects and define important tasks and actions

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Mapa Conceitual por Mind Map: Mapa Conceitual

1. Adjetivo

1.1. Adjetivo é toda palavra que caracteriza o substantivo, indicando-lhe qualidade, defeito, estado, condição, etc. Ex.: homem bom (qualidade), menino traquina (defeito), moça feliz (estado), família rica (condição).

2. Artigo

2.1. Em termos gramaticais, artigo é uma palavra variável que antecede o substantivo e indica o gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural). - Os artigos o, a, os, as são denominados artigos definidos (quando identifica o substantivo de maneira precisa). Exemplo: O professor está ensinando os alunos. - Os artigos um, uma, uns, umas são denominados indefinidos (quando se refere ao substantivo de maneira vaga). Exemplo: Comprou um caderno e uma caneta.

3. Substantivo

3.1. Tudo o que existe é ser e cada ser tem um nome. Substantivo é a classe gramatical de palavras variáveis, as quais denominam os seres. Além de objetos, pessoas e fenômenos, os substantivos também nomeiam:

3.2. Substantivo simples,Substantivo composto,Substantivo primitivo,Substantivo derivado,Substantivo próprio,Substantivo comum,Substantivo concreto,Substantivo abstrato e Substantivo coletivo.

4. Numeral

4.1. Numeral é uma das palavras que se relaciona diretamente ao substantivo, dando a idéia de número. Exemplos: - Andei por duas quadras. - Fui a segunda colocada no concurso.

4.1.1. Project specifications

4.1.2. End User requirements

4.1.3. Action points sign-off

4.2. CARDINAL: Indica quantidade, serve para fazer a contagem. ORDINAL: Expressa ordem. MULTIPLICATIVO: Indica multiplicação. FRACIONÁRIO: Expressa divisão, fração e partes. COLETIVO: Indica um conjunto. Exemplo: centena, dúzia, dezena, década e milheiro.

5. Preposição

5.1. Preposição é toda palavra invariável que liga duas outras palavras, estabelecendo entre elas determinadas relações de sentido e de dependência. Exemplos: Casa de Luís (relação de posse). Chegou com ela (relação de companhia).

5.1.1. Materials

5.1.2. Personel

5.1.3. Services

5.1.4. Duration

5.2. As preposições essenciais são aquelas palavras que só funcionam como preposições: a, ante, após até, com, contra, de, desde, em, entre, para, perante, por, sem, sob, sobre, trás.

6. Advérbio

6.1. Os advérbios sempre expressam uma circunstância ou ideia acessória em relação à palavra a que se referem, são eles: Lugar – aqui, ali, aí, cá, lá, atrás, perto abaixo acima, dentro fora, além, adiante etc. Tempo – agora, já, ainda, amanhã, cedo, tarde, sempre, nunca etc. Modo – assim, bem, mal, depressa, devagar, e parte dos vocábulos terminados em mente: alegremente etc. Intensidade – muito, pouco, bastante, depois, menos, tão etc. Dúvida – talvez, possivelmente, provavelmente etc. Afirmação – sim, certamente, realmente, efetivamente etc. Negação – não, nunca, jamais etc.

7. Conjução

7.1. Classificação das conjunções Coordenativas – ligam duas orações independentes. Estão divididas em cinco tipos: Aditivas –Adversativas – Alternativas Conclusivas – Explicativas                Subordinativas – ligam duas orações dependentes. Estão divididas em dez tipos:     Subordinativas –Integrantes –Causais – Comparativas –Concessivas – Condicionais – Conformativas – Consecutivas –Temporais – Finais – Proporcionais –

8. Verbo

8.1. Verbos são palavras que indicam ações, estados ou fenômenos, situando-os no tempo. Quanto à estrutura, os verbos são compostos pelo radical (a parte invariável e que normalmente se repete), terminação (a parte que é flexionada) e a vogal temática (que caracteriza a conjugação).

9. Interjeição

9.1. A interjeição ainda é considerada uma classe gramatical, apesar de alguns gramáticos discordarem, argumentando que a interjeição se dá muito mais pela semântica da palavra do que pela forma. Sendo assim, por definição básica, a Interjeição é uma palavra (ou frase) invariável que expressa emoções, sentimentos, sensações. Ela não possui nenhuma relação sintática com o restante do período no qual se encontra, e pode ser compreendida sozinha, sem auxílio de nenhuma outra palavra ou frase. Geralmente a interjeição é a expressão das emoções do próprio interlocutor, sendo, portanto, bastante estudada pela semântica e pela pragmática.