GESTÃO DA QUALIDADE

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
GESTÃO DA QUALIDADE por Mind Map: GESTÃO DA QUALIDADE

1. GURUS

1.1. Vicente Falconi Campos

1.2. Walter Shewhart

1.3. Armand V. Feigenbaum

1.4. W. Edwards Deming

1.5. Joseph M. Juran

1.6. Philip B. Crosby

1.7. Kaoru Ishikawa

1.8. Genichi Taguchi

1.9. Shigeo Shingo

2. Conceituação e Principios da Gestão da Qualidade

2.1. A gestão de qualidade objetiva aumentar a satisfação dos clientes com o produto, ter uma melhor eficiência de produção, reduzir os custos, formar um sistema que facilite buscar novos mercados e novas parcerias com outras empresas.

2.2. Qualidade é algo que pode e deve ser gerenciada;

2.3. Problemas devem ser prevenidos, não remediados;

2.4. Processos e NÃO PESSOAS São OS frutos dos Problemas;

2.5. Cada empregado da empresa é responsável por manter a qualidade;

2.6. A qualidade precisa ser medida;

2.7. A melhora da qualidade precisa ser contínua;

2.8. Objetivos são baseados em necessidades, não são negociados;

2.9. O Padrão de Qualidade éLivre de Defeitos;

2.10. Planejar e organizar para melhorar a qualidade;

2.11. O gerenciamento deve liderar e estar envolvido diariamente no processo.

3. Histórico (evolução) da Gestão da Qualidade

3.1. Inicialmente, surgiu na Segunda Guerra Mundial, para corrigir os erros dos produtos bélicos, mas anteriormente o termo utilizado era “Controle de Processos”. Com sua evolução, passou a denominar-se Garantia da Qualidade, utilizando normas específicas para cada etapa. Após isso, surgiu o Controle da Qualidade, no início do século XX por Frederick Taylor e Ford.

4. 7 ferramentas básicas da Gestão da Qualidade

4.1. 1. Diagrama de Pareto

4.2. 2. Diagramas de causa-efeito (espinha de peixe ou diagrama de Ishikawa)

4.3. 3. Histograma

4.4. 4. Folhas de verificação

4.5. 5. Gráficos de dispersão

4.6. 6. Cartas de controle

4.7. 7. Fluxograma

5. Metodologias Para uma Gestão da Qualidade

5.1. 5S

5.1.1. SHIKARI-YARO – Determinação e União – É comprometer a alta direção na implantação do 5S

5.1.2. SHIDO – Treinamento – É capacitar funcionários de todos os níveis nos conceitos do 5S

5.1.3. SETSUYAKU – Economia - É o combate aos desperdícios

5.1.4. SEISAN – Eliminação de perdas – É envolver funcionários de todos os níveis e áreas para eliminar todos os tipos de perdas

5.1.5. SEKININ – Responsabilidade – É fazer com que cada um se torne responsável pelo seu local de trabalho

5.1.6. SHITSUKOKU – Persistência – É ter constância de propósito, não se limitando a fazer o 5S somente no lançamento ou em vésperas de auditorias

5.1.7. SHUKAN – Hábito – É praticar o 5S como um hábito, independente da carga de trabalho ou de cobranças.

5.2. PSCA

5.3. CCQ

5.4. PDCA

5.4.1. (Do Inglês: PLAN - DO - CHECK - ACT / Plan-Do-Check-Ajuste) e Um Método Interativo de Gestão de Quatro Passos, Utilizado Para o Controle e Melhoria Contínua de Processos e Produtos. E TAMBÉM Conhecido como o círculo / ciclo / Roda de Deming, ciclo de Shewhart, círculo / ciclo de Controle, or PDSA (planejar-fazer-estudar-agir).

6. Modelos Normatizados de Sistemas de Gestão

6.1. ISO 9001 E hum Componente Estratégico de Uma Organização Que definir Requisitos para o Sistema de Gestão da Qualidade ea forma Como Uma Empresa de (e Ser gerenciada, Tendo o ob'eti (o de identificar e atender como Necessidades dos Clientes

6.2. ISO 14001 Específica OS Requisitos de um Sistema de gestão ambiental e permite uma Uma Organização desenvolver e praticar Políticas e metas ambientalmente sustentaveis. A norma leva em Conta aspectos ambientais influenciados Pela Organização e Outros Passiveis de serem controlados POR ELA.

6.3. Quem desenvolveu a norma ISO/TS 16949 foi a indústria International Automotive Task Force (IATF), com o objetivo de fomentar o aprimorando tanto da cadeia de fornecedores quanto no processo de certificação. Isso foi muito útil, uma vez que para os principais fabricantes de veículos a certificação nesse quesito é imprescindível na hora de fazer novos negócios.