Grécia Antiga

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Grécia Antiga por Mind Map: Grécia Antiga

1. Relevo acidentado

2. Litoral recortado

3. conflitos e comércio marítimo

4. Poucas planícies férteis

5. Período Pré Homérico (Sécs. XX ao XII a.C.)

5.1. Anterior à Guerra de Tróia

5.2. Fase de existência da civilização de Creta

5.3. Fim: Fatores naturais (terremotos);fragilidade militar diante dos povos indo-europeus

5.4. Grande razão: invasão dos dórios (séc. XII a.C.): violência, que levou à desorganização das estruturas e espaços de convivência. Dispersão (1ªdiáspora)

5.5. Cultura grega: fusão de elementos creto-micênicos

6. Período Homérico (Sécs. XII ao VIII a.C.)

6.1. Da Guerra de Tróia até a aparição dos poemas de Homero

6.2. Surgimento dos genos

6.3. Aumento da produção

6.4. Aumento demográfico

6.5. Disputas de terras e poder

6.6. hierarquização social, militar e religiosa

6.7. Polis=Cidade-estado

6.8. Autonomia política

6.9. Descentralização

7. Período Arcaico (Sécs.XIII ao VI a.C.)

7.1. Fase de afirmação e expansão das polis

7.2. Surgimento dos primeiros modelos políticos: monarquia, aristocracia e oligarquia

7.3. Início das grandes produções artísticas, culturais e filosóficas

7.4. 2ª diáspora: Busca de terras, recursos e escravos. Colonização grega pelo Mediterrâneo (Magna Grécia, sul da Itália)

8. Esparta

9. Cidade da guerra

10. Muitas terras férteis= guerra defensiva

11. Economia agrícola e artesanal

12. Sociedade: Esparciatas, periecos e hilotas

13. Cidade da política e da fiolosofia

14. Não havia mobilidade social

15. Haviam escravos, mas não um sistema escravista (medo que estimulassem revoltas de hilotas)

16. Economia comercial (marítimo e monetário)

17. Carência de terras férteis= guerra ofensiva

18. Sociedade: Eupátridas, demiurgos e georgoi, metecos e escravos

19. Não era uma escravidão racial

20. Mobilidade social, geralmente descendente

21. Um cidadão escravizado por dívida que quitou seus compromissos passava a ser tratado como um meteco

22. A crescente importância sócio-econômico-militar dos demiurgos e georgoi vai levá-los a exigir igualdade político-jurídica

23. Período Clássico (Sécs. VII ao VI a.C.)

23.1. Auge da cultura grega: filosofia, escultura, arquitetura, teatro, olimpíadas, democracia

23.2. Guerras Médicas (Séc. V a.C.) Causa: Expansionismo militar e comercial dos persas. Batalha de Maratona Vitória grega (Atenas)

23.3. Guerra do Peloponeso (Sécs.V a.C.) Causa: imperialismo ateniense, nos tempos de Péricles (Apropriação das riquezas de Delos por Atenas para reforma urbana, tentativa de imposição da democracia noutras polis, estopim: invasão ateniense em Corinto, polis oligárquica e aliada de Esparta). Esparta venceu depois que a cólera enfraqueceu Atenas, mas enfraquecidas as polis não suportaram as invasões macedônicas de Felipe II.

24. Atenas

25. Período Helenístico (Sécs. IV ao I a.C.)

25.1. Fase de apropriação e expansão da cultura helênica, com destaque para Alexandre, O grande. Sincretismo.

25.2. Após a morte de Alexandre, o império foi dividido em províncias e conquistado, especialmente, pelos romanos.

26. Religião: mitológica

27. Tradição oral

28. Politeísmo

29. Antropomorfismo. Deuses com formatos humanos, não eram perfeitos e suas emoções refletiam no cotidiano social e político.

30. Não impediu o desenvolvimento racional e científico

31. Arquitetura/ engenharia

32. Escultura/ pintura (antropocentrismo) / cerâmica (herança cretense)

33. Olímpiadas/ paz

34. Homossexualidade comum

35. História como disciplina: narrativa escrita, documentos , fatos reais, tentativa de imparcialidade

36. /852086531?new=1#