Sistemas transdérmicos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Sistemas transdérmicos por Mind Map: Sistemas transdérmicos

1. Adesão à pele

1.1. Permeação

1.1.1. Absorção sistêmica

1.1.1.1. Evitar administração repetida

1.1.1.2. Liberação prolongada

1.1.1.3. Manter concentrações plasmáticas constantes

1.1.2. Fatores que afetam a permeação

1.1.2.1. Solubilidade

1.1.2.2. Concentração

1.1.2.3. Características físico – químicas

1.1.2.4. Natureza do próprio fármaco

1.1.2.5. Condição da pele

1.1.2.6. Presença de umidade

2. Vantagens

2.1. Diminuir as variações plasmáticas de fármaco

2.2. Anular a variabilidade da absorção oral

2.3. Anular o metabolismo pré-sistémico

2.4. Diminuir a freqüência de administração

2.5. Possibilidade imediata de interromper a administração

3. Desvantagens

3.1. Função barreira do estrato córneo

3.2. Intervalo de tempo entre a administração e o alcançar de concentração terapêutica

3.3. Possibilidade de irritação local

3.4. Possibilidade de desencadear tolerância e/ou resistência

4. Fármacos candidatos à incorporação de sistemas transdérmicos

4.1. Muito potentes

4.2. Não-irritantes

4.3. Extensa metabolização hepática

4.4. Tempos de meia-vida curtos

4.5. Não induzem tolerância

4.6. Com bons coeficientes de partição

5. Formulação

5.1. Coeficiente de partição óleo/água do medicamento

5.2. Condição de saturação termodinâmica da matriz transdérmica

5.3. Solubilidade do medicamento na matriz transdérmica

5.4. Utilização de promotores permeação

6. Formas de apresentação

6.1. Sistemas de reservatório

6.1.1. Compartimento que contém o fármaco em suspensão ou dissolvido, entre a camada protetora e uma membrana controladora

6.2. Sistemas de dispersão em matriz

6.2.1. Preparados pela dispersão homogênea das partículas de fármaco numa matriz de um polímero hidrofílico ou lipofílico

6.3. Sistemas de dispersão no adesivo

6.3.1. Dispersão direta do fármaco no polímero adesivo que fixa o sistema transdérmico

6.4. Sistemas de micro-reservatório

6.4.1. Combinação dos sistemas de reservatório e dos sistemas de dispersão na matriz

7. Promotores químicos

7.1. Diminuem a resistência da pele à difusão do fármaco

7.2. Atuam essencialmente na via intercelular de permeação

7.3. deve incrementar a atividade termodinâmica do fármaco, resultando daí aumento do seu fluxo.

8. UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA - DISCENTES: HYANY ANDREYSA, NATHÁLIA CARVALHO, TARCÍSIO ARAÚJO DOCENTE: TALITA MOTA