Núcleo de Curadoria e Monitoramento

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Núcleo de Curadoria e Monitoramento por Mind Map: Núcleo de Curadoria  e Monitoramento

1. Curadoria

1.1. Categorização do portfólio

1.1.1. Propor as temáticas para vinculação das soluções

1.1.1.1. Divulgação no portal das soluções vinculadas por temáticas

1.2. Definição de critérios para análise das soluções educacionais

1.2.1. Criação de fichas técnicas para subsidiar a análise das soluções do portfólio da UC ou de parceiros

1.2.1.1. Portfólio da UC: Após análise o curso pode ser atualizado ou excluído

1.2.1.2. Portfólio de parceiros: Após análise o curso pode ser incorporado, customizado ou excluído

1.2.2. Criação de fichas técnicas contendo critérios para análise de novas soluções propostas pelo núcleo de soluções para atender demandas das Unidades e/ou do Sistema

1.2.2.1. Após análise, a solução pode necessitar de ajustes para atender à necessidade do cliente

2. Monitoramento

2.1. Definição de instrumentos de avaliação e aplicação, análise e devolutiva aos gestores das avaliações de: Impacto em profundidade; Demandante; Impacto em amplitude

2.1.1. Avaliação de aprendizagem

2.1.1.1. Aplicada durante o curso e disponibilizada conforme metodologia

2.1.1.2. Específica de cada curso. Aplicada durante o processo e disponibilizada conforme metodologia

2.1.2. Avaliação de reação

2.1.2.1. Cursos on line e in company. Com tutoria e Sem tutoria

2.1.2.1.1. Aplicada ao final do curso e disponibilizada no portal da UC

2.1.3. Avaliação de impacto (pesquisa)

2.1.3.1. Avaliação pelo colaborador do conjunto de soluções disponibilizadas pela UC

2.1.4. Avaliação de trilhas

2.1.4.1. Objetos educacionais

2.1.4.1.1. É realizada avaliação de aprendizagem. A avaliação de reação poderá ser feita na própria trilha

2.1.4.2. Cursos on line

2.1.4.2.1. Realizada no moodle. Não é feita análise por não ter como separar quais soluções são específicas da trilha e quais estão disponíveis para todos os colaboradores

2.1.4.3. De nível

2.1.4.3.1. Avaliação de reação da trilha (em construção)

2.2. Relatórios: Executivo, Anual e Parciais

2.2.1. De Gestão

2.2.1.1. relatório de realização da UC

2.2.2. De Impacto

2.2.2.1. Relatório de impacto das soluções da UC

2.2.3. De Aprendizagem

2.2.3.1. Relatório de reação e de impacto

2.2.4. De Execução

2.2.4.1. Relatório que visa medir dados quantitativos, participação e satisfação: trilhas, eventos de mercado, cursos on line e in company e comitê consultivo

2.3. Painel de indicadores: Certificação; Soluções UCSebrae

2.4. Sistemas: SGUS, BI Pessoas, RM, SGM

3. Certificação de Conhecimentos

3.1. Análise histórica

3.1.1. Análise do processo de certificação de 2013 a 2016 (bases conceituais, critérios, resultados quantitativos e qualitativos, pontos críticos e desafios)

3.2. Certame 2016

3.2.1. Devolutiva do resultado do Certame 2016 (resultados estatísticos e gaps de conhecimento - qualitativo)

3.3. Licitação

3.3.1. Elaboração do Termo de Referência

3.3.2. Cotação das propostas de fornecedores

3.3.3. Conhecer empresas que realizam certificação

3.3.4. Procedimentos internos para licitação e contratação de empresa certificadora

3.4. Elaboração do Termo de Referência conceitual

3.5. Atualização e curadoria da bibliografia referenciada interna e externa

3.6. Elaboração e lançamento do Regulamento contendo os critérios do processo

3.7. Acompanhamento e validação das questões da prova

3.8. Realização do certame

3.9. Análise quantitativa e qualitativa do certame

3.10. Definição de critérios: níveis de complexidade, impacto, nível de proficiência, metas, validade,

3.11. Certificação gerencial - verificar possibilidade

4. PADI

4.1. Consultoria interna

4.1.1. Elaboração do Mapa de Desenvolvimento para gestão da equipe com informações sobre o PADI do ano anterior, certificações acumuladas e capacitações realizadas por temáticas

4.1.2. Homologação do novo SGM

4.1.3. Definição das regras do ciclo

4.1.4. Definição do mapa de soluções

4.1.5. Pesquisa para levantamento dos objetivos estratégicos das Unidades

4.1.6. Análise de consistência

4.1.7. Devolutiva aos gerentes: PADI atual, metas, soluções pactuadas, categorias, pontos de partida, c/h, eventos de mercado com planilha de custos.

4.1.8. Repactuação

4.1.9. Mapa de desenvolvimento atualizado

4.2. Capacitação de colaboradores (processo e sistema)

4.3. Capacitação e suporte ao Sistema Sebrae

4.4. Análise dos dados para validação das metas de desenvolvimento

5. Ações transversais

5.1. Plano de desenvolvimento para os profissionais do atendimento

5.1.1. Sistema de atendimento do Sebrae - SAS

5.1.1.1. Desenvolvimento dos tutoriais

5.1.1.2. Capacitação dos gestores dos estados

5.1.2. Trilha Especialista em Atendimento

5.1.2.1. Aprovação da proposta de capacitação para os níveis II e III pelo gerente e diretoria e validação junto ao comitê gestor

5.1.2.2. Identificação e contratação do fornecedor

5.1.2.3. Elaboração, validação e transposição dos conteúdos para objetos educacionais

5.1.2.4. Capacitação dos orientadores locais

5.1.2.5. Lançamento dos níveis II e III

5.1.2.6. Melhoria da tecnologia

5.1.3. ConheciGame do Atendimento

5.1.3.1. Lançamento

5.1.3.2. Revisão de questões do nível I e elaboração de questões do nível II e III

5.1.4. Certificação do Atendimento

5.1.4.1. Definir se a certificação terá 2 níveis de complexidade

5.1.4.2. Definir indicadores para avaliar a aplicabilidade dos conteúdos certificados

5.1.4.3. Obrigatoriedade para colaboradores que trabalham no atendimento - a ser discutida

5.2. Centro de Referência em Educação Empreendedora

5.2.1. Produção de 75 conteúdos: artigos, entrevistas, estudos de caso, vídeos,documento referencial

5.2.2. Realização de 1 pesquisa sobre educação empreendedora

5.2.3. Realização de 8 eventos para promoção da temática

5.2.4. Estabelecer 2 parcerias estratégicas

5.3. Sebrae Digital

5.3.1. Pesquisa para levantamento de necessidades de desenvolvimento

5.3.2. Plano de desenvolvimento

5.3.2.1. preparar e desenvolver os colaboradores do Sebrae para os desafios do Sebrae Digital.

5.4. Academia de empreendedorismo universitário

5.4.1. Elaboração do projeto conceitual

5.4.2. Elaboração da trilha de aprendizagem para formação dos universitários participantes

6. Curadoria: origem do latim curare (cuidar, zelar, tratar). Objetivo: Categorizar e monitorar as soluções educacionais, de acordo com critérios pré-estabelecidos, visando garantir a qualidade, profundidade e atualidade dos conteúdos disponibilizados, bem como a pertinência e aderência aos objetivos estratégicos, às competências organizacionais e aos eixos temáticos, agregando valor ao público-alvo da UCSebrae.

7. Monitoramento: Ferramentas de acesso às informações relevantes para tomada de decisões em relação aos planos e a estratégia adotada. Objetivo: Analisar as soluções educacionais quanto a aplicabilidade e impacto no contexto do trabalho. Permitir que os gestores e a organização conheçam as oportunidades de melhorias e possam fazer intervenções necessárias para que os objetivos sejam alcançados.