Surgimento da Psicologia

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Surgimento da Psicologia por Mind Map: Surgimento da Psicologia

1. Funcionalismo

1.1. Objeto: Adaptações ao meio e reações funcionais dos componentes.

1.2. Método: Experimentação, Introspecção e método comparativo.

1.3. Problema-chave: Estuda as funções que desempenham as estruturas mentais e adaptação do organismo ao meio.

1.4. Autores: Dewey, Carr, Woodworth, e William James.

2. Estruturalismo

2.1. Objeto: Mente e consciência.

2.2. Método: Experimentação e Instrospecção.

2.3. Problema-chave: Estuda as estruturas da mente.

2.4. Autores: Titchener.

3. Gestaltismo

3.1. Objeto: Percepção.

3.2. Método: Fenomenológico e observação.

3.3. Problema-chave: Baseava-se na ideia da compreensão da totalidade para que haja a percepção das partes.

3.4. Autores: Koffka, Koehler e Wertheimer.

4. Cognitivismo

4.1. Objeto: Mente.

4.2. Método: Testes, instrumentos de medidas, tecnologia informacional e formalismo matemático.

4.3. Problema-chave: Buscava compreender o conhecimento, a informação e a comunicação.

4.4. Autores: Hebert Simon, Noam Chomsky, Allen Newell e Gergie Miller.

5. Behaviorismo

5.1. Objeto: Comportamento.

5.2. Método: Experimentação.

5.3. Problema-chave: Contempla o comportamento como uma forma funcional e reacional de organismos vivos. Esta corrente psicológica não aceita qualquer relação com o transcendental, com a introspecção e aspectos filosóficos, mas pretende estudar comportamentos objetivos que podem ser observados.

5.4. Autores: Pavlov, Skinner e Watson.

6. Influências

6.1. Fisiologia

6.1.1. Estudo do cérebro

6.1.1.1. É o estudo da estrutura do crânio de modo a determinar o caráter das pessoas e sua capacidade mental. Esta pseudociência baseia-se na falsa assunção de que faculdades mentais estão localizados em "órgãos" cerebrais na superfície desta, que podem ser detectados por inspeção visual do crânio.

6.1.1.2. Psicologia Fisiológica

6.1.2. Frenologia

6.2. Maneira como as pessoas utilizam o raciocínio e tiram conclusões.

6.3. É a teoria que diz que a mente e o corpo são duas substâncias diferentes.

6.4. Filosofia

6.4.1. É uma das áreas da psicologia, onde se estuda as bases fisiológicas de como nosso cérebro funciona e como nós pensamos, conectando as operações físicas do cérebro com o que fazemos e dizemos, em outras palavras, a psicologia fisiológica estuda os mecanismos neurais do nosso comportamento.

6.4.2. Dualismo

6.4.3. Monismo

6.4.3.1. É a teoria que diz que a mente e o corpo são, na realidade, uma única substância.

6.4.4. Formas de conhecimento

6.4.4.1. Racionalismo

6.4.4.1.1. É uma corrente filosófica que atribui particular confiança à razão humana, ao passo que acredita que é dela que se obtém os conhecimentos.

6.4.4.2. Empirismo

6.4.4.2.1. É o conhecimento que resulta da própria experiência. Também se trata de um sistema filosófico baseado, precisamente, nos dados da experiência.

7. Aplicabilidade:

7.1. Tentativa de assimilar o funcionamento do comportamento através de experimentos laboratoriais e observacionais.