Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
DOENÇA DE CHAGAS por Mind Map: DOENÇA DE CHAGAS

1. COMO ADQUIRE?

1.1. TRYPANOSOMA NO SANGUE A PARTIR DA PICADA POR TRIATOMAS - BARBEIROS

1.1.1. SE ALIMENTAM DE SANGUE E CONTAMINAM-SE COM O PARASITA QUANDO SUGAM SANGUE DE ANIMAIS MAMIFEROS INFETADOS

1.1.1.1. RESERVATÓRIO NATURAL OU HUMANOS CONTAMINADOS

1.1.1.1.1. TUBO DIGESTIVO DO BARBEIRO PARASITA ELIMINADO JUNTO COM AS FEZES NO LOCAL DA PICADA

1.2. TRYPANOSOMA CRUZI

2. SINTOMAS: FASE AGUDA E FASE CRONICA

2.1. FASE AGUDA

2.1.1. PODE TER MENINGITE E ENCEFALITE

2.1.2. INFLAMAÇÃO DO CORAÇÃO COM ALTERAÇÕES NO ECG E AUMENTO BPM

2.1.3. FEBRE, INGUA POR TODO CORPO, HEPATOESPLENOMEGALIA E RUBOR NO CORPO TODO

2.1.4. INCUBAÇÃO - SEM SINTOMAS

2.1.5. PROXIMA AOS OLHOS - ROMAÑA

2.1.6. LOCAL DA PICADA RUBOR E EDEMA - CHAGOMA + ÍNGUA

2.2. FASE CRONICA:

2.2.1. DOENÇA DO MUSCULO CARDIACO, ARRITMIAS, PERDA DA CAPACIDADE DE BOMBEAMENTO PROGRESSIVAMENTE ATÉ CAUSAR DESMAIOS

2.2.1.1. CARDIOMEGALIA

2.2.1.2. MEGAESOFAGO E MEGACOLON, DISFAGIA, ENGASGO, PNEUMONIAS ASPIRATIVA

2.2.1.3. CONSTIPAÇÃO E DOR ABD

3. PROTOZOARIO PARASITA

4. DIAGNÓSTICO

4.1. ZONA ENDEMICA?

4.2. SINAIS COMPATIVEIS

4.3. TESTE DETEC ANTICORPOS TRYPANOSOMA NO SANGUE

4.4. DETEC DO PARASITA NO SANGUE

5. TRATAMENTO

5.1. MEDICAMENTOS

5.2. FASE CRONICA

5.2.1. TRATAMENTO DIRIGIDO AS MANIFESTAÇÕES

5.2.2. DIMINUIÇÃO DA CAPACIDADE DE TRABALHO DO CORAÇÃO É TRATADA

5.2.2.1. TRANSPLANTE CORAÇÃO?

6. PREVENÇÃO

6.1. ELIMINAÇÃO DO VETOR

6.2. REPELETES

6.3. TELA NA JANELA

6.4. MOSQUETEIRO

6.5. CASAS DE ALVENRIA

7. ANATOMIA CORAÇÃO

7.1. ARTÉRIAS

7.2. CAMADAS

7.2.1. PERICARDIO

7.2.2. EPICARDIO

7.2.3. MIOCARDIO

7.2.4. ENDOCARDIO

7.3. ATRIOS

7.4. VENTRICULOS

7.5. LIMITES DO CORAÇÃO

7.6. VEIAS

8. FISIOLOGIA

8.1. CICLO CARDÍACO

8.1.1. Um ciclo cardíaco único inclui todos os eventos associados a um batimento cardíaco. No ciclo cardíaco normal os dois átrios se contraem, enquanto os dois ventrículos relaxam e vice versa. O termo sístole designa a fase de contração; a fase de relaxamento é designada como diástole.

8.1.2. Quando o coração bate, os átrios contraem-se primeiramente (sístole atrial), forçando o sangue para os ventrículos. Um vez preenchidos, os dois ventrículos contraem-se (sístole ventricular) e forçam o sangue para fora do coração.

8.1.3. Diástole é o relaxamento do músculo cardíaco, é quando os ventrículos se enchem de sangue, neste momento as valvas atrioventriculares estão abertas e as semilunares estão fechadas.

8.1.4. Sístole é a contração do músculo cardíaco, temos a sístole atrial que impulsiona sangue para os ventrículos. Assim as valvas atrioventriculares estão abertas à passagem de sangue e a pulmonar e a aórtica estão fechadas. Na sístole ventricular as valvas atrioventriculares estão fechadas e as semilunares abertas a passagem de sangue.