Abordagem Clássica

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Abordagem Clássica por Mind Map: Abordagem Clássica

1. Administração Científica

1.1. Representantes

1.1.1. Taylor, Ford, Emerson

1.2. Ênfase nas Tarefas

1.2.1. Estudo dos tempos e movimentos

1.3. Início do Séc. XX- Estados Unidos

1.4. Principal objetivo da Administração

1.4.1. Máximo de prosperidade ao patrão e ao mesmo tempo, máximo de prosperidade ao empregado.

1.5. Organização Racional do Trabalho- ORT

1.5.1. Análise do trabalho

1.5.1.1. Divisão em pequenas partes

1.5.2. Estudo soa tempos e movimentos

1.5.3. Ênfase nas tarefas

1.5.4. Estudo da fadiga humana

1.5.4.1. Aumentar a capacidade laboral

1.5.5. Divisão e especialização do trabalho

1.5.6. Desenho de cargos e tarefas

1.5.7. Incentivos salariais e prêmios

1.5.7.1. Peça produzida

1.5.8. Homo economicus

1.5.9. Condições ambientais de trabalho

1.5.10. Clima cordial, de cooperação e segurança

1.5.11. Padronização de métodos e supervisão funcional

1.6. Origens

1.6.1. Crescimento acelerado e desorganizado das empresas.

1.6.2. Necessidade de aumentar a eficiência das empresas.

1.7. Separa a gerência da execução

1.8. Fundamentos

1.8.1. Cadeia de comando e controle

1.8.1.1. Supervisão

1.8.2. Unica maneira de fazer certo

1.8.3. Trabalhadores são mão de obra

1.8.4. Estabilidade dos empregados

1.9. Princípios da administração científica de Taylor

1.9.1. Planejamento

1.9.1.1. Sai de cena o improviso, o trabalho deve ser planejado e testado, a fim de reduzir e racionalizar sua execução.

1.9.2. Preparo

1.9.2.1. Selecionar os operários de acordo com as suas aptidões e então prepará-los e treiná-los para produzirem mais e melhor.

1.9.3. Contole

1.9.3.1. Controlar o trabalho para se certificar de que está sendo executado de acordo com os métodos estabelecidos.

1.9.4. Execução

1.9.4.1. Distribuir as atribuições e responsabilidades para que o trabalho seja o mais disciplinado possível.

1.10. Princípios básicos de Ford

1.10.1. Intensificação

1.10.1.1. Diminuir o tempo de duração com o emprego imediato dos equipamentos e da matéria prima e rápida colocação do produto no mercado.

1.10.2. Economicidade

1.10.2.1. Reduzir ao mínimo o volume do estoque da matéria-prima em transformação.

1.10.3. Produtividade

1.10.3.1. Aumentar a capacidade de produção do homem no mesmo período por meio da especialização e da linha de montagem.

1.11. Organizações

1.11.1. Divisão do trabalho

1.11.2. Decisões centralizadas

1.11.3. Pequena amplitude de controle

1.11.3.1. Estruturas altas

1.11.3.2. Numero de subordinados ligados a um chefe.

1.11.4. Impessoalidade

1.11.5. Estruturas e sistemas definem os resultados

2. Teoria Clássica

2.1. Representantes

2.1.1. Henry Fayol, Mooney, Gulick

2.2. Início do Séc. XX- França

2.3. Funções básicas da empresa

2.3.1. Funções Técnicas

2.3.1.1. Operação

2.3.2. Funções Comerciais

2.3.2.1. Área de vendas

2.3.3. Funções de Segurança

2.3.3.1. Nível mais baixo

2.3.4. Funções Contábeis

2.3.4.1. Subordinadas à Área Financeira

2.3.5. Funções Administrativas

2.3.5.1. Planejar (prever)

2.3.5.2. Organizar

2.3.5.3. Dirigir (comandar)

2.3.5.4. Coordenar

2.3.5.5. Controlar

2.4. Busca por eficiência

2.5. Ênfase na estrutura

2.6. Princípios gerais de Administração para Fayol

2.6.1. Divisão do trabalho

2.6.1.1. As pessoas mais especializadas, mais eficiente executam seu trabalho.

2.6.2. Autoridade e Responsabilidade

2.6.2.1. Enquanto a autoridade formal dá-lhes o direito de governar.

2.6.3. Disciplina

2.6.3.1. Os membros de uma organização deve seguir as regras e convenções que governam a sociedade.

2.6.4. Unidades de comando

2.6.4.1. Cada funcionário deve ser instruído sobre uma determinada operação, apenas uma pessoa.

2.6.5. Unidade de direção

2.6.5.1. As operações que têm o mesmo objetivo deve ser abordada por um único gestor de usar um único plano.

2.6.6. Subordinação dos interesses individuais aos gerais

2.6.6.1. No interesse de todos os funcionários da empresa não deve prevalecer sobre os interesses da organização como um todo.

2.6.7. Remuneração do pessoal

2.6.7.1. Remuneração de trabalho deve ser justa para ambos os empregados e empregadores.

2.6.8. Centralização

2.6.8.1. Concentração da autoridade no topo da hierarquia da organização.

2.6.9. Cadeia Escalar

2.6.9.1. Linha de autoridade.

2.6.10. Ordem

2.6.10.1. Os materiais e as pessoas devem estar no lugar certo na hora certa.

2.6.11. Equidade

2.6.11.1. Os gestores devem ser amigável e justo com seus subordinados.

2.6.12. Estabilidade do pessoal

2.6.12.1. Alta taxa de rotatividade de pessoal não é adequado para o funcionamento eficiente de uma organização.

2.6.13. Iniciativa

2.6.13.1. Visualizar um plano e assegurar pessoalmente o seu sucesso.

2.6.14. Espírito de equipe

2.6.14.1. Harmonia e a união entre as pessoas.

3. Críticas

3.1. Abordagem Simplificada

3.2. Restrita á organização formal

3.3. Não considera o aspecto psicossocial

3.4. Abordagem racional, não realista

3.4.1. Desconsidera a pessoa

3.5. Ausência de conflitos intra-organizacionais

3.6. Abordagem de sistema fechado

3.6.1. Mecânico

3.6.2. Determinístico

4. Características básicas da administração

4.1. Engenharia humana e engenharia de produção.

5. Homem Econômico

5.1. Previsível, egoísta e utilitarista.

5.2. Racionais

5.3. Analisam as alternativas e escolhem as que otimizam seus resultados.

6. Ênfase

6.1. Tarefas e estrutura organizacional

7. Abordagem da Administração

7.1. Organização Formal

8. Sistemas de Incentivo

8.1. Incentivos materiais e salariais

9. Era industrial Clássica - 1900- 1950