Brasil República

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Brasil República por Mind Map: Brasil República

1. Causas

2. New node

2.1. New node

3. Golpe Militar

3.1. NnBrasília, 600 sargentos do exército e da aeronáutica ocuparam a tiros suas guarnições para exigir o direito de voto. A rebelião dos sargentos foi controlada , mas os oficiais militares se assustaram com a indisciplina da tropa e responsabilizaram o governo pelo “clima de desordem”.

3.1.1. Em 31 de março, de 1964, explodiu a rebelião das forças armadas contra o governo João Goulart. O movimento militar teve início em Minas Gerais, apoiado pelo governador mineiro Magalhães Pinto. Rapidamente, os golpistas contaram com a adesão de outras unidades militares de São Paulo, do Rio Grande do Sul e do antigo estado da Guanabara

3.2. Sem condições de resistir ao golpe militar, o presidente João Goulart deixou Brasília em 1ºde março de 1964. Passou pelo Rio Grande do Sul e, em seguida, foi para o Uruguai como exilado político. Era o começo dos governos militares.

4. Governo Dultra (1946-1950)

4.1. Ocorreu durante a guerra fria e o anticomunismo

4.1.1. Aliado dos Estados Unidos

4.1.1.1. Rompeu ligações com a União Soviética (1947)

4.1.2. Partido Brasileiro Comunista considerado ilegal

4.1.2.1. Senadores eleitos pelo PBC tiveram seus mandatos cancelados (entre eles Prestes)

4.1.2.1.1. Em combate ao comunismo o governo suspendeu o direito de greve, interveio em 143 sindicatos e prendeu vários líderes operários.

4.1.2.2. Em relação aos trabalhadores urbanos o governo agiu de modo autoritário

4.1.3. Novas diretrizes econômicas

4.1.3.1. Rompeu ligações com a União Soviética (1947)

4.1.3.2. Plano Salte/Entreguista

4.1.3.2.1. Nacionalismo econômico da Era Vargas foi abandonado: abriu-se a economia do país às empresas estrangeiras, sem a preocupação de incentivar o desenvolvimento industrial nacional

5. Governos Vargas (1951-1954)

5.1. Eleito pelas eleições para a sucessão de Dultra ,onde dizia que voltava ao poder não apenas como líder político, mas como líder popular.Construindo assim uma imagem de homem democrático

5.2. Duas principais características

5.2.1. Nacionalismo econômico (Conta o "entreguismo")

5.2.1.1. Criação da Lei de Lucros Extraordinários, que limitava a remessa ao exterior dos lucros das empresas estrangeiras estabelecidas no Brasil.Porém essa lei foi barrada no congresso devido as pressões de grupos internacionais.

5.2.2. Política trabalhista

5.2.2.1. Vargas dizia que seu objetivo era a construção de uma “verdadeira democracia social e econômica”

5.2.2.1.1. O governo dos Estados Unidos mostrava seu desagrado pela criação da Petrobrás e pela Lei de Lucros. A UDN, principal partido de oposição ao governo, e os setores ligados ao capital estrangeiro começaram a conspirar para derrubar Vargas.

5.2.2.1.2. Em 1954, Vargas autorizou um aumento de 100% no salário mínimo, atendendo à proposta do ministro do Trabalho, João Goulart.

5.3. Crise Política

5.3.1. Os políticos da UDN e a imprensa de oposição atacavam duramente o governo Vargas, acusando-o de corrupção

5.3.1.1. Em 5 de agosto de 1954, o líder oposicionista Carlos Lacerda foi vítima de um atentado,e por conta das forças opositoras Getúlio acaba sendo acusado e sofre pressão para se renunciar

5.3.1.1.1. Getúlio isolado politicamente, no dia 24, escreveu uma carta-testamento ao povo brasileiro e, em seguida, suicidou-se com um tiro no coração.

6. Proclamação da República (1889)

6.1. República Velha

6.1.1. República da Espada

6.1.1.1. Deodoro da Fonseca

6.1.1.2. Floriano Peixoto

6.1.2. República Oligárquica

6.1.2.1. Prudente de Moraes (1894-1898)

6.1.2.2. Campos Sales (1898-1902)

6.1.2.3. Política do Café-com-leite

6.1.2.4. Rodrigues Alves (1902-1906

6.1.2.5. Afonso Pena (1906-1909)

6.1.2.6. New node

6.1.2.7. New node

6.2. Nilo Peçanha (1909-1910) Hermes Fonseca (1910-1914) Venceslau Brás (1914-1918) Delfim Moreira (1919) Epitácio Pessoa (1919-1922) Arthur Bernardes (1922-1926)

7. Crise da República

7.1. Fim da Política do café-com-leite

7.1.1. Júlio Prestes (SP) VS Getúlio Vargas (Aliança Liberal)

7.1.1.1. Vitória de Júlio Prestes

8. João Café Filho (1954-1955)

9. GOVERNO DE JUSCELINO (1956 – 1961)

9.1. Lema: 50 anos em 5

9.2. Governo totalmente "entreguista"

9.3. Plano de Metas: um programa que priorizava as obras de infra-estrutura e o estímulo à industrialização.

9.4. Entre as principais realizações que marcaram esse governo, destacam-se: · construção de usinas hidrelétricas (Furnas e Três Marias); · implantação da indústria automobilística, que produziria mais de 300 mil veículos por ano, com 90% das peças fabricadas no Brasil; · ampliação da produção de petróleo de 2 milhões para 5,4 milhões de barris; · construção de 20 mil quilômetros de rodovias, entre elas a Belém-Brasília.

9.5. Anos dourados :a era do rádio

9.5.1. O governo de Juscelino é freqüentemente associado a grandes obras, como a construção de Brasília, e a um momento de prosperidade nacional que beneficiou sobretudo as elites e as classes médias.

9.6. Democracia Liberal:Juscelino realizou um governo que, de modo geral, garantiu aos brasileiros muitas liberdades democráticas.

10. Jânio Quadros (1961)

10.1. Governo com medidas pouco eficazes e anticomunista

10.1.1. Em 19 de agosto de 1961, Jânio Quadros condecorou o ministro da Economia de Cuba, Ernesto “Che” Guevara, com a principal comenda brasileira: a Ordem do Cruzeiro do Sul.

10.1.1.1. Assim aliando-se de vez a União Soviética e causando extrema insatisfação em seu partido (UDN),que acabou causando sua renúncia e formando um governo de apenas 7 meses.

11. Governo de João Goulart (1961-1964)

11.1. Reações a reforma

11.2. Reformas de base

11.2.1. Reforma educacional: para aumentar o número de escolas públicas, matricular todas as crianças brasileiras e combater o analfabetismo;

11.2.2. Reforma Agrária :para facilitar o acesso à terra a milhões de lavradores que desejavam trabalhar e produzir no campo. Com melhores condições de vida e de trabalho, o morador do campo permaneceria em seu local de origem e não se dirigiria para as grandes cidades em busca de emprego;

11.2.3. Reforma Tributária:para corrigir as desigualdades sociais na distribuição dos deveres entre ricos e pobres, patrões e empregados

11.2.3.1. Além das reformas de base, Jango procurou, pela Lei de Remessas de Lucros, limitar o envio de dólares das empresas multinacionais para o exterior. A aprovação dessa lei provocou forte reação entre representantes das multinacionais, bem como dos grupos políticos e defensores dos interesses estrangeiros.

11.2.3.2. A favor do governo, alguns setores populares faziam manifestações em apoio às reformas de base. Contra o governo, as oposições organizavam protestos como, por exemplo, a marcha da Família com Deus pela Liberdade, em São Paulo, passeatas de senhoras católicas, autoridades civis, empresários e parte da classe média

11.2.4. Sua estratégia socioeconômica foi formalizada por meio do Plano Trienal de Desenvolvimento Econômico e Social, organizado por Celso Furtado, ministro do Planejamento. Esse plano tinha como objetivos:

11.2.4.1. . promover melhor distribuição das riquezas nacionais, desapropriando aos latifúndios improdutivos para defender interesse sociais; · encampar as refinarias particulares de petróleo; · reduzir a dívida externa brasileira; · diminuir a inflação e manter o crescimento econômico sem sacrificar exclusivamente os trabalhadores.

11.3. Nacionalismo reformista

12. Golpe/Revolução de 1930

12.1. Era Vargas

12.1.1. Governo Provisório (1930/1934)

12.1.2. Governo Constitucional (1934-1937)

12.1.3. Estado Novo (1937-1945)

12.1.3.1. Getúlio saí do poder

12.1.3.1.1. Redemocratização do Brasil (1945-1964))

13. New node

14. Governo Dultra (1946-1950)

14.1. Ocorreu durante a guerra fria e o anticomunismo

14.1.1. Aliado dos Estados Unidos

14.1.2. Partido Brasileiro Comunista considerado ilegal

14.1.2.1. Senadores eleitos pelo PBC tiveram seus mandatos cancelados (entre eles Prestes)

14.1.2.1.1. Em combate ao comunismo o governo suspendeu o direito de greve, interveio em 143 sindicatos e prendeu vários líderes operários.

14.1.3. Novas diretrizes econômicas

14.1.3.1. Plano Salte

14.1.3.1.1. Nacionalismo econômico da Era Vargas foi abandonado: abriu-se a economia do país às empresas estrangeiras, sem a preocupação de incentivar o desenvolvimento industrial nacional

15. New node

16. Novo tópico