Sd. Disabsortiva

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Sd. Disabsortiva por Mind Map: Sd. Disabsortiva

1. Conjunto de sinais e sintomas secundário à má absorção pela mucosa intestinal, de um ou mais nutrientes vindos da alimentação, como carboidratos, proteínas, lipídios, minerais e vitaminas.

1.1. Insuficiência na produção de enzimas digestivas específicas responsáveis pela digestão (quebra em micropartículas)

1.1.1. Estes sucos digestivos são produzidos pelo estômago, pâncreas, fígado e mucosa intestinal, e qualquer doença que afete algum destes órgãos pode comprometer seu funcionamento.

1.1.1.1. pancreatite, obstrução do ducto biliar (primária ou secundária à câncer), fibrose cística e deficiência na produção da enzima lactase pela mucosa intestinal, remoção cirúrgica de parte do estômago e gastrite atrófica.

1.2. Alteração da própria mucosa intestinal, que passa a não absorver adequadamente os nutrientes da alimentação

1.2.1. Diminuição da área de absorção

1.2.1.1. Doença Celíaca, Espru tropical, Doença de Whipple, Doença de Chron, Retocolite Ulcerativa, infecções locais por bactérias, vírus e protozoários, drogas como neomicina e álcool e retirada cirúrgica (ressecção) de parte do intestino por doenças específicas e tumores, enterites regionais pós tratamento radioterápico de tumores da região abdominal.

1.3. Alteração da circulação sanguínea ou de vasos linfáticos da mucosa intestinal ou de vasos sanguíneos que irrigam a região mesentérica intestinal.

1.3.1. Esta alteração prejudica o transporte de nutrientes absorvidos pelo intestino para todo o organismo

1.3.1.1. Linfangiectasias Intestinais, Mucoviscidose, Isquemia Mesentérica e Linfomas .

1.3.1.1.1. New node

1.3.1.1.2. Dor abdominal logo após as refeições, como acontece no caso da isquemia mesentérica.

2. New node

3. Má absorção de gorduras: pancreatites, obstrução do ducto biliar, doença celíaca, espru tropical. Nos pacientes com obstrução do ducto biliar outro sinal que pode aparecer é a icterícia, com pele e olhos amarelados.

3.1. paciente perde peso progressivamente e suas fezes ficam sempre volumosas e esbranquiçadas (esteatorréia) e cólicas abdominais são frequentes. Como algumas vitaminas (vitaminas A, D, E e K) pegam carona na gordura para serem absorvidas também poderá haver sinais e sintomas de deficiência de alguma delas. Como a vitamina K é responsável pela coagulação sanguínea, sua deficiência pode gerar manchas roxas na pele (equimoses) e sangramentos na gengiva.

4. Má absorção de proteínas: Acrodermatite Enteropática, Doença de Chron, Retocolite Ulcerativa

4.1. sinais francos de desnutrição como perda da massa muscular, pele descamativa, perda da qualidade dos cabelos e inchaço em pernas e às vezes generalizado (anasarca). A imunidade fica comprometida e infecções persistentes podem aparecer.

5. Má absorção de vitamina B12: A principal causa desta condição é a gastrite atrófica que leva à um quadro conhecido como anemia perniciosa. Pacientes submetidos à determinados tipos de cirurgia bariátrica também correm risco desta deficiência

5.1. anemia e alterações neurológicas como formigamento nas mãos.

6. Má absorção de ferro: Doença Celíaca, Doença de Chron e Retocolite Ulcerativa.

6.1. anemia ferropriva, que leva a palidez da pele e das mucosas, cansaço progressivo, dores nas pernas e baixa imunidade.

7. Má absorção de lactose: A principal causa é a Deficiência Congênita da produção da enzima lactase, mais rara, ou Primária, diminuição parcial da produção da enzima lactase, sendo mais frequente. Ambas as condições levam ao quadro de intolerância à lactose.

7.1. enzima esta responsável pela quebra da lactose para que a mesma seja absorvida, o acúmulo deste açúcar do leite no intestino leva ao aparecimento de cólicas abdominais, flatulência, estufamento da barriga, diarreias explosivas e náuseas

7.2. New node