Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Icterícia por Mind Map: Icterícia

1. - Presença de cantina (colestase prolongada)

2. - Presença de esplenomegalia (anemia hemolítica)

3. - Equimoses/púrpura

4. - Aranhas vasculares

5. - Hipocratismo digital

6. Mecanismos:

6.1. HIPERBILIRRUBINEMIA

6.1.1. Multifatorial

6.1.2. Conjugada

6.1.3. Não conjugada

7. Definição:

7.1. Coloração amarelada da pele, esclerótica e mucosas.

7.2. Acúmulo de bilirrubina (hiperbilirrubinemia)

7.2.1. • Principal fonte: degradação de eritrócito

8. Difere de hipercarotenenia;

8.1. • Hipercarotenemia não antiga a esclerótica;

9. Degradação de eritrócito produz:

9.1. BILIVERDINA

9.1.1. (Converte-se)

9.1.1.1. BILIRRUBINA

9.1.1.1.1. Bilirrubina não conjugada

9.1.1.1.2. Bilirrubina conjugada

10. TIPO:

10.1. Bilirrubina não conjugada

10.1.1. Causa: icterícia menos evidente por ser lipossolúvel;

10.1.2. Medicamentos

10.2. Bilirrubina conjugada

10.2.1. Causa: além da icterícia pode acarretar hipocolia fecal, colúria e acolia fecal.

11. Bilirrubina Conjugada:

11.1. Origem extra-hepática

11.1.1. DEFEITO EXCRETOR

11.1.1.1. Benigna:

11.1.1.1.1. Colelitíase

11.1.1.1.2. Ligadura de colédoco

11.1.1.1.3. Atresias

11.1.1.2. Maligna:

11.2. Origem intra-hepática

11.2.1. OBSTÁCULOS AO FLUXO DA BILE

11.2.1.1. Hepatocelular

11.2.1.1.1. Extrínseca (neoplasias do pâncreas)

11.2.1.1.2. Defeito de excreção (síndromes)

11.2.1.1.3. Adquirida (hepatites, álcool, cirrose)

11.2.1.2. Canalicular

11.2.1.2.1. Medicamentos

11.2.1.2.2. Cirrose biliar primária

11.2.1.2.3. Atresia de vias biliares

11.2.1.2.4. Colangite esclerosantes

11.2.1.2.5. Colangiocarcinoma

11.2.1.3. Intrínseca (neoplasia de papila, colédoco, vesícula)

12. Avaliação semiológica:

12.1. - Se esta só na pele ou também nas escleróticas

12.2. - Antecedentes epidemiológicos

12.3. - Antecedentes pessoais e familiares

12.4. - Hábitos e vícios

12.5. - Presença de purido (colestase)

12.6. - Antecedentes medicamentosos

12.7. - Eritema palmar

12.8. - Distribuição dos pelos

12.9. -Ginecomastia

12.10. - Atrofia

13. Bilirrubina não conjugada:

13.1. Produção excessiva de bilirrubina em setores distantes do fígado;

13.1.1. Hemólise

13.1.2. Alteração da eritropoese

13.2. Produção excessiva a nível da membrana;

13.2.1. Recém-nascido

13.2.2. Medicamentos

13.3. Problemas nos hepatocitos (captação e/ou fixação)

13.3.1. Recém-nascido

13.4. Problemas a nível microssomal (na conjugada)

13.4.1. Icterícia fisiológica do recém-nascido

13.4.2. Icterícia do leite materno

13.4.3. Algumas síndromes

14. Doenças:

14.1. Helatite viral;

14.2. Insuficiência hepática;

14.3. Colestase;