Mapa Mental: Ligações Químicas

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
Mapa Mental: Ligações Químicas por Mind Map: Mapa Mental: Ligações Químicas

1. Classificadas em 3 tipos

1.1. Iônicas, covalentes e metálicas

1.1.1. Ligação Iônica: Ocorre por meio da atração entre íons, ou seja, entre cátions(íons com carga positiva) e ânions(íons com carga negativa).

1.1.1.1. A organização de íons forma um aglomerado iônico com configuração estável e características específicas;

1.1.1.2. Nas ligações iônicas, alguns átomos doam e outros recebem elétrons.Em um composto iônico, a soma das cargas sempre será neutra,pois o número de elétrons doados é igual ao de recebidos;

1.1.1.3. Para que ocorra uma ligação iônica, é necessário o envolvimento entre átomos que tenham tendência a receber eses elétrons;

1.1.1.4. Ex.: Os metais geralmente têm 1,2 ou 3 elétrons na camada de valência, enquanto os não metais possuem 5,6 ou 7 elétrons na última camada. Assim, ligações iônicas entre os metais e os não metais são comuns.

1.1.2. Construção de Fórmulas Iônicas:

1.1.2.1. Primeiro, representa-se o cátion e, em seu canto superior direito,coloca-se o número de elétrons que ele doa para que adquira uma configuração eletrônica parecida com um gás nobre, que é chamado de número de valência.Em seguida,representa-se o ânion;

1.1.2.2. A soma das cargas positivas e negativas de um composto iônico deve ser nula. Se uma ligação não obedece essa determinação, deve-se ajustar as proporções dos íons, fazendo com que a carga do cátion represente a do ânion e vice-versa.

1.1.3. Ligação Covalente:

1.1.3.1. Ocorre entre átomos com tendência a receber elétrons, como os metais e o hidrogênio;

1.1.3.2. Em uma ligação covalente, há o compartilhamento de átomos, formando moléculas, que irão originar substâncias moleculares;

1.1.3.3. O compartilhamento de elétrons é feito em pares, e cada par pertence simultaneamente aos dois átomos envolvidos.

1.1.4. Ligação Metálica:

1.1.4.1. Ligação entre metais. Nos átomos envolvidos em ligações químicas,a atração do núcleo sobre os elétrons mais externos da eletrosfera é fraca, por isso eles perdem elétrons facilmente, originando os cátions;

1.1.4.2. Os cátions ficam estabilizados pelos elétrons liberados,que os envolvem como uma nuvem eletrônica, passando a se deslocar de maneira desordenada;

1.1.4.3. A movimentação dos elétrons em volta dos cátions ajuda a explicar algumas das propriedades dos metais, como a alta condutibilidade elétrica e térmica. Sem estabelecer uma ligação definida, os metais podem ser deformados, já que são maleáveis e dúcteis;

1.1.4.4. Os materiais metálicos podem ser formados por apenas um tipo de de átomo de um mesmo elemento químico, como o ouro puro, ou por mais de um tipo de elemento químico, como o latão, que é uma liga metálica composta de zinco e cobre.

2. Linguagem química universal

2.1. Formas de representar as substâncias químicas

2.1.1. Fórmula Molecular: Apresenta a quantidade de átomos de cada elemento químico que constitui a molécula;

2.1.2. Fórmula Eletrônica: Indica os elétrons da camada de valência de cada átomo e a formação de ligações entre os átomos envolvidos;

2.1.3. Fórmula Estrutural Plana: Indica as ligações entre os átomos, sendo cada par de elétrons representado por um traço.

3. Massa Molecular:

3.1. Quando ocorrem as ligações químicas, sejam elas covalentes, iônicas ou metálicas, é possível encontrar a massa molecular do composto formado;

3.2. É a soma das massas atômicas de cada elemento químico que compõe a fórmula.

4. Novo Tópico