ADMINISTRAÇÃO PELA QUALIDADE

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
ADMINISTRAÇÃO PELA QUALIDADE por Mind Map: ADMINISTRAÇÃO PELA QUALIDADE

1. Histograma

1.1. Medidas de locação

2. FUNDAMENTOS DA QUALIDADE E MODELOS DE GESTÃO

2.1. A conquista e a manutenção dos mercados dependem do foco no cliente.

2.2. GESTÃO DA QUALIDADE

2.3. Foco no cliente

2.4. Diretos: Montadoras e mercados de reposição.

2.5. Indiretos: Consumidores

2.6. OS STAKEHOLDERS

2.7. Clientes

2.8. Funcionários

2.9. Cadeia de suprimentos

2.10. Acionistas

2.11. Agências reguladoras

2.12. EXPECTATIVAS:

2.13. Atendimento de requisitos

2.14. Ambiente desafiador

2.15. Acordos de longo prazo

2.16. valor econômico, lucratividade e valorização da marca

2.17. Atendimento às normas Vigentes

2.18. Funções:

2.19. De cliente

2.20. De processador

2.21. De fornecedor

2.22. para garantir o atendimento de requisitos do cliente externo.

2.23. Visão Sistêmica do processo

2.24. Primários

2.25. Avaliar mercados e clientes

2.26. Desenvolver visão e estratégia

2.27. Desenvolver produtos e serviços

2.28. Comercializar e vender

2.29. Produzir e entregar

2.30. Faturar e pós-venda

2.31. Processo de suporte

2.32. Desenvolver e gerenciar RH

2.33. Gerenciar informações

2.34. Gerenciar recursos financeiros

2.35. Executar o gerenciamento ambiental.

2.36. Hierarquia entre processos

2.37. macroprocesso/Subprocesso

2.38. Atividades

2.39. Atravessam a estrutura funcional da organização de forma horizontal, envolvendo diversas áreas funcionais.

2.40. MELHORIA CONTÍNUA E ABORDAGEM CIENTÍFICA

2.41. Melhoria contínua e radical

2.42. A informação dos processos de negócio

2.43. As decisões são tomadas pela alta gerência

2.44. PDCA

2.45. (P) Planejamento

2.46. (D) Execução

2.47. (C) Verificação

2.48. (A) Ação Corretiva

2.49. ETAPAS DO MÉTODO DE ANÁLISE DE SOLUÇÃO DE PROBLEMA

2.50. 1. Identificação do problema

2.51. 2. Observação

2.52. 3. Análise

2.53. 4. Plano de Ação

2.54. 5. Ação

2.55. 6. Verificação

2.56. 7. Padronização

2.57. 8. Conclusão

2.58. PRÊMIOS DE QUALIDADE

2.59. Prêmio Malcom BALDRIGE

2.60. INCENTIVAR A MELHORIA DA QUALIDADE E COMPETITIVIDADE

2.60.1. Está baseado em sete critérios:

2.60.2. Liderança

2.60.3. Estratégia

2.60.4. Clientes

2.60.5. Medição, análise e conhecimento

2.60.6. Integração

2.60.7. Pessoas

2.60.8. Operações

2.60.9. Resultados

2.61. Prêmio da Fundação Europeia de Gestão da Qualidade (EFQM)

2.61.1. Liderança

2.61.2. Pessoal

2.61.3. Política e estratégia

2.61.4. Parcerias e recursos

2.61.5. Processos

2.61.6. Resultados para o pessoal

2.61.7. Resultados - Clientes

3. SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001

3.1. Propõe um conjunto de atividades de gestão.

3.2. a alta gerência da empresa deve liderar e criar uma cultura de valorização da gestão da qualidade.

3.3. As atividades de gestão estabelecidas no sistema da Qualidade ISO 9001 foram esses pontos:

3.3.1. Quem Precisa de um certificado ISO 9001

3.3.1.1. O cliente exige do fornecedor o certificado ISO 9001.

3.3.1.2. Como exigência Prévia para a aquisição do produto e serviço.

3.3.2. Principais alterações da ISO 9001

3.3.2.1. A edição 2015 trouxe algumas alterações importantes na estrutura de requisitos.

3.3.2.2. Segue a diretriz desenvolvida pela ISO 9002.

3.3.2.3. E o conjunto desses requisitos compõe o modelo do sistema de gestão da qualidade proposto pela ISO.

3.3.2.4. NA EDIÇÃO 2008, O MODELO DE GESTÃO ERA ESTRUTURADO EM CINCO REQUISITOS ou MACROPROCESSOS

3.3.2.5. * Sistema de Qualidade

3.3.2.6. * Responsabilidade da direção.

3.3.2.7. *Gestão de recursos.

3.3.2.8. *Realização do Produto.

3.3.2.9. *Medição, análise e Melhoria.

3.3.2.10. NA EDIÇÃO DE 2015, O SISTEMA DA QUALIDADE PASSA A SER ESTRUTURADO EM SETE REQUISITOS:

3.3.2.10.1. REQUISITOS DO SISTEMA DE QUALIDADE ISO 9001:2015

3.3.2.11. * Contexto da organização.

3.3.2.12. *Liderança.

3.3.2.13. *Planejamento.

3.3.2.14. *Suporte.

3.3.2.15. * Avaliação de desempenho.

3.3.2.16. *Melhoria.

3.4. Responsabilidade da direção para liderar o processo de gestão da Qualidade.

3.5. Planejamento de objetivos e planos de ação e revisão.

3.6. Gestão da qualidade na operação de produção.

4. Ferramentas para o controle e melhoria da Qualidade

4.1. PROCESSO DE MELHORIA

4.1.1. * Identificação dos problemas prioritários

4.1.2. *Observação e coleta de dados

4.1.3. *Análise e busca de causas raízes

4.1.4. *Planejamento e implementação das ações

4.1.5. *Verificação dos resultados

4.2. SETE FERRAMENTAS DA QUALIDADE

4.2.1. 1. Estratificação

4.2.2. 2. Folha de verificação

4.2.3. 3. Gráfico de pareto

4.2.4. 4. Diagrama de causa e efeito

4.2.5. 5. Histograma

4.2.6. 6. Diagrama de dispersão

4.2.7. 7. Gráfico de controle

4.3. SETE FERRAMENTAS GERENCIAIS:

4.3.1. 1. Diagrama de relações

4.3.2. 2. Diagrama de afinidades

4.3.3. 3. Diagrama em árvore

4.3.3.1. Principais finalidades

4.3.3.1.1. Identificação e priorização de problemas.

4.3.3.1.2. Amostragem.

4.3.3.1.3. Folha de verificação.

4.3.4. 4. Matriz de priorização

4.3.5. 5. Matriz de relações

4.3.6. 6. Diagrama de processo decisório

4.3.7. 7. Diagrama de atividades

4.4. Além dessas, outras ferramentas da qualidade bastante difundidas são:

4.4.1. 5S

4.4.2. Mapeamento dos processos

4.4.3. 5W1H (O quê, Por quê, Onde, Quando, Quem, Como).

4.4.4. Mapeamento dos processos

4.4.5. Diagrama de afinidades

4.4.6. Matriz de priorização

4.4.7. Estratificação

4.4.8. Diagrama de espinha de peixe

4.4.9. Diagrama de processo decisório

4.5. A estratificação consiste na divisão de um grupo em diversos subgrupos:

4.5.1. Condição climática

4.5.2. Turno de produção

4.5.3. Local

4.5.4. Matéria-prima

4.5.5. Operador

4.5.6. Folha de verificação

4.5.7. Diagrama de pareto

4.6. Etapas para a construção de um gráfico de pareto

4.6.1. Problemas e causas para comparar

4.6.2. Unidade de comparação

4.6.3. Período de tempo

4.6.4. Coleta de dados

4.6.5. Categorias

4.6.6. Desenhos das categorias

4.6.7. Diagrama de causa e efeito

4.7. 5S

4.7.1. S - Seiri

4.7.2. S - Seiton

4.7.3. S - Seiso

4.7.4. S - Seiketsu

4.7.5. S - Shitsuke

4.8. É possível aplicar os 5S em empresas de qualquer segmento.

5. A evolução do conceito e da prática de gestão da Qualidade

5.1. Conceito de qualidade

5.2. desempenhotécnico ou funcional.

5.3. Conveniência de uso.

5.4. Disponibilidade.

5.5. Confiabilidade.

5.6. Satisfazer as necessidades do cliente.

5.7. PONTO DE VISTA DO USUÁRIO

5.8. A satisfação do cliente quanto à qualidade de um produto depende da relação entre a expectativa e a aquisição.

5.9. O processo evolutivo do conceito de Qualidade

5.10. Adequações às especificações.

5.11. Adequação ao uso.

5.12. Adequação ao custo.

5.13. Adequação a requisitos latentes.

5.14. As contribuições de Juran:

5.15. Manual do controle de Qualidade.

5.16. O produto deve ser direcionado para o atendimento das expectativas do cliente.

5.17. O conceito de Qualidade deve ser incorporado a todos os processos da organização.

5.18. Trilogia do controle da Qualidade.

5.19. As contribuições de Feigenbaum:

5.20. Atividades de controle.

5.21. Controle de projeto.

5.22. Controle de material recebido.

5.23. Controle de produto.

5.24. Estudos de processos especiais.

5.25. As contribuições de Deming:

5.26. Os 14 pontos:

5.27. 1. Estabeleça constância de propósito.

5.28. 2. Adote a nova filosofia.

5.29. 3. Não dependa da inspeção para atingir a qualidade.

5.30. 4. Abandone a prática de aprovar orçamento baseado somente em preço.

5.31. 5. Melhore continuamente cada processo.

5.32. 6. Institua treinamento.

5.33. 7. Adote liderança.

5.34. 8. Elimine o medo.

5.35. 9. Elimine as barreiras.

5.36. 10. Elimine metas numéricas.

5.37. 11. Elimine quotas numéricas.

5.38. 12. Remova as barreiras.

5.39. 13. Adote um forte programa de educação, treinamento e automelhoria.

5.40. 14. Faça da transformação um trabalho de todos.

5.41. As contribuições de Ishikawa

5.42. Visão ampla da Qualidade.

5.43. Ênfase no lado humano.

5.44. Participação de todos.

5.45. Diagrama de causa e efeito.

5.46. Classificou técnicas:

5.47. Primeiro Grupo - Sete ferramentas para a resolução de problemas.

5.48. Segundo Grupo - Para o uso de especialistas da Qualidade.

5.49. Terceiro Grupo - Métodos estatísticos avançados.

5.50. GESTÃO ESTRATÉGICA DA QUALIDADE

5.51. VISÃO INTERNA

5.52. Compare o produto com as especificações.

5.53. Consiga que o produto seja aceito.

5.54. Previna contra defeitos de fabricação.

5.55. VISÃO EXTERNA

5.56. Compare o produto com a concorrência.

5.57. Garanta a satisfação ao longo da vida útil do produto.