Reino Protista

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
Reino Protista por Mind Map: Reino Protista

1. Algas

1.1. Crisófitas (algas douradas)

1.1.1. Unicelulares

1.1.2. Possui clorofila

1.1.3. Fucoxantina como pigmento

1.1.4. Flagelos para locomoção (algumas)

1.1.5. Reprodução assexuada

1.1.6. Compõe grande parte do fitoplâncton do mar e da água doce

1.1.7. Fazem fotossíntese

1.1.8. Produzem grande parte do oxigênio do planeta

1.1.9. Parede celular recoberta por sílica

1.1.10. Vivem em ambientes úmidos.

1.1.11. Um exemplo são as diatomáceas.

1.2. Pirrófitas

1.2.1. Possui três tipos de pigmentos

1.2.2. Unicelulares

1.2.3. Aquáticas

1.2.4. Possuem dois flagelos e carapaça

1.2.5. Podem ser dulcícolas ou marinhas

1.2.6. Autótrofa, em sua maioria

1.2.7. Algumas apresentam bioluminescência

1.2.8. Um exemplo são os dinoflagelados

1.2.8.1. Produzem domoico, que inibe o desenvolvimento de outras espécies

1.2.8.2. Formam a "maré vermelha" quando a população aumenta descontroladamente.

1.3. Euglenófitas

1.3.1. Unicelulares

1.3.2. Seu pigmento é a clorofila

1.3.3. Apresentam dois tipos de nutrição

1.3.4. Se reproduzem de duas maneiras

1.3.4.1. Assexuada, por bipartição

1.3.4.2. Sexuada, ainda desconhecida

1.3.5. Possuem um vacúolo contrátil

1.3.6. Não possuem parede celular, apenas uma película flexível, que torna possível sua mudança de forma

1.4. Clorófitas (algas verdes)

1.4.1. São encontradas em águas doces, marinhas e ambientes úmidos

1.4.2. Contém parede celular

1.4.3. Podem ser unicelulares ou multicelulares

1.4.4. Podem viver em colônia

1.4.5. Seu principal exemplo é a euglena

1.4.5.1. Precisa de água sem poluição para sobreviver

1.4.6. Se reproduzem de duas maneiras

1.4.6.1. Assexuada, por bipartição

1.4.6.2. Sexuada, por conjugação, anisogamia, isogamia e hormogonia

1.4.7. Tem importância econômica, por serem utilizadas como alimento

1.5. Rodófitas (algas vermelhas)

1.5.1. Multicelular, em sua maioria

1.5.2. Tem como pigmento a ficoeritrina

1.5.2.1. Lhe permite a absorção da luz, os possibilitando sobreviver a maiores profundidades

1.5.3. Tem forma filamentosa e vida fixa

1.5.4. Parede celular rica em mucilagem

1.5.5. Grande importância econômica

1.5.5.1. Produzem ágar-ágar, utilizada na indústria alimentícia e farmacêutica

1.5.6. Os gametas masculinos se locomovem através de movimentos ameboides

1.6. Phaeophyta (algas pardas)

1.6.1. Em sua maioria são pluricelulares

1.6.2. São marinhas na maior parte dos casos

1.6.3. Tem como pigmento a fucoxantina, entre outros

1.6.4. Lugares úmidos são os ideais, mas se adaptam bem fora da água

1.6.5. Possui parede celular com celulose

1.6.5.1. Impede a desidratação

1.6.5.2. Possibilita que fiquem aderidas em rochas á beira-mar

1.6.6. Podem viver de dois a quinze anos

1.6.7. Tem importância econômica

1.6.7.1. É utilizada como alimento

1.6.7.2. Na extração do alginato

2. Protozoários

2.1. São seres Unicelulares, ou formados por colônias de células iguais.

2.2. Rizópodos (sarcodíneos)

2.2.1. Também conhecidos como sarcodíneos

2.2.2. Se locomovem através de pseudópodos

2.2.2.1. São contrações do citoplasma

2.2.2.2. Tem a função de locomover e alimentar o ser vivo

2.2.3. Um exemplo são as amebas

2.2.3.1. A mais conhecida é a Entamoeba histolytica

2.2.3.1.1. Parasita o ser humano

2.2.3.1.2. Provoca fortes dores abdominais/febre/diarreia, e outros sintomas

2.2.3.2. As amebas marinhas têm uma concentração do citoplasma igual à do meio externo

2.2.3.2.1. São isotônicas com o meio

2.2.3.3. Nas amebas dulcícolas, o meio é hipotônico em relação ao ser vivo

2.2.4. Nem sempre as condições do ambiente lhes são favoráveis

2.2.4.1. Com isso, os rizópodos produzem uma casca lipoproteica, diminuindo o volume citoplasmático, formando um cisto

2.3. Mastigóforos (flagelados)

2.3.1. Possuem de um a muitos flagelos

2.3.1.1. Para locomoção

2.3.1.2. E para captura de alimentos

2.3.2. Podem ser encontrados de duas formas

2.3.2.1. Como colônias

2.3.2.2. Assim como isolados

2.3.3. Podem ser

2.3.3.1. Terrestres

2.3.3.2. Dulcícolas

2.3.3.3. Marinhos

2.3.4. São de grande interesse para estudos por vários serem parasitas humanos e causadores de doenças, tais como:

2.3.4.1. A doença de chagas

2.3.4.2. Leishmaniose

2.3.4.3. Giardíase

2.4. Cilióforos (ciliados)

2.4.1. Em sua maioria, são de vida livre

2.4.2. Os cílios que os recobrem ajudam em duas coisas

2.4.2.1. Na sua alimentação

2.4.2.2. Na locomoção

2.4.3. O principal exemplo é o Paramecium sp.

2.4.3.1. Dulcícola

2.4.3.2. Hipertônico

2.4.3.3. Tem um vacúolo pulsátil

2.4.3.3.1. Regula o volume de líquido intracelular

2.4.3.4. Pode ingerir alimentos através da citofaringe, e depois, o processo de fagocitose ocorre normalmente

2.5. Esporozoários

2.5.1. Não possui mecanismos de locomoção

2.5.2. Necessitam parasitar em um ser para se alimentar

2.5.2.1. O que chamamos de "Parasitas intracelulares obrigatórios"

2.5.3. Reprodução

2.5.3.1. Assexuada

2.5.3.1.1. Reprodução do Plasmodium:

2.5.3.2. Sexuada

2.5.3.3. Há casos em que ocorre alternância entre os dois tipos de reprodução

3. Mixomicetos

3.1. Apresentam movimento semelhante ao das amebas

3.2. Sem parede celular

3.3. Gelatinosos

3.4. Heterótrofos por fagocitose de matéria orgânica

3.5. Para se reproduzir liberam esporos

3.6. Vivem em ambientes úmidos, onde há matéria orgânica

4. Principais características do reino Protista

4.1. Eucariotas

4.2. Apresentam organelas especializadas

4.3. Não formam tecidos verdadeiros

4.4. Vivem nos mais variados ambientes

4.5. Dividem-se em vários filos