Plano de Negócios

Create a To-Do list for your upcoming tasks

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
Plano de Negócios por Mind Map: Plano de Negócios

1. gestão de negócios (Revisando conceitos

1.1. Funções administrativas

1.1.1. Planejamento

1.1.1.1. Definir objetivos e meios para alcançá-los, verificando onde se está e onde se quer chegar

1.1.2. Controle

1.1.2.1. Monitorar as atividades e fazer correções

1.1.3. Direção

1.1.3.1. Motivar Pessoas aos objetivos e metas da empresa

1.1.4. Organização

1.1.4.1. •Agrupar, estruturar e integrar os recursos organizacionais •Dividir o trabalho a ser feito •Agrupar os órgão e atividades em uma estrutura lógica •Designar as pessoas para a sua execução •Coordenar os diferentes esforços

1.2. EMPRESA|ORGANIZAÇÃO

1.2.1. unidade econômica quecombinando capital etrabalho, produz ou comercializa bens ou presta serviços, com a finalidade de lucro

1.2.2. ELEMENTOS DA EMPRESA:

1.2.2.1. Capital

1.2.2.1.1. dinheiro ou bens tangíveis investidos

1.2.2.2. Estabelecimento:

1.2.2.2.1. local onde se realiza

1.2.2.3. Trabalho:

1.2.2.3.1. força de trabalho, c/ ou s/ vínculo empregatício.

1.2.2.4. Objetivo:

1.2.2.4.1. sempre o LUCRO

1.3. SEGMENTAÇÃO

1.3.1. agrupamento de consumidores cujo comportamento é homogêneo ou o agrupamento através de outra variável de consumo. Bases da segmentação: critérios geográficos, demográficos, psicográficos e comportamentais usados para identificar os segmentos de mercado.

1.3.2. Bases para a segmentação:

1.3.2.1. Geográfica:

1.3.2.1.1. focalizam a localização dos membros do mercado-alvo e as características distintas de cada local. Preocupa-se com interesses culturais existentes em cada estado ou região.

1.3.2.2. Demográficas:

1.3.2.2.1. referem-se ao “estado de ser” das pessoas;

1.3.2.3. Psicográficas:

1.3.2.3.1. tem influência direta no comportamento do comprador.

1.3.2.4. Comportamentais:

1.3.2.4.1. define os membros pelo seu comportamento quando consumidores;

1.4. MERCADO-ALVO

1.4.1. ESCOLHER UMA ESTRATÉGIA DE SEGMENTAÇÃO QUE SEJA MAIS CONSISTENTE COM OS PONTOS FORTES COMPETITIVOS E COM AS REALIDADES DO MERCADO.

1.5. POSICIONAMENTO DE MERCADO:

1.5.1. ENCONTRAR UM NICHO DE MERCADO QUE ENFATIZE OS PONTOS FORTES DO PRODUTO EM RELAÇÃO AOS PONTOS FRACOS DA CONCORRÊNCIA.

1.6. Composição do Perfil do Cliente

1.6.1. Origem

1.6.2. Faixa Etária

1.6.3. Religião

1.6.4. Escolaridade

1.6.5. Preferências

1.6.6. Meios de Transporte

1.6.7. Acessibilidade

1.6.8. Hábitos

1.6.9. Tipos de clientes

1.6.9.1. consumista

1.6.9.1.1. definido como indivíduo conservador em termos de costumes, vaidoso, consciente da moda, apreciador da exclusividade, que encontrava prazer definitivo em comprar;

1.6.9.2. exibicionista

1.6.9.2.1. igualmente vaidoso e conservador, porém mais extravagante e desejoso de atrair atenções; desejava ser notado e admirado;

1.6.9.3. utilitarista

1.6.9.3.1. definido como indivíduo liberal, interessado em lazer e cultura, hedonista, preocupado com conforto e praticidade, refratário a publicidade, e indiferente à moda;

1.6.9.4. moderado

1.6.9.4.1. caracterizado como o “típico pai de família”, conservador, com grande respeito à opinião alheia, evitava os excessos, escolhendo o vestuário pelos padrões médios vigentes;

1.6.9.5. racional

1.6.9.5.1. preocupado em ascender socialmente, cuidadoso com seus gastos, buscava praticidade e durabilidade no seu vestuário.

1.6.10. Estilos de vida do consumidor

1.6.10.1. integrado

1.6.10.1.1. caracterizado por determinação, otimismo, sentimento de inferioridade, aceitação da autoridade, patriotismo, confiança no governo; aspirava à ascensão sócioeconômica, atribuía importância social à roupa como símbolo de status e sua atitude como comprador se caracterizava por impulsividade, esperteza e busca de marcas de prestígio;

1.6.10.2. independente

1.6.10.2.1. distingue-se pela moderação, crítica, auto-afirmação, desejo de independência e valorização da participação política; aspirava à maturidade e à realização profissional; comprador seletivo s de espírito crítico, despreocupado com a moda e orientado para a individualização do vestuário;

1.6.10.3. conservador

1.6.10.3.1. caracteriza-se pela dependência, imaturidade e acomodação; suas aspirações eram de afeição e aceitação social; era um comprador prudente, controlado e econômico, buscando sempre a padronização grupal no vestuário;

1.6.10.4. contestador

1.6.10.4.1. cujo perfil psicológico incluía sentimentos de superioridade, diferenciação, crítica pessimista; aspirava pertencer à elite intelectual; como comprador, era hedonista e seletivo; buscava o anticonvencionalismo e a personalização do vestuário;

1.6.10.5. moderno

1.6.10.5.1. extrovertido, sociável, hedonista, permeável à mudança; aspirava ao sucesso pessoal e social e à auto-realização; era um comprador exigente e gostava de experimentar, preocupado comstatus e sofisticação no vestuário

2. Liderança

2.1. É a arte de educar, orientar e estimular as pessoas a persistiram na busca de melhores resultados num ambiente de desafios, riscos e incertezas.

2.2. Cinco Pilares da Liderança

2.2.1. Caráter

2.2.1.1. Integridade

2.2.1.1.1. Consistência: Você é sempre o mesmo independente da pessoa com quem esteja? Escolhas: Você toma decisões que possam beneficiar terceiros quando outra opção o beneficiaria? Crédito: Você reconhece prontamente os esforços e contribuições dos outros para seu sucesso?

2.2.1.2. credibilidade

2.2.2. Competência

2.2.2.1. CHA

2.2.2.1.1. Conhecimento (o que se sabe)

2.2.2.1.2. Habilidades (o que se sabe fazer)

2.2.2.1.3. Atitudes (o que se quer fazer)

2.2.3. Foco em resultado

2.2.3.1. “Os líderes podem ter talento e caráter,mas só são considerados bons quando geram lucro para a empresa”.

2.2.3.2. Resultado demanda:

2.2.3.2.1. Rendimento e qualidade

2.2.3.2.2. Uso adequado de materiais

2.2.3.2.3. Cumprimento de Metas

2.2.3.2.4. Melhoria contínua

2.2.3.2.5. Visão sistêmica do negócio

2.2.3.2.6. Desempenho

2.2.3.2.7. Agilidade

2.2.3.2.8. Tomada de decisão

2.2.4. Capacidade de se relacionar bem

2.2.4.1. Rede de RELACIONAMENTOS

2.2.4.1.1. De todas as cinco habilidades envolvidas, essa parece ser a que melhor diferencia o líder extraordinário dos outros.

2.2.5. Aptidão para implementar mudanças

2.2.5.1. Conduzir grandes mudanças

2.2.5.1.1. Para onde irá com a sua equipe?

2.2.5.1.2. Qual é ocaminho?

2.2.5.1.3. Como conduzir a sua equipe?

2.2.5.1.4. Ajudar colaboradores a entender o que está acontecendo

2.2.5.1.5. Fazer com que se sintam comprometidos com a mudança

2.3. Diferenças entre o Líder Gestor

2.3.1. Em contraste, o gestor opera sobre os recursos físicos da organização, sobre seu capital, habilidades humanas, matérias-primas e tecnologia

2.3.2. Líder

2.3.2.1. Liderar é conectar as pessoas da organização ao seu negócio.

2.3.2.2. Liderar é obter e manter as pessoas da organização agindo e trabalhando como proprietários.

2.3.2.3. Liderança é a arte de fazer com que os outros tenham vontade de fazer algo que você está convencido que deva ser feito.

2.3.2.4. Liderança é a arte de mobilizar os outros a batalhar por aspirações compartilhadas.

2.3.2.5. Liderança é a arte de obter resultados desejados, acordados e esperados através de pessoas engajadas.

2.3.3. Gestor

2.3.3.1. Gerenciar é colocar para trabalhar as pessoas da organização no seu negócio.

2.3.3.2. Gerenciar é obter e manter as pessoas da organização agindo e trabalhando como pessoas da organização.

2.3.3.3. Gerência é a arte de fazer com que os outros façam algo que você está convencido que deva ser feito.

2.3.3.4. Gerência é a arte de mobilizar os outros a batalhar.

2.3.3.5. Gerência é a arte de obter resultados desejados, acordados e esperados através de pessoas.

2.4. Características da pessoa-líder

2.4.1. Autoliderança

2.4.2. Compartilhamento

2.4.3. Coragem

2.4.4. Foco

2.4.5. Mudança

2.4.6. Pesquisae Mapeamento

2.4.7. Significado

2.4.8. situacional

2.4.9. visão

2.4.10. Visibilidade

2.5. habilidades do Líder

2.5.1. A capacidade de aceitar as pessoas como elas são, não como você gostaria que fossem;

2.5.2. capacidade de abordar relacionamentos e problemas em termos do presente e não do passado;

2.5.3. capacidade de tratar os que estão perto de você com a mesma atenção cordial que você concede a estranhos e a pessoas que conhece casualmente;

2.5.4. capacidade de confiar nos outros, mesmo quando o risco parece grande;

2.5.5. capacidade de agir sem a aprovação e o reconhecimento constante dos outros.

2.6. Estilos de Liderança

2.6.1. Autocrático

2.6.1.1. apenas ele fixa as diretrizes, sem qualquer participação do grupo

2.6.1.2. é pessoal e dominador nos elogios e nas críticas ao trabalho de cada membro

2.6.2. Democrático

2.6.2.1. as diretrizes são debatidas pelo grupo, estimulado e assistido pelo líder

2.6.2.2. Objetivo e limita-se aos fatos em suas críticas e elogios

2.6.3. Liberal

2.6.3.1. Liberdade completa para as decisões grupais ou individuais, com participação mínima do líder

2.6.3.2. não faz nenhuma tentativa de avaliar ou de regular o curso dos acontecimentos

2.7. CARACTERÍSTICAS DA LIDERANÇA

2.7.1. Objetividade: atitude positiva

2.7.2. Saber compreender os outros: empatia

2.7.3. Flexibilidade: mudança de estilo

2.7.4. Capacidade de comunicação

2.7.5. Uso da autoridade: todo líder possui

2.7.6. Maturidade e comportamento: estável e previsível

2.8. INSTRUMENTOS BÁSICOS do Líder

2.8.1. MOTIVAÇÃO

2.8.2. DELEGAÇÃO

2.8.3. COMUNICAÇÃO

3. Empreendedorismo

3.1. processo de inciativa de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes. É um termo muito usado no âmbito empresarial e muitas vezes está relacionado com a criação de empresas ou produtos novos, normalmente envolvendo inovações e riscos.

3.2. Tipos de Empreendedorismo

3.2.1. Empreendedorismo Social

3.2.1.1. foco

3.2.1.1.1. Impacto Social Positivo

3.2.1.2. onde

3.2.1.2.1. Sociedade

3.2.1.3. o que

3.2.1.3.1. Defesa de grupos ou causas desassistidas ou em situação de risco

3.2.1.4. quem

3.2.1.4.1. Qualquer pessoa

3.2.2. Empreendedorismo de Negócios

3.2.2.1. foco

3.2.2.1.1. Lucro financeiro

3.2.2.2. onde

3.2.2.2.1. Mercado (formal/informal)

3.2.2.3. o que

3.2.2.3.1. Uma ideia é transformada em uma atividade empresarial

3.2.2.4. quem

3.2.2.4.1. Empresário

3.2.3. Intraempreendedorismo (ou Empreendedorismo Corporativo)

3.2.3.1. foco

3.2.3.1.1. Fortalecimento e aprimoramento institucional e profissional

3.2.3.2. onde

3.2.3.2.1. Empresa ou órgão público

3.2.3.3. o que

3.2.3.3.1. Analisa cenários, cria ideias, inova, atua com o chamado “espírito de dono”

3.2.3.4. quem

3.2.3.4.1. Servidor público ou empregado

3.2.3.5. PERFIL DO EMPREENDEDOR CORPORATIVO

3.2.3.5.1. Elevada capacidade de implementar soluções

3.2.3.5.2. É proativo e sabe trabalhar em equipe

3.2.3.5.3. Enxerga a empresa de forma sistêmica

3.2.3.5.4. Pensa fora da “caixa”

3.3. Processo empreendedor

3.3.1. Oportunidade

3.3.1.1. •Busca, formatação, criação •A janela: tempo •Requisitos de implementação •Análise e avaliação •Retorno econômico •Recompensa X Risco •Perspectiva de retorno

3.3.2. recursos

3.3.2.1. Financeiros, materiais, etc.

3.3.3. equipe

3.3.3.1. •O empreendedor líder •O time gerencial •Experiência e know-how •Habilidades gerenciais e competências •Objetivos pessoais e valores •Atitudes e filosofia

3.3.4. etapas

3.3.4.1. Identificar e avaliar a oportunidade

3.3.4.1.1. criação e abrangência da oportunidade valores percebidos e reais da oportunidade riscos e retornos da oportunidade oportunidade versus habilidades e metas pessoais situação dos competidores

3.3.4.2. Desenvolver o Plano de Negócios

3.3.4.2.1. 1. Sumário Executivo 2. O Conceito do Negócio 3. Equipe de Gestão 4. Mercado e Competidores 5. Marketing e Vendas 6. Estrutura e Operação 7. Análise Estratégica 8. Plano Financeiro Anexos

3.3.4.3. Determinar e Captar os recursos necessários

3.3.4.3.1. recursos pessoais recursos de amigos e parentes angels capitalistas de risco bancos governo incubadoras

3.3.4.4. Gerenciar o negócio

3.3.4.4.1. estilo de gestão fatores críticos de sucesso identificar problemas atuais e potenciais implementar um sistema de controle profissionalizar a gestão entrar em novos mercados

3.3.5. Fatores situacionais

3.3.5.1. •Oportunidades alternativas de carreira •Experiência (trabalho, hobby, interesses…) •Modelos de referência (família, amigos, empreendedores de sucesso) •Educação •Redes sociais de relacionamento (network) •Necessidades financeiras pessoais •Economia local, regional e nacional

3.3.6. Fatores pessoais

3.3.6.1. •Motivação para fazer acontecer •Auto-controle e auto-confiança •Tolerância à ambiguidade •Aceitar riscos •Atenção às oportunidades •Determinação •Paixão

3.3.7. Fontes de idéias para novos negócios

3.3.7.1. Experiência prévia no ramo 43% Aperfeiçoamento de negócio atual 15% Identif. de oport. de negócios /nec. mercado 11% Busca sistemática 7% Brainstorming ou hobby 5%

3.4. Plano de Negócios

3.4.1. O que você está propondo fazer ?

3.4.1.1. Produto / serviço

3.4.1.1.1. •Proposta de valor •Posicionamento na cadeia de valor

3.4.2. Quem irá comprar ? Existe vantagem competitiva ?

3.4.2.1. Mercado

3.4.2.1.1. •Estrutura •Competição •Estratégia de atuação •Potencial de mercado

3.4.3. Como será feito ?

3.4.3.1. Operacionalização

3.4.3.1.1. •Tecnologia •Processos de produção e distribuição •Relação com fornecedores e distribuidores

3.4.4. Quem irá fazer e gerenciar ?

3.4.4.1. Organização

3.4.4.1.1. •Equipe Gerencial •Modelo organizacional

3.4.5. isto dá dinheiro ?

3.4.5.1. Finanças

3.4.5.1.1. •Balanço, P&L, Fluxo de Caixa •KPI’s (IRR, ROCE, payback) •Necessidade de financiamento

3.5. Analise Swot

3.5.1. Pontos Fortes

3.5.2. Pontos Fracos

3.5.3. Oportunidades

3.5.4. Ameaças

3.6. Ciclo PDCA

3.6.1. Plan; Planejar

3.6.1.1. Estabelecer os objetivos e processos necessários para entregar resultados de acordo com o projetado (objetivos ou metas). Ao estabelecer expectativas de resultado, a integridade e precisão da especificação também é uma parte da melhoria almejada.Quando possível começar em pequena escala para testar os possíveis efeitos.

3.6.2. Do; Fazer

3.6.2.1. Implementar o plano, executar o processo, fazer o produto. Coletar dados para mapeamento e análise dos próximos passos "Checar" e "Ajustar". Portanto esta etapa gera muito cuidado pois pode não ser a causa raiz.

3.6.3. Check; Chegar

3.6.3.1. Estudar o resultado (medido e coletado no passo anterior “Desempenhar”) e compará-lo em relação aos resultados esperados (objetivos estabelecidos no passo “PLANEJAR”) para determinar quaisquer diferenças. Procurar por desvios principalmente na aplicação do plano e também olhar para a adequação e abrangência do plano permite a execução do próximo passo, ou seja, "AGIR". Traçar dados pode fazer isso muito mais fácil para ver as tendências ao longo de vários ciclos de PDCA e assim converter os dados coletados em informação. Informação é o que você precisa para a próxima etapa "Ajustar".

3.6.4. Action; Agir

3.6.4.1. Tomar ações corretivas sobre as diferenças significativas entre os resultados reais e planejados. Analisar as diferenças para determinar suas causas. Determinar onde aplicar as mudanças que incluem a melhoria do processo ou produto. Quando uma passagem por estes quatro passos não resultar na necessidade de alguma melhora, o método ao qual o PDCA é aplicado pode ser refinado com maiores detalhe na iteração seguinte do ciclo, ou a atenção deve ser colocada de uma forma diferente em alguma fase do processo.

3.7. Mapa Mental

3.7.1. tipo de diagrama, sistematizado pelo inglês Tony Buzan, voltado para a gestão de informações, de conhecimento e de capital intelectual; para a compreensão e solução de problemas; na memorização e aprendizado; na criação de manuais, livros e palestras; como ferramenta de brainstorming (tempestade de ideias); e no auxílio da gestão estratégica de uma empresa ou negócio.

3.7.2. Os mapas mentais procuram representar, com o máximo de detalhes possível, o relacionamento conceitual existente entre informações que normalmente estão fragmentadas, difusas e pulverizadas no ambiente operacional ou corporativo.

3.8. as 48 Leis do Poder