PLANO NACIONAL PROMOÇÃO SUCESSO EDUCATIVO - AEB

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
PLANO NACIONAL PROMOÇÃO SUCESSO EDUCATIVO - AEB por Mind Map: PLANO NACIONAL PROMOÇÃO SUCESSO EDUCATIVO - AEB

1. MOTIVAR PARA APRENDER

1.1. FRAGILIDADES

1.1.1. Dificuldade na aquisição de competências de leitura no1.º e 2.º anos de escolaridade

1.2. ANOS DE ESCOLARIDADE

1.2.1. 1.º e 2.º ano de escolaridade

1.3. OBJETIVOS

1.3.1. Desenvolver a formação de leitor

1.3.2. Promover o gosto e o hábito pela leitura

1.4. METAS

1.4.1. 80% dos alunos a saber ler e ouvir ler diferentes tipos de textos

1.4.2. Melhorar em 10% dos alunos a fluência na leitura

1.4.3. Melhorar em 10% a compreensão de textos

1.5. ATIVIDADES

1.5.1. Realizar em codocência 2 horas em Português e 1 hora em Matemática para trabalhar a oralidade (leitura e compreensão da escrita)

1.5.2. Recorrer às novas tecnologias como estratégia de motivação.

1.6. CALENDARIZAÇÃO

1.6.1. Setembro de 2016 a junho de 2017

1.7. RESPONSÁVEIS

1.7.1. Professor titular de turma

1.7.2. Coordenador de departamento

1.8. RECURSOS

1.8.1. Humanos

1.8.1.1. 3 docentes com horário completo

1.8.2. Materiais

1.8.2.1. 20 Quadros Interativos nas salas de aula= 30000€

1.8.2.2. 20 PC= 12000€

1.8.3. Crédito horário= 180' para coordenação e monitorização das medidas

1.9. INDICADORES

1.9.1. Reuniões mensais de conselhos de ano

1.9.2. Preenchimento de registo de avaliação

1.10. NECESSIDADE DE FORMAÇÃO

1.10.1. Formação em ActivInspire (Quadros Interativos Multimédia)

1.11. ENQUADRAMENTO

1.11.1. ESTRATÉGIAS MOTIVADORAS

1.11.1.1. QUADROS INTERATIVOS

1.11.1.1.1. TIC no JI/1ºCICLO

1.11.1.1.2. QIM

1.11.2. DGE: LEITURA E ESCRITA

1.11.2.1. WEBINAR

1.11.2.1.1. manual de Jogos de Leitura e Escrita para Aprender a Ler.

1.11.2.1.2. k´cidade

2. ENVOLVIMENTO PARENTAL

2.1. FRAGILIDADE

2.1.1. Pouco envolvimento dos pais nas aprendizagens dos discentes.

2.2. ANOS DE ESCOLARIDADE

2.2.1. Pré-escolar, 1.º, 2.º 5.º e 7.º anos

2.3. OBJETIVOS

2.3.1. Estreitar a comunicação entre a escola e as famílias;

2.3.2. Envolver os Encarregados de Educação na aprendizagem dos seus educandos.

2.4. METAS

2.4.1. 50% dos pais envolvidos; 100%  dos alunos com pais envolvidos com sucesso; 100% de satisfação;

2.5. ATIVIDADES

2.5.1. COMUNICAR PARA ENVOLVER

2.5.1.1. SIMPLEX: Escola 360º

2.5.1.2. - Implementar a utilização da plataforma weduc, como canal de comunicação e informação ao 1º e 2º ano do 1º ciclo, ao 5º e 7º anos de escolaridade. - Dar formação aos docentes e aos pais na utilização da plataforma Weduc;

2.5.1.2.1. WEDUC

2.5.1.3. AGENDA PARENTAL

2.5.1.3.1. ESTRUTURA 01 - Orgânica escolar 02 - Transição para o 1º ciclo 03 - Relação família/escola (parceria para o sucesso educativo) 04 - Ritmos, aprendizagens e rendimento escolar 05 - Dicas para estimular a Língua Portuguesa 06 - Dicas para estimular a Matemática 07 - Dicas para estimular o Estudo do Meio 08 - Dicas para estimular as Áreas de Enriquecimento Curricular 09 - Tpc´s e métodos de estudo 10 - Sociabilidade e comportamento 11 - Transição para o 2º ciclo

2.5.1.3.2. CADERNETA/AGENDA ESCOLAR

2.5.1.4. Dar a conhecer aos pais os documentos estruturantes do Agrupamento (Direitos e deveres dos alunos, códigos de conduta, regulamento interno), em suporte digital no início do ano letivo;

2.5.1.4.1. TRANSIÇÃO ENTRE ESCOLAS E CICLOS

2.5.1.4.2. GUIA PARENTAL (DGE)

2.5.1.5. Portal do AEB + Observatório de Qualidade

2.5.2. COACHING PARENTAL

2.5.2.1. Realização de 5 sessões de formação em cada ano/turma, de cada início de ciclo e no pré escolar.

2.5.2.1.1. Ser pai/mãe – parentalidade positiva

2.5.2.1.2. Estabelecer regras e limites

2.5.2.1.3. Motivar para a escola

2.5.2.1.4. Como apoiar no estudo e ajudar na realização dos TPC

2.5.2.1.5. Preparação para os testes

2.5.3. PROJETOS LÚDICO/PEDAGÓGICOS

2.5.3.1. Participação dos pais em sala de aula do 1º ciclo, pelo menos um projeto por grupo/ turma;

2.5.4. FORMAÇÃO /AÇÃO A DOCENTES

2.5.4.1. Dar formação aos professores titulares de turma, exemplificando projetos e formas de implementação, numa ação.

2.6. CALENDARIZAÇÃO

2.6.1. No início de setembro

2.6.2. Ao longo do ano letivo

2.7. RESPONSÁVEIS

2.7.1. Educador de infância

2.7.2. Professor titular/diretor de turma

2.8. RECURSOS

2.8.1. Humanos

2.8.1.1. Um Psicólogo com 40 horas

2.8.1.2. Crédito horário (180') para coordenação e monitorização das medidas

2.8.2. Materiais

2.8.2.1. Anuidade da plataforma Weduc para um universo de 500 alunos (5€ x 500 = 2500€).

2.8.2.2. Material pedagógico

2.8.2.3. Portal AEB+Observatório de Qualidade= 5.000€

2.8.2.4. Agenda Parental= 1000€

2.9. INDICADORES

2.9.1. - % de pais envolvidos no programa - Taxas de sucesso - Nº de atividades e % de frequência.

2.10. NECESSIDADES DE FORMAÇÃO

2.10.1. Formação a pais e professores titulares de turma e diretores de turma

2.10.2. Formação na utilização da Plataforma Weduc

3. SABER APRENDER

3.1. FRAGILIDADESS

3.1.1. Ausência de hábitos e métodos de estudo que leva a não saberem estudar.

3.2. ANOS DE ESCOLARIDADE

3.2.1. 1.º  e 2º ciclos e 7.º ano

3.3. OBJETIVOS

3.3.1. Adquirir hábitos de trabalho pelos alunos do 1º e 2º ciclos.

3.3.2. Adquirir métodos e técnicas de estudo pelos alunos do 1º e 2º ciclo.

3.3.3. Envolver os encarregados de educação no apoio ao estudo.

3.3.4. Promover competências de literacia digital nos alunos do 7.º ano

3.4. METAS

3.4.1. 80% dos alunos que consigam atingir as competências.

3.5. ATIVIDADES

3.5.1. Criar e implementar um programa de apoio ao estudo sequencial entre ciclos

3.6. CALENDARIZAÇÃO

3.6.1. Até setembro dever-se-á construir o Programa Integrado entre o 1. e o 2.º ciclo.

3.6.2. A desenvolver ao longo do ano letivo

3.7. RESPONSÁVEIS

3.7.1. Professor titular

3.7.2. Coordenador do apoio ao estudo por Ciclo

3.8. RECURSOS

3.8.1. Humanos

3.8.1.1. 2 docentes para o 1.º ciclo

3.8.1.2. Crédito horário= 180'

3.8.2. Materiais

3.8.2.1. livros e outra documentação

3.8.2.2. material pedagógico a fornecer aos alunos

3.9. INDICADORES

3.9.1. Instrumentos de avaliação das competências adquiridas

3.9.2. % de alunos que adquiriram as competências planeadas

3.10. NECESSIDADES DE FORMAÇÃO

3.10.1. Formação em métodos e técnicas de estudo

3.11. ENQUADRAMENTO

3.11.1. "COMO ENSINAR A ESTUDAR"

3.11.1.1. 1.º CICLO (todos anos)

3.11.1.1.1. Maior reforço no 1º e 2º anos

3.11.1.2. 2.º CICLO (todos anos)

3.11.1.2.1. Maior reforço no 5º ano

3.11.1.3. 3.º CICLO (7º e 8ºano)

3.11.1.3.1. Competências de literacia digital (TIC)

3.11.2. PROGRAMAS COMBATE INSUCESSO E ABANDONO ESCOLAR (2012): CNE

3.11.2.1. WEBINAR

3.11.3. PROGRAMAS PROMOÇÃO LEITURA E ESCRITA

3.11.3.1. Voluntários da leitura

3.11.3.2. Cultivar a escrita

3.11.4. 10 DICAS DE ESTUDO

3.11.4.1. VIDEO

4. AVALIAR PARA MELHORAR

4.1. FRAGILIDADE

4.1.1. Alheamento de docentes e encarregados de educação pelos normativos legais e existência de retenções nos anos intermédios de ciclo

4.1.1.1. RETENÇÕES 2014/2015 (2ºP)

4.1.1.2. RETENÇÕES 2010/2015

4.2. ANOS DE ESCOLARIDADE

4.2.1. 2.º, 3.º 5.º, 7.º e 8.º anos

4.3. OBJETIVOS

4.3.1. Promover o sucesso dos alunos

4.3.2. Envolver os pais/encarregados de educação e alunos nas respetivas aprendizagens.

4.3.3. Construir um perfil de aprendizagens específicas para cada ano e ou ciclo de escolaridade (DN 1-F/2016, ponto 2, artigo 7º)

4.4. METAS

4.4.1. Reduzir as retenções

4.4.1.1. 2º ano: 1% ao ano

4.4.1.2. 3º ano: 1% ao ano

4.4.1.3. 5º ano: 2 a 3% ao ano

4.4.1.4. 7º ano: 2 a 3% ao ano

4.4.1.5. 8.º ano: 2 a 3% ao ano

4.4.1.6. Manter os indicadores de retenção abaixo da média nacional

4.5. ATIVIDADES

4.5.1. AVALIAÇÃO

4.5.1.1. DIAGNÓSTICA

4.5.1.1.1. A realizar no início do ano letivo

4.5.1.1.2. Utilizar uma matriz comum ao 1º ano do 1º ciclo e a cada disciplina dos restantes anos do 1º, 2º e 3º ciclos.

4.5.1.1.3. Ser construída por níveis de dificuldade, conhecimento ou competência

4.5.1.2. INTERCALAR

4.5.1.2.1. A realizar após o diagnóstico das dificuldades/potencialidades.

4.5.1.2.2. Elaborar o Plano de Acompanhamento no conselho de turma, aos alunos com dificuldades diagnosticadas.

4.5.1.2.3. Apresentar o Plano de Acompanhamento ao encarregado de educação e assiná-lo (compromisso).

4.5.1.2.4. A meio do 2º período

4.5.1.3. FORMATIVA

4.5.1.3.1. Convergente com o Plano de Acompanhamento ao longo dos 3 períodos

4.6. CALENDARIZAÇÃO

4.6.1. Ao longo do ano letivo

4.7. RESPONSÁVEIS

4.7.1. Diretor de turma/coordenador de ano

4.7.2. Coordenador de departamento

4.7.3. Representante de grupo de recrutamento

4.7.4. Direção

4.8. RECURSOS

4.8.1. Materiais

4.8.1.1. Livros e outra documentação

4.9. INDICADORES

4.9.1. % de Planos de Acompanhamento

4.9.2. Nº de disciplinas previstas e que implementaram avaliação diagnóstica.

4.9.3. Nº de disciplinas previstas e que implementaram a avaliação intercalar

4.9.4. % de alunos que transitaram com plano de acompanhamento

4.10. NECESSIDADES DE FORMAÇÃO

4.10.1. Formação docente em Avaliação

4.11. WEBINAR/DGE: MONITORIZAÇÃO DAS APRENDIZAGENS

4.11.1. A monitorização aprendizagens

5. DIAGNÓSTICO