Modelo Clássico

Track and organize your meetings within your company

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Modelo Clássico by Mind Map: Modelo Clássico

1. Pleno Emprego e Desemprego Natural

1.1. Pleno emprego não significa que todos os trabalhadores estão empregados

1.2. Desemprego Natural

1.2.1. Desemprego Voluntário + Desemprego Friccional

1.2.2. Desemprego Laminar

1.3. Desemprego Voluntário

1.4. Desemprego Friccional

1.4.1. em um período de transição, os trabalhadores mudam de emprego dentro de um mesmo setor

1.4.1.1. Construção civil

1.4.2. dificuldade de se obter o primeiro emprego

1.4.2.1. Jovens trabalhadores

1.4.3. mecanização e automação de certas industrias

1.4.4. determinadas indústrias ou profissões se tornam obsoletas

1.4.5. falta de qualificação apropriada

1.5. Nível de emprego no equilíbrio = Pleno emprego

1.6. Causa do Desemprego

2. A Lei de SAY (Jean Baptiste Say - 1767-1832)

2.1. A oferta cria sua própria demanda.

2.1.1. Produzir--- Remunera os fatores de produção---renda--consumi de bens e serviços

2.2. Não poderia haver superprodução generalizada

2.3. Não há recessão

3. A ineficácia da Política Fiscal: o governo não deve aumentar seus gastos

3.1. Gastos públicos não impactam sobre a produção econômica

3.1.1. aumenta os seus gastos pelo governo = investimento= pensamento KEYSIANO. Para os CLÁSSICOS é heresia.

3.1.2. Aumento de gastos públicos elava a taxa de juros

3.1.3. Aumento de gastos públicos não possui impacto sobre o mercado de trabalho

3.1.3.1. Dicotomia Clássica

4. A hipótese de Flexibilidade de Salários Nominais para Baixo

4.1. Era possível reduzir os salários nominais

4.1.1. CONSEQUÊNCIA: Pleno Emprego

4.1.2. Oferta = Demanda de mão de obra

4.1.3. Mecanismo que leva a economia para o pleno emprego

5. Salários Nominais versus Salários Reais

5.1. Salário Nominal

5.2. Salário Real