Create your own awesome maps

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account?
Log In

Levantamento de Requisitos by Mind Map: Levantamento de
Requisitos
5.0 stars - 1 reviews range from 0 to 5

Levantamento de Requisitos

Fase mais importante do processo de produção de software visto que as demais etapas baseiam-se nela. É nesta fase que o escopo do sistema é delineado, ou seja, são definidos os objetivos que devem ser alcançados pelo sistema. Erros na captação de informações são custosos em fases posteriores.

Posturas importantes do analista

Estudar muito

O anlista deve estudar os temas relacionados ao tema do projeto a ser desenvolvido para inserir-se no contexto do sistema.

Perguntar sempre

O analista deve perguntar mais de uma vez, de formas diferentes a mesma coisa. Perguntar sempre por que?, como?, quem?, onde? Às vezes nem o usuário sabe o que espera do sistema e como ele deveria funcionar.

Ser organizado

O analista deve organizar as perguntas feitas aos usuários e as respostas obtidas. Documentar todos os seus passos também é muito importante.

Ser observador

O analista deve estar atento ao usuário e ao ambiente de trabalho no qual o sistema será inserido. Procurar perceber os requisitos implícitos.

Ter humildade para aprender

O analista não pode ter vergonha de não saber sobre o tema discutido. Ele está ali para aprender.

Fator fundamental: comunicação

Sem uma comunicação eficiente, analistas e usuários não chegarão a um consenso e entendimento comum. A comunicação deve ser clara. É importante ter cuidado e evitar ruídos na comunicação.

Linguagem

Cabe ao analista entender o vocabulário utilizado pelo cliente para facilitar a comunicação. Também é recomendável que ele evite o uso de termos técnicos.

Feedback

É importante que o analista diga ao usuário o que ele entendeu da conversa, ou seja , faça um resumo para que o usuário valide a sua compreensão.

Apresentação

Apresentar as informações de forma simples, clara e direta auxilia na compreensão. Isto vale tanto para os usuários quanto para os analistas.

Entendimento

Estabelecimento de um contexto comum e objetivo é importante para o entendimento mútuo entre o usuário e analista. É importante estabelecer a intenção do encontro.

Cuidado com a comunicação escrita

Expressar-se através de textos escritos não é fácil. As palavras às vezes são traiçoeiras. Deve-se ter cuidado com as ambiguidades, dupla interpretação de idéias. Às vezes, uma figura vale muito mais que 1000 palavras. Daí a importância dos diagramas na comunicação entre clientes e analista.

Identificação das fontes de informação

Para coletar as informações necessárias para o desenvolvimento do software é necessário definir de onde estas informações serão extraídas. Deve-se buscá-las em fontes corretas e seguras.

Atores

Usuários envolvidos no processo a ser sistematizado. São os "donos" do sistema.

Documentos

Documentos existentes no processo manual, tais como formulários, memorandos, portarias, relatórios, manuais de procedimento, contratos, atas de reuniões e políticas da organização.

Livros

Livros que tratem dos temas relacionados ao processo a ser sistematizado também devem ser consultados para que o analista se contextualize.

Outros sistemas da empresa

Sistemas que já fazem parte do processo ou que deverão interagir com o que será criado.

Outros sistemas do mercado

Pode ser que já exista no mercado softwares similares ao que será desenvolvido. É bom entender o funcionamento deles, o que e como fazem. Isto ajuda a estabelecer o que será desenvolvido e já se tem uma noção do que funciona bem e do que não funciona.

Técnicas/ estratégias

São técnicas que ajudam o analista a estabelecer o contato com o "novo mundo" de informações e que facilitam a sua coleta.

Leitura de documentos

Através dos documentos existentes no processo, o analista entra em contato com o vocabuláro da aplicação. Vantagens: fácil acesso e o volume de informações que podem ser extraídas. Desvantagens: dispersão das informações e o volume de trabalho necessário para identificação das informações que interessam.

Questionários

Deve ser utilizado quando se tem um bom conhecimento sobre o tema e se quer cobrir um grande número de usuários. Permite ter uma idéia de como certos aspectos do software são percebidos pelos usuários. Vantagens: padronização das perguntas e possibilidade de tratamento estatístico das respostas obtidas. Desvantagens: impessoalidade e a limitação do universo de respostas.

Etnografia

Nesta técnica o analista se insere no ambiente de trabalho no qual o sistema será implantado. O analista tem posição passiva, somente observando e anotando as tarefas reais que o sistema deverá cumprir. O objetivo dela é descobrir os requisitos implícitos, é ver o sistema de dentro para fora. Vantagens: baixos custos e complexidade. Desvantagens: consome muito tempo e a superficialidade, o que pode induzir o analista a cometer erros.

Prototipagem

Implementação rápida de algumas funcionalidades do sistema para aprovação do usuário. A interface é avaliada, problemas de comunicação e de desempenho podem ser estudados antecipadamente. Esta técnica reduz os riscos na construção do sistema visto que o usuário valida o que foi apresentado.

Reuniões

Podem ser uma extensão do conceito de entrevista ou uma maneira de participação ativa dos usuários. Vantagens: coleta de múltiplas opiniões e criação coletiva. Desvantagens: dispersão e custo elevado.

Brainstorm

JAD

Entrevistas

Meio mais usual para a coleta de dados. Produz bons resultados. É importante deixar o entrevistado expor suas ideias, saber ouvi-lo e não deixar que haja dispersão e demora na entrevista. Vantagens: interação com os usuários; validação das informações na hora. Desvantagens: diferença cultural e de conhecimento sobre o assunto. O conhecimento que é trivial para o entrevistado pode não sê-lo para o entrevistador e por isso, pode ser esquecido de ser abordado.

Estruturadas

Informais

Tutoriais