Representação da Informação

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Representação da Informação by Mind Map: Representação da Informação

1. O caráter universal da CDU baseia-se na cobertura da totalidade do conhecimento humano dentro de um sistema de classificação. É apropriado para uma gama variada de objetivos, desde a organização e especificação detalhada de grandes coleções de documentos ou realia, ate a organização de listas que documentam a existência destes itens e sua recuperação por assunto. Sua flexibilidade de classificação possibilita agrupar todas as referencias de um assunto particular, auxiliando o especialista na busca de informações relacionadas a seus interesses , colocando-as no contexto mais amplo de campos afins

2. Edições desenvolvidas A primeira edição internacional foi a edição desenvolvida, intitulada "Manuel du Repertoire Bibliographique Universel",no idioma francês, em 1904. A segunda edição, publicada pelo Instituto Internacional de Bibliografia, em francês, recebeu o nome de "Classification Decimale Universelle", em 1927. A terceira edição, em idioma alemão, sob o titulo "Dezimalklassifikation", é a edição desenvolvida A terceira edição, mais completa, em 1934. Outras edições desenvolvidas foram publicadas nos seguintes idiomas: 4a edição inglês; 5a edição francês; j 6a edição japonês ; 7 edição espanhol; 8a edição alemão e 9ª edição português. A primeira edição média em português foi publicada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - IBICT, em 1976. A segunda edição, em 1987. E, em 1997, o IBICT publicou a Edição-padrão Internacional em Língua Portuguesa – Tabelas Sistemáticas – Parte 1. Em 1999, publicou o Índice – Parte 2 da Edição-padrão Internacional em Língua Portuguesa. Edições abreviadas Existem edições abreviadas em quase todos os idiomas, sendo que a edição em língua portuguesa foi publicada em Portugal pelo Centro de Documentação Científica do Instituto de Alta Cultura e pelo então Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação - IBBD, hoje o IBICT. É importante destacar a edição abreviada trilingüe - 1958, em alemão, inglês e francês, acompanhada dos respectivos índices. Edições condensadas Uma edição condensada foi publicada em 1967, em francês, ocupando somente 50 páginas. Edições especiais A FID determinou as edições especiais para uso de especialistas de determinadas áreas, servindo de apoio ao desenvolvimento do conhecimento mundial.

3. A 2ª ed. publicada em 1927, sob o título de Classification Décimale Universelle, contendo 70.000 subdivisões.

4. A terceira edição sob o titulo "Dezimalklassifikation, é a mais completa publicada em 1934. em idioma alemão.

5. Classificação Decimal Universal, foi criada com o objetivo inicial de organizar bibliografias .

6. Expandiram o esquema de Dewey para atender suas próprias necessidades e adicionaram mecanismos sintéticos e tabelas auxiliares que com o tempo transformaram a estrutura exclusivamente numérica da classificação decimal em uma estrutura bem mais flexível e detalhada da classificação decimal universal.

7. Linguagens de Indexaçãp

7.1. Controle da Linguagem de Indexação

7.2. Linguagem de Indexação Livres

7.3. Linguagem de indexação Natural

8. Análise Conceitual

8.1. Tradução do Documento

8.2. Recuperação da Informação

8.3. Organização

9. Catalogação

9.1. catalogação é uma atividade geralmente relacionada às bibliotecas e que consiste em registrar um conjunto de informações sobre um determinado documento ou conjunto de documentos.

10. Análise de Assunto e suas etapas

10.1. Linguísticos

10.2. Cognitivos

10.3. Lógico

11. Indexação e suas etapas

11.1. Análise Conceitual

11.2. Tradução

12. Metadados

12.1. Os metadados são marcos ou pontos de referência que permitem circunscrever a informação sob todas as formas, pode se dizer resumos de informações sobre a forma ou conteúdo de uma fonte.

13. Classificação é o processo de reunir coisas, ideias, ou seres em grupos de acordo com seu grau de semelhança. (Souza, 2012, p.13).

13.1. A classificação bibliográfica se preocupa com a organização e a disposição física de documentos, visando com isso, a sua recuperação. Busca ordenar, para arquivar e ter acesso ao documento em estantes ou nos arquivos.

13.1.1. Com base nas pesquisas bibliográficas e eletrônicas realizadas, pôde-se perceber que a classificação pode ser baseada em três vertentes: social, filosófica e bibliográfica.

14. CDU

14.1. O caráter universal da CDU baseia-se na cobertura da totalidade do conhecimento humano dentro de um sistema de classificação. É apropriado para uma gama variada de objetivos, desde a organização e especificação detalhada de grandes coleções de documentos ou realia, ate a organização de listas que documentam a existência destes itens e sua recuperação por assunto. Sua flexibilidade de classificação possibilita agrupar todas as referencias de um assunto particular, auxiliando o especialista na busca de informações relacionadas a seus interesses , colocando-as no contexto mais amplo de campos afins

14.2. A CDU é um aspecto da classificação, por isso, os fenômenos são subordinados ao aspecto do qual são extraídos. Isto é um fenômeno pode ocorrer em mais de uma classe como, por exemplo, ovos em ornitologia, em culinária, em acasalamento animal etc. A CDU e uma classificação hierárquica, na qual cada subdivisão pode ser ainda subdividida em seus componentes lógicos. Isto e feito com a aplicação sucessiva dos princípios de divisão, que podem ser genéricos ou todo/parte.

15. Paulo Otlet

15.1. Paul Otelt nasceu em 23 de agosto de 1868 em Bruxelas,na Bélgica e faleceu em 10 de dezembro de 1944 também em Bruxelas, foi autor , empresário, visionário, advogado, e ativista da paz, considerado o pai da Ciência da Informação área que chamava de documentação

15.1.1. Expandiram o esquema de Dewey para atender suas próprias necessidades e adicionaram mecanismos sintéticos e tabelas auxiliares que com o tempo transformaram a estrutura exclusivamente numérica da classificação decimal em uma estrutura bem mais flexível e detalhada da classificação decimal universal.

15.1.2. Henri de La Fontaine, nasceu em 22 de abril de 1854 em Bruxelas, faleceu em 14 de maio de 1943 também em Bruxelas, foi jurista, político, presidente do gabinete internacional para a paz, em 1913 recebeu o premio Nobel da paz é considerado um dos criadores da documentação

16. Henri de La fontaine

16.1. Henri de La Fontaine, nasceu em 22 de abril de 1854 em Bruxelas, faleceu em 14 de maio de 1943 também em Bruxelas, foi jurista, político, presidente do gabinete internacional para a paz, em 1913 recebeu o premio Nobel da paz é considerado um dos criadores da documentação

17. Os três tipos de classificação bibliográfica são:

17.1. Classificação Decimal de Dewey, Classificação Decimal Universal e Classificação de Rangathan

18. CDU

18.1. A FID (Federação Internacional de Informação e Documentação), detentora dos Direitos Autorais da CDU até o fim do século XX foi responsável pelas extensões e correções das edições.

18.2. Em 1958 - Criação do Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação – IBBD, hoje o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT

18.3. E apropriado para uma gama variada de objetivos, desde a organização e especificação detalhada de grandes coleções de documentos ou realia, ate a organização de listas que documentam a existência destes itens e sua recuperação por assunto. Sua flexibilidade de classificação possibilita agrupar todas as referencias de um assunto particular, auxiliando o especialista na busca de informações relacionadas a seus interesses (geralmente restritos), colocando-as no contexto mais amplo de campos afins

19. CDD