SANTOS, Roberto Vatan dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem (2005)

Kom i Gang. Det er Gratis
eller tilmeld med din email adresse
Rocket clouds
SANTOS, Roberto Vatan dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem (2005) af Mind Map: SANTOS, Roberto Vatan dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem (2005)

1. TRADICIONAL

1.1. A escola

1.1.1. Lugar ideal para realização da educação

1.1.2. Organizada com funções claramente definidas

1.1.3. Normas disciplinares rígidas

1.1.4. Prepara os indivíduos para a sociedade

1.2. O aluno

1.2.1. É um ser passivo, que deve assimilar os conteúdos transmitidos pelo professor

1.2.2. Deve dominar o conteúdo cultural universal transmitido pela escola

1.3. O professor

1.3.1. É o transmissor dos conteúdos dos alunos

1.3.2. Predomina como autoridade

1.4. Ensino e Aprendizagem

1.4.1. Os objetivos educacionais obedecem à sequencia lógica dos conteúdos

1.4.2. Os conteúdos são baseados em documentos legais, selecionados a partir da cultura universal acumulada

1.4.3. Predominam aulas expositivas, com exercícios de fixação, leituras-cópia

2. COMPORTAMENTALISTA

2.1. A escola

2.1.1. Agência Educacional - Modelo Empresarial aplicado à escola

2.1.2. Uso da teleducação - Ensino à distância

2.1.3. Divisão entre planejamento (quem planeja) e execução (quem executa)

2.1.4. No limite, a sociedade poderia existir sem escola

2.2. O aluno

2.2.1. Elemento para quem o material é preparado

2.2.2. O aluno eficiente e produtivo é o que lida "cientificamente" com os problemas da realidade

2.3. O professor

2.3.1. É o educador que seleciona, organiza e aplica um conjunto de meios que garantam a eficiência e eficácia do ensino

2.4. Ensino e Aprendizagem

2.4.1. Os objetivos educacionais são operacionalizados e categorizados a partir de classificações: gerais (educacionais) e específicos (instrucionais)

2.4.2. Ênfase nos meios: recursos audiovisuais, instrução programada, tecnologias de ensino, ensino individualizado (módulos instrucionais), "máquinas de ensinar", computadores, "hardwares", "softwares"

2.4.3. Os comportamentos desejados serão instalados e mantidos nos alunos por condicionantes e reforçadores

3. HUMANISTA

3.1. A escola

3.1.1. Escola proclamada para todos - "Democrática"

3.1.2. Afrouxamento das normas disciplinares

3.1.3. Deve oferecer condições ao desenvolvimento e autonomia do aluno

3.2. O aluno

3.2.1. Um ser ativo

3.2.2. Centro do processo de ensino e aprendizagem

3.2.3. Aluno criativo, que "aprendeu a aprender"

3.2.4. Aluno participativo

3.3. O professor

3.3.1. É o facilitador da aprendizagem

3.4. Ensino e Aprendizagem

3.4.1. Os objetivos educacionais obedecem ao desenvolvimento psicológico do aluno

3.4.2. Os conteúdos programáticos são selecionados a partir dos interesses dos alunos

3.4.3. "Não-diretividade

3.4.4. A avaliação valoriza aspectos afetivos (atitudes) com ênfase na auto-avaliação

4. COGNITIVISTA

4.1. A escola

4.1.1. Deve dar condições para que o aluno possa a aprender por si próprio

4.1.2. Deve oferecer liberdade de ação real e material

4.1.3. Deve reconhecer a prioridade psicológica da inteligência sobre a aprendizagem

4.2. O aluno

4.2.1. Papel essencialmente "ativo" de observar, experimentar, comparar, relacionar, analisar, justapor, compor, encaixar, levantar hipóteses, argumentar, etc

4.3. O professor

4.3.1. Deve criar situações desafiadoras e desequilibradoras, por meio da orientação

4.3.2. Deve estabelecer condições de reciprocidade e cooperação ao mesmo tempo moral e racional

4.4. Ensino e Aprendizagem

4.4.1. Deve desenvolver a inteligência, considerando o sujeito inserido numa situação social

4.4.2. A inteligência contrói-se a partir da troca do organismo com o meio, por meio das ações do indivíduo

4.4.3. Baseados no ensaio e no erro, na pesquisa, na investigação, na solução de problemas, facilitando o "aprender a pensar"

4.4.4. Ênfase nos trabalhos em equipe e jogos