Psicanálise de Freud

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Psicanálise de Freud by Mind Map: Psicanálise de Freud

1. Processos Mentais

1.1. Inconsciente

1.1.1. É o local das representações reprimidas ou das pulsões ou impulsos instintivos.

1.2. Consciente

1.2.1. É uma qualidade mental e envolve todos os conteúdos que são perceptíveis. Tudo aquilo que é conhecido.

1.3. Pré- Consciente

1.3.1. É o intermediário entre o inconsciente e o consciente. Contém representações que podem se tornar conscientes se a atenção se voltar para elas.

2. Estrutura da Personalidade

2.1. ID

2.1.1. É o pólo instintivo ou pulsional da personalidade, dentro do qual se diferenciam o ego e o superego. Seu conteúdo é inconsciente, podendo ser hereditário ou recalcado.

2.2. Ego

2.2.1. É uma estrutura da personalidade que se origina do id mediante o contato com o meio externo. Sendo o intermediário entre o id e superego.

2.3. Superego

2.3.1. Terceira estrutura da personalidade. Representa as restrições sociais internalizadas e exerce a tarefa de censor das funções do ego, que bloqueia os impulsos ou impulsos do id.

3. Dinâmica da Personalidade

3.1. Instinto

3.1.1. Instinto da Vida

3.1.1.1. Servem para autoconservação e perpetuação da espécie e que se contrapõem às pulsões de morte.

3.1.2. Instinto de Morte

3.1.2.1. Contrapõem às pulsões da vida e tendem a conduzir o ser vivo ao estado inorgânico.

4. Mecanismo de Defesa do ego

4.1. Repressão

4.1.1. Mecanismo pelo qual o individuo procura reter no inconsciente representações ligadas a um instinto ou pulsão.

4.2. Negação

4.2.1. Defesa contra angústia que consiste em negar a evidência. O homem usa desse meio para não ver a real situação.

4.3. Formação Reativa

4.3.1. Mecanismo de defesa pelo qual um impulso ou sentimento que produz ansiedade é substituído pelo seu oposto.

4.4. Projeção

4.4.1. Consiste em atribuir inconscientemente a outros e perceber no mundo externo suas próprias pulsões e seus conflitos.

4.5. Racionalização

4.5.1. Explicações racionais para justificar ações de origem emocional.

4.6. Fixação

4.6.1. Permanência de uma pessoa em um estágio de desenvolvimento primitivo pelo fato de o estágio seguinte estar carregado de ansiedade.

4.7. Regressão

4.7.1. Retorno às atividades e condutas características de um estágio anterior de desenvolvimento.

4.8. Deslocamento

4.8.1. O sentimento ou ação para outro objeto diferente do original.

4.9. Sublimação

4.9.1. Desvio de impulso de seus objetivos diretamente sexuais para fins socialmente úteis.

5. Fases do Desenvolvimento da Sexualidade Infantil

5.1. Fase Oral

5.1.1. Primeira fase da organização do libido, na qual a zona oral (boca, lábios, língua) desempenha o papel principal.

5.2. Fase Anal

5.2.1. Quando a primazia passa da oral para o prazer no ânus.

5.3. Fase Fálica

5.3.1. Terceira fase da organização da libido, no qual o pênis é o objeto de interesse das crianças de ambos os sexos.