As crianças e seus corpos nos tempos, nos espaços e nas relações institucionais

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
As crianças e seus corpos nos tempos, nos espaços e nas relações institucionais by Mind Map: As crianças e seus corpos nos tempos, nos espaços e nas relações institucionais

1. Lugar funcional e potencializador

1.1. Comportamento

1.2. Rendimento

2. Processo de socialização

2.1. Ações e relações

2.1.1. Ensinar

2.1.2. Bincar

2.1.3. Atender

2.1.4. Cuidar

2.1.5. Acolher

3. Institucionalização

3.1. Conjunto de solicitações da sociedade e da cultura contemporânea.

4. Contexto de mediações culturais e sociais.

5. Escola

5.1. Corredor de entrada: Espaço intencional demarcado social e historicamente.

5.2. Salas: Lugar institucional por excelência.

5.3. Corredores: Movimento de controle e elaboração temporal da ação das crianças.

5.4. Banheiros: Parte integrada nas relações de cuidado e higiene das crianças.

5.5. Cozinha: Lugar de adulto, de trabalho, de responsabilidades e habilidades que aparecem como coisa e "ofício" de adulto e não de criança.

5.6. Parquinho: Noção funcionalista de recreação; Tempo de dispersão corporal.

5.7. Refeitório: Formato das relações e dinâmicas pedagógicas.

6. Para além dos muros da instituição

6.1. Rotina

6.1.1. Atividades Pedagógicas

6.1.2. Conjunto de obrigações e um ritmo coletivo de respostas.

7. Combinados

7.1. Envolvimento corporal

7.2. Questões de gênero

8. EDUCAÇÃO DO CORPO/EDUCAÇÃO DOS SENTIDOS

8.1. EDUCAÇÃO FÍSICA OU "ATIVIDADES RECREATIVAS"

8.1.1. Prática "terapêutica"

8.1.2. Brincadeiras como relações "espontâneas e naturais"

8.2. Disposição corporal

9. O papel da educação física é oferecer oportunidades de movimento para as crianças de modo a garantir um desenvolvimento "normal" e ideal, com reflexos na cognição e na efetividade.

9.1. Ciências humanas e sociais