Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
TDAH by Mind Map: TDAH

1. Sintomas

2. Desatenção, desorganização e/ou hiperatividade-impulsividade. Desatenção e desorganização envolvem incapacidade de permanecer em uma tarefa, aparência de não ouvir e perda de materiais em níveis inconsistentes com a idade ou o nível de desenvolvimento. Hiperatividade-impulsividade implicam atividade excessiva, inquietação, incapacidade de permanecer sentado, intromissão em atividades de outros e incapacidade de aguardar.

3. O envolvimento do córtex pré-motor no TDAH pode levar a dificuldades em funções motoras, como organização dos movimentos antes do seu início, coordenação rítmica durante o movimento e imitação de ações motoras realizadas por outra pessoa

4. Prevalência

5. Levantamentos populacionais sugerem que o TDAH ocorre na maioria das culturas em cerca de 5% das crianças e 2,5% dos adultos.

6. Bases Neurais

7. Estudos mostraram que as regiões cerebrais mais investigadas e mais prejudicadas nessa população incluem o cerebelo, o esplênio do corpo caloso, o caudado direito e as regiões frontais, além disso, o TDAH foi relacionado com a redução de substância cinzenta no putâmen direito e globo pálido. Reduções no núcleo caudado também foram reveladas em outros estudos.

8. O conjunto de resultados dos estudos realizados com IRM funcional mostra uma hipoatividade frontal afetando várias regiões do córtex (córtex anterior cingulado, córtex pré-frontal dorsolateral, córtex pré-frontal inferior e córtex orbitofrontal, e certas áreas relacionadas (tais como partes dos gânglios basais, do tálamo e do córtex parietal)

9. Outros estudos também identificaram reduções significativas no volume do córtex pré-frontal em indivíduos com TDAH

10. Outro achado interessante é que o córtex motor primário foi a única região cortical em que o grupo TDAH mostrou uma maturação precoce

11. Epidemiologia

12. Mais comum na população pediátrica, atingindo de 3 a 7% das crianças em idade escolar, observado mais comumente no sexo masculino

13. Neurotransmissão

14. Os neuro-transmissores, dopamina e noradrenalina (substâncias químicas do cérebro que transmitem informações entre as células nervosas) encontram-se diminuídos, fazendo com que a atividade do córtex pré-frontal seja menor.

15. Fatores de risco

16. Variáveis sociodemográficas como raça, número de irmãos, idade dos pais, nível cultural familiar, transtornos psiquiátricos na família, conduta agressiva dos pais, transtorno mental materno e fatores de risco pré e perinatais são importantes. Desse modo, as taxas de prevalência podem variar significativamente em diferentes ambientes sociais. Entretanto, os estudos mais consistentes com o grupo-controle em relação aos fatores de risco na literatura sobre o transtorno são escassos.

17. Tipos de tratamento

18. A abordagem mais utilizada para o tratamento do TDAH é a abordagem combinada (multimodal), que consiste no uso de medicamentos associado a recursos complementares para melhorar a resposta final do paciente. Isso pode incluir a utilização de intervenções psicoterápicas, fonoaudiológicas, psicopedagógicas, mudanças no estilo de vida, além do uso de recursos tecnológicos e ajustes no ambiente onde o paciente está inserido.